sábado, 13 de maio de 2017

Sobre o crescimento do Islão no Brasil...


     Este interessante vídeo enfatiza um aspecto sobre a islamização para o qual eu tenho chamado a atenção neste blogue várias vezes mas que, para minha grande surpresa, os racialistas brasileiros continuam a menosprezar: parece haver uma maior tendência para a conversão ao Islão no seio das "minorias étnicas", sobrtudo entre os negros.



Mas pronto, eu ainda não conheci um único racialista brasileiro que achasse a islamização uma ameaça. Antes pelo contrário, falar no Islão a um racialista brasileiro é "fomentar a islamohisteria"! E até já fui chamado de "agente sionista" por apontar o problema... portanto, caros leitores, não vale a pena ficarmos preocupados!

28 comentários:

Leitora disse...

Risos.. quero ver eles ganharam das milhares de Igrejas de todo quanto é jeito que tem espalhadas por todo o Brasil, inclusive dentro das "comunidades" (favelas).

Afonso de Portugal disse...

Ora, isso é exactamente o que diziam os europeus há apenas 20 anos atrás... aliás, muitos europeus continuam dizendo isso! Como diz o povo, "o maior cego é aquele que não quer ver"...

Leitora disse...

É, talvez vc tenha razão. E eles colocaram de alvo justamente as pessoas mais inteligentes e evoluídas do Brasil para espalhar mais facilmente o islã.
Credo, eu não quero viver num Estado islâmico.

Afonso de Portugal disse...

Para este efeito em concreto, não interessa quem é mais ou menos inteligente, Leitora. O que interessa é que tem mais filhos! E os brancos têm muito menos filhos do que os não-brancos!

Pior do que isso, além de terem mais filhos, os não-brancos, sobretudo os não-brancos islâmicos, têm como política seduzir as mulheres brancas e fomentar a mestiçagem!

CENSURADO AGAIN disse...

a realidade da europa é bem diferente um pastor foi la e viu o povo é muito mais agnostizado no merdil ainda ha uma guerra entre protestantes e catolicos ou seja no merdil a fé não é tão morta quanto na europa

CENSURADO AGAIN disse...

obvio nenhuma das duas realidades é desejavel pois uma facilita a invasão a outra continua no medievalismo

CENSURADO AGAIN disse...

eua tem uma hegemonia protestante na deep america e secundariamente nas bordas tipo ny los angeles, san francisco etc e lá o protestantismo apesar de ter muito picareta ainda tem menos que no merdil e eles tem a fé viva comparados com a europa e são menos calhordas que os protestantes do merdil ou seja levam a coisa um pouco mais a serio mesmo tendo corruptos la tambem

CENSURADO AGAIN disse...

alias é precisamente esse espirito do norte de levar a serio essas merdas que fazem eles entrarem nesses atoleiros e levarem o mundo junto tipo medio oriente judah etc

CENSURADO AGAIN disse...

a europa so entra nessa na nato por que é controlada por eles se dependesse dela não sei se iria

CENSURADO AGAIN disse...

aliás é risivel uma ex colonia decadente feita com o lixo da europa controlando a europa a que ponto se chegou

CENSURADO AGAIN disse...

*lixo social

CENSURADO AGAIN disse...

outra a europa não tem problemas do merdil ou seja se vc visse a criminalidade do merdil ate vc ia pedir sharia ou vc acha que os países verdes do leste não aparecem na lista por que?por que la tem aquela lei da mãozinha

CENSURADO AGAIN disse...

obvio a sharia é incompativel com o resto mas ha trechos dela que parece solução a muitos problemas então fica-se no dilema pois a parte ruim dela destroi a boa?

CENSURADO AGAIN disse...

acho que o principal problema com a sharia é a desproporção mas num deserto caotico e pos rotas daqueles não é dificil imaginar o por que

CENSURADO AGAIN disse...

veja que os sirios voltaram pra siria e disseram que o cone sul era ruim porra o cone sul perto do merdil ainda é menos pior

CENSURADO AGAIN disse...

a lista diz tudo o oso mainland é só pros espartanos se até os sirios preferem voltar na zona menos pior ja diz tudo

CENSURADO AGAIN disse...

isso é uma selva ao mesmo tempo que tem o maior pib per capita e idh do decimo mundo é tambem o mais caotico deles pois ca não tem sharia como no leste obvio não computei os congos pois ali muita coisa é tida como normal e nos outros locais seriam tidos como hediondos

CENSURADO AGAIN disse...

foi mal pelo excesso de posts se quiser pode só aprovar o que queira ainda faltou muito a dizer sobre isso mas nem eu tenho mais tempo pra ficar ca

Afonso de Portugal disse...

Censurado Novamente disse...
«aliás é risivel uma ex colonia decadente feita com o lixo da europa controlando a europa a que ponto se chegou»

Não sei se eles ainda são o lixo da Europa. Ou melhor, até podem ser, mas os europeus poderão já não ser o que eram.

A primeira e a segunda Grandes Guerras mataram muita gente de valor no Velho Continente. Desconfio cada vez mais que, em geral, os europeus mais submissos foram aqueles que melhor sobreviveram a esses conflitos... e nós, europeus actuais, somos a sua patética descendênia.

Junte a isso décadas de engenharia social agressiva e... voilá!... ficámos com um continente inteiro cheio de merdosos submissos. Estou a falar em termos gerais, evidentemente, há europeus de valor. Mas quase não se vêem...


«outra a europa não tem problemas do merdil ou seja se vc visse a criminalidade do merdil ate vc ia pedir sharia ou vc acha que os países verdes do leste não aparecem na lista por que?por que la tem aquela lei da mãozinha»

O problema é que a Chária é submissão, é covardia, é derrota! Como escreveu Benjamin Franklin, «aqueles que estão dispostos a trocar liberdade por segurança não merecem nem liberdade nem segurança». Não é por acaso que os países do Médio Oriente só produzem petróleo, Caps. A Chária mata tudo, mata a paixão, mata a criatividade, mata o desejo de criar um mundo melhor!


CENSURADO AGAIN disse...

e fomentar a mestiçagem!

14 de maio de 2017 às 22:43

isso não começa com a era islamica da pos modernidade os arquitetos repteis que usam os muslos para completar seu serviço assim omite certos alogenos

CENSURADO AGAIN disse...

A primeira e a segunda Grandes Guerras mataram muita gente de valor no Velho Continente. Desconfio cada vez mais que, em geral, os europeus mais submissos foram aqueles que melhor sobreviveram a esses conflitos... e nós, europeus actuais, somos a sua patética descendênia.

Junte a isso décadas de engenharia social agressiva e... voilá!... ficámos com um continente inteiro cheio de merdosos submissos. Estou a falar em termos gerais, evidentemente, há europeus de valor. Mas quase não se vêem...

sim as guerras tem efeito disgenico e as guerras da europa foram as maiores ja vistas os decentes foram pro front só ficou o lixo os eua sofreram menos com esse efeito pela distancia

CENSURADO AGAIN disse...

que triste então quer dizer que o banco de gens europeu menos pior ta fora?

CENSURADO AGAIN disse...

o tosco é que os congos inteiros nunca se destacaram metade ou fração de meia duzia de cotistas americanos sustentados pelos brancos

CENSURADO AGAIN disse...

de tão grandioso que é o ultramar mor do oeste

CENSURADO AGAIN disse...

ate o lixo de la tem mais visibilidade que a nata com aspas do resto

CENSURADO AGAIN disse...

15 de maio de 2017 às 17:53

acontece que doi na alma afonso ver suas ruas que ja foram das mais seguras em muitas capitais estão hoje tomadas pelo lixo

CENSURADO AGAIN disse...

é como vc diz nós minimizamos meca por que estamos mais longe vcs minimizam detroits por que idem

Afonso de Portugal disse...

«isso não começa com a era islamica da pos modernidade os arquitetos repteis que usam os muslos para completar seu serviço assim omite certos alogenos »

Não começa com a era islâmica mas agrava-se claramente com a era islâmica. O Islão não impôs restrições raciais aos povos conquistados. Pelo contrário, aqueles que na península Arábica, no Médio Oriente, na Ásia e na Europa aceitaram coverter-se ao Islão, passaram a ser muçulmanos de pleno direito. E isto para não mencionar a escravatura que ainda hoje persiste no mundo islâmico e que foi e continua a ser um dos principais veículos de mestiçagem.


«que triste então quer dizer que o banco de gens europeu menos pior ta fora?»

É difícil sabermos com certeza porque é preciso que sejam criadas as condições certas para que europeus e americanos sejam novamente testados. Aquilo que me parece é que na América, tanto a Norte como a Sul, houve comunidades brancas que se mantiveram fortes e coesas, enquanto na Europa todo o continente foi "domesticado", pelo menos na metade Ocidental. A questão agora é saber se há condições para a grandeza dos europeus voltar a sobressair ou se, pelo contrário, a "domesticação" foi permanente.


«acontece que doi na alma afonso ver suas ruas que ja foram das mais seguras em muitas capitais estão hoje tomadas pelo lixo»

Bem, quando eu era guri não tinha praticamente alógenos a Norte de Portugal. Para você ver, eu já tinha 10 anos quando vi um preto pela primeira vez. Mas hoje, Portugal tem pretos até em algumas aldeias remotas do interior, muitos deles com mulheres brancas e descendência mestiça. Portanto, sim, eu sei como você se sente...


«é como vc diz nós minimizamos meca por que estamos mais longe vcs minimizam detroits por que idem»

É provável. Mas o grande problema do Nacionalismo são aqueles que insistem em não falar nem em Mecas nem em Detroits, apenas de coisas que são invisíveis ou pouco claras para o povo...