quinta-feira, 11 de maio de 2017

Inglesa queimada com ácido em Portimão já tinha sido ameaçada na Madeira


     Actualização deste caso que vos trouxe aqui ontem. O Correio Manhoso publicou fotos da vítima, mas não fotos do agressor. No vídeo em baixo, diz-se que o covarde é português, mas poderá ter sido contratado para cometer o crime. Agora resta saber se o atacante era mesmo português ou "português"...

O agressor tinha como objetivo desfigurar a cara da mulher, o que mais uma vez aponta para um crime de "honra". Felizmente, não o terá conseguido. A vítima sofreu queimaduras nos braços, estômago e pernas. Relembro os meus leitores que o ácido usado era tão forte que os três militares da GNR que tomaram conta da ocorrência tiveram de ser assistidos devido a problemas respiratórios!

Sem comentários: