domingo, 7 de maio de 2017

Islão na Nigéria: governo troca terroristas presos por raparigas raptadas

 
De vez em quando convém olharmos para a evolução do cancro islâmico em África, uma vez que o que se passar no "continente negro" tenderá a afectar cada vez mais a Europa:

«O Governo da Nigéria admitiu hoje que a libertação das 82 raparigas raptadas há três anos pelo grupo extremista Boko Haram [que pode ser traduzido como "a educação ocidental é proibida" ou "o Oeste é proibido"], foi feita em troca da libertação de alguns membros do grupo terrorista que estavam detidos. O anúncio é a primeira confirmação oficial que o Governo nigeriano faz de qualquer troca feita durante os meses de negociações com o Boko Haram.


Depois da libertação negociada de 21 raparigas de Chibok em Outubro, o Governo negou que tivesse pago um resgate ou libertado alguns dos membros do grupo extremista em troca das raparigas. A declaração de hoje do Governo da Nigéria, citada pela agência de notícias Associated Press (AP), acrescenta que está previsto o encontro das 82 raparigas libertadas com o presidente Muhammadu Buhari no domingo Soles, na capital da Nigéria, Abuja.
 
No passado mês de Abril cumpriram-se três anos sobre o rapto de 276 raparigas pelos terroristas islâmicos do Boko Haram, relatado pelos meios de comunicação do mundo inteiro. Depois do rapto, 57 conseguiram fugir e, em Outubro de 2016, com a intervenção da Cruz Vermelha, os terroristas libertaram 21, altura em que o porta-voz da presidência nigeriana afirmou que a libertação de mais 83 jovens estaria para breve. As alunas do liceu de Chibok tornaram-se um símbolo de dezenas de milhares de pessoas ainda retidas pelo Boko Haram, que usa os raptos em massa para recrutar extremistas.»

Agora há pelo menos três coisas que falta esclarecer: (1) quantas vezes foram violadas estas raparigas ao longo dos últimos anos; (2) quantos filhos dos terroristas deram à luz; e (3) o que farão os terroristas que foram libertados pelo governo...

____________
Ver também:

Na Nigéria: o "praticamente acabado" Boko Haram mata pelo menos 50
Na Nigéria: mais um episódio bem ilustrativo da barbárie islâmica
Maravilhas do Islão (XXII): nigeriano deixa viúvas 130 mulheres, algumas grávidas!
Maravilhas do Islão (III): extremistas islâmicos matam 71 cristãos na Nigéria

2 comentários:

Lura do Grilo disse...

"bring back our girls" da Obama está neste estado.

Afonso de Portugal disse...

Xiiii, já nem me lembrava dessa! Também pudera, o slogan foi "muito giro" na altura, mas depois nunca teve utilidade para avançar nenhuma causa política, pelo que caiu no esquecimento...