sexta-feira, 19 de maio de 2017

Como a Esquerda leva a água ao seu moinho...


     Este vídeo está bastante engraçado e ilustra bastante bem a forma como a esquerda opera: passo a passo, progressivamente, desde a retórica até às acções. Por exemplo, tempos houve aqui em Portugal em que a esquerda não defendia abertamente o "casamento" homossexual; os esquerdistas diziam apenas que os homossexuais tinham direito a amar quem quisessem e não deviam ser perseguidos por isso. 

Mas, à medida que os anos passaram e a censura pública aos gueis se foi atenuando (graças á acção continuada do marxismo cultural), o discurso da Esquerda foi mudando progressivamente, com o "casamento" panisga a passar a ser defendido abertamente. Nessa altura, a adopção por parte de "casais" homossexuais estava fora de questão. Um dos "nossos" primeiros-ministros -do Partido Socialista- chegou até a dizer, ainda nem há 20 anos, que a adopção por parte de "casais" homossexuais era "tema de conversas do foro da psiquiatria".

Mas os anos continuaram a passar, e o "casamento" guei acabou mesmo por ser legalizado... e pouco mais tarde, também a adopção por parte dos "casais" homossexuais. Moral da história? A Esquerda triunfa porque trabalha em pequenos passos. "Dividir para conquistar", como disse o Napoleão ou, se preferirem, "devagar, que tenho pressa", como diz o nosso povo... infelizmente, a Direita -e aqui incluo os nacionalistas- ainda não conseguiu perceber que é assim -e só assim!- que se leva a água ao nosso moinho de uma forma consequente.

Sem comentários: