segunda-feira, 29 de maio de 2017

Prémios Darwin de 2017: Martyn Hett


      Este totózinho "bem-pensante" chama-se, ou melhor, chamava-se Martyn Hett. Era uma espécie de "bichona de estimação" do esquerdalho britânico no Twitter e o típico representante da elite ocidental: cosmopolita, multiculturalista e militantemente universalista. Como tal, Hett era um relativista moral repugnante e um islamófilo descarado do mais mentiroso que pode haver. Felizmente, o karma raramente falha ou, como dizem algumas pessoas por aqui, "Deus escreve direito por linhas tortas"...





______________________
Outros Prémios Darwin:

Xavier Juguelé, Prémio Darwin de 2017
Malachi Hamphill, Prémio Darwin de 2017!
Pippa Bacca, Prémio Darwin de 2008

Sem comentários: