quinta-feira, 11 de maio de 2017

O Tommy Robinson foi detido hoje às 4 da manhã por denunciar os crimes do Islão no Reino Unido!


     A hora a que se deu a detenção (4 da manhã) e a forma como se deu (a polícia inglesa entrou em casa do Tommy a meio da noite) mostram-nos que estamos perante uma clara tentativa de intimidação! O Reino Unido está a tentar calar o Sr. Robinson de uma forma verdadeiramente orwelliana, numa altura em que ele estava não só a denunciar cada vez mais o crime muçulmano, como também a organizar protestos de rua e petições para chamar a atenção para as vítimas dos gangues pedófilos muçulmanos.

O Sr. Robinson acabou por ser libertado sob fiança, cerca de 12 h mais tarde. O tribunal impôs-lhe silêncio absoluto acerca dos motivos e dos detalhes da sua detenção. É assim que estão a democracia e a libderdade de expressão  no país da Magna Carta!!!



4 comentários:

RAMIRO LOPES ANDRADE disse...

Caro Afonso

Delito de opinião ...... isto vai chegar a Portugal.
Eu não me calo, quero ver tentarem fazer isto comigo.
Palhaços maçons de merda.
Vejo um futuro negro na Europa ..... nos preparemos para o pior !!!!!
Abraços
Ramiro

Afonso de Portugal disse...

«Delito de opinião ...... isto vai chegar a Portugal.»

É verdade, caro RLA! Isto da liberdade de expressão é uma coisa muito bonita, mas logo que alguém diz umas verdades, transforma-se num criminoso!


«Eu não me calo, quero ver tentarem fazer isto comigo.»

No Reino Unido a situação é muito complicada porque as prisões estão cheias de muçulmanos. Houve um homem que foi preso há uns meses por ter colocado bacon numa mesquita e acabou por ser assassinado por muçulmanos na prisão. O próprio Tommy Robinson esteve muito perto de ser assassinado quando esteve preso há uns anos atrás... só se safou porque foi avisado por um guarda!


«Vejo um futuro negro na Europa ..... nos preparemos para o pior !!!!!»

Os Anonymous divulgaram hoje um comunicado sobre a necessidade de nos prepararmos para uma grande guerra. Normalmente não dou grande valor a estes avisos, mas a verdade é que eles têm vindo a acumular-se ao longo dos anos...

Abraços!

Raghnar disse...

Portugal tem algumas especificidades, a censura e repressão são feitas de forma mais suave, mas o Professor Nogueira Pinto foi impedido de falar há pouco tempo, sem grande indignação e perante a passividade e o habitual palavreado oco de Marcelinho. Também, por exemplo, um cidadão foi processado judicialmente por mandar Cavaco trabalhar durante um evento, enquanto outro chamou-o palhaço na televisão, em pleno horário nobre, e saiu impune. Só uns exemplos da "democracia" à portuguesa...

Quanto ao Tommy, merece todo o respeito e solidariedade, mais uma evidência de que a iminvasão é promovida pela pior escória humana e dos perversos objectivos subjacente à mesma. Ganhou a minha admiração com a palestra que deu no Oxford Union, em que se notou ter conseguido obter o respeito de pelo menos uma parte da plateia, na sua maioria jovens liberalóidezinhos formatados na tradição de John Ruskin, um dos ideólogos do globalismo. Para quem não viu, aconselho tanto a palestra como a sessão de P&R que se seguiu, um desempenho brilhante do Tommy Robinson, o"miúdo do bairro".

Sinais preocupantes mas que também revelam o incómodo que começam a sentir as elites com as vozes, cada vez mais sonoras, do sentimento nacionalista. Para lhe fazerem isto, é que começa a morder calcanhares...

Afonso de Portugal disse...

Ainda não vi essa palestra na Oxford Union, vou ver se a encontro!

Mas já há muito tempo que eu admiro profundamente o Sr. Lennon (o verdadeiro nome do Tommy Robinson é Stephen Yaxley-Lennon). Aliás, ele é a prova-viva de que a falta de eloquência e de experiência política nunca devem impedir as pessoas de expôr a verdade... e eu admiro muito isso! Ao longo da minha vida, conheci inúmeras pessoas que considero inteligentes, algumas mesmo muito inteligentes, desde professores universitários a emrpresários de sucesso... mas, em geral, tenho muito pouco respeito por eles, porque não têm aquilo que o Tommy tem: a coragem de um leão! E a verdade é que a inteligência sem coragem não serve de nada, ou serve de pouco, sobretudo quando se trata de fazer avançar a sociedade.

Quantos de nós resistiríamos àquilo que o Tommy passou? Ser preso várias vezes ao longo dos anos, sobreviver a uma tentativa de homicídio na prisão, ser alvo de intimidação e ameaças constante e, mesmo assim, não desistir de dar a cara pelas suas convicções?...

Não foi certamente por culpa dos homens como o Tommy que a Europa chegou a este estado. Foi sim por culpa dos vigaristas que nos convenceram da sua competência enquanto nos vendiam... e sobretudo, por culpa de nós, europeus, que continuamos a deixar-nos vigarizar pelos Macrons, Merkels, Ruttes e afins...