sexta-feira, 5 de maio de 2017

E em França, continua a dança (6)


«A polícia francesa deteve um homem que estava a ser seguido por suspeitas de radicalização islâmica junto a uma base militar da Força Aérea em Evreux, na França, a cerca de 100 km a Oeste de Paris. Trata-se de um ex-militar francês de 34 anos [francês pu "francês"?]

O suspeito deixou o carro estacionado junto ao quartel na noite de quinta Joves para sexta-feira Vernes, com as chaves na ignição. Ao aperceber-se da presença do carro, os militares avisaram a polícia, que montou uma operação de vigilância e deteve o suspeito quando este regressou ao carro, várias horas depois.»

"Alá é o maior! Morte aos infiéis! O Islão vai dominar o mundo!
A minha barba parece um amontoado de pêlos púbicos!"

«Segundo a televisão RTL, as autoridades encontraram um invólucro de bala e um exemplar do Corão - o livro sagrado dos muçulmanos - dentro do carro. Ali perto, foram encontrados uma espingarda, dois revólveres e munições", deixados num matagal próximo daquela base aérea.

O homem foi detido para interrogatório. Era monitorizado pelos serviços de segurança, suspeitando-se que tenha aderido a movimentos radicais islâmicos. O ex-militar, considerado como tendo um "perfil psicológico muito instável", era objecto de apertada vigilância desde 2014 devido à sua radicalização islamista.

A polícia suspeita de que o indivíduo pudesse estar a estudar o local para preparar um eventual ataque terrorista contra a base militar. O caso está a ser investigado por uma unidade antiterrorista.»

Isto não deve ser grave, porque os franciús vão votar no novo Hollande, o gerontófilo Nelinho Morcon.

____________
Ver também:

E em França, continua a dança (5)...
3VVP (41): da islamização da Europa
O Paul Joseph Watson comenta as eleições francesas

Sem comentários: