sábado, 4 de março de 2017

Mais um português assassinado na Venezuela (8)


«Uma comerciante luso-venezuelana de 34 anos foi assassinada na tarde de sexta-feira Vernes (noite em Lisboa) por desconhecidos armados, no Estado de Arágua, 80 quilómetros a leste de Caracas, avançaram hoje à agência Lusa fontes da comunidade portuguesa local.»

A lojinha de bebidas onde foi assassinada a Doris Fernandes.

«Segundo fontes policiais, Doris Fernandes foi morta a tiro quando estava a trabalhar na loja de bebidas alcoólicas dos pais, localizada em El Consejo, no Estado de Arágua.

Segundo a imprensa local, na zona tem havido denúncias de que grupos de criminosos têm pressionado os comerciantes a pagar subornos para que não sejam assaltados e sequestrados.

Anualmente, mais de 18 mil pessoas são assassinadas na Venezuela, país onde residem, segundo fontes oficiais, 400 mil portugueses, mas a comunidade afirma que são mais de 1,5 milhões, incluindo os luso-descendentes. Trata-se de um problema generalizado, que tem levado as autoridades a implementar vários programas para combater a criminalidade.»

____________
Ver também:

Mais um português assassinado na Venezuela (7) 
Mais um português assassinado na Venezuela (6) 
Mais um português assassinado na Venezuela (5)
Mais um português assassinado na Venezuela (4)
Mais um português assassinado na Venezuela (3)
Mais um português assassinado na Venezuela (2)
Mais um português assassinado na Venezuela
Maravilhas do socialismo posto em prática...
As cidades mais violentas do mundo em 2015
Pérolas do comunismo: Maduro pede às venezuelanas que usem o secador de cabelo menos vezes
Amnistia Internacional denuncia repressão letal contra manifestantes venezuelanos
É curioso... estes também são náufragos, mas não são refugiados!
Porcos imperialistas!...
O lugar ideal para o esquerdalho... 

45 comentários:

Leitora disse...

Tenho impressão que os portugueses gostam mais de lugares quentes e com escuros quando migram! Aqui no Brasil, que eu saiba, tem comunidade portuguesa em Recife e no Rio de Chiqueiro! Dois "polos de escuridão".
Acho que não tem nenhuma na Região Sul, será que tem alguma no Uruguai ou na Argentina ? Se tem deve ser minúscula comparada com essa da Venezuela. Apenas não consigo compreender pq alguém imigraria pra Venezuela.

Afonso de Portugal disse...

Bem, de acordo com estatísticas de 2011, os países com maior número de portugueses emigrados são a França (580 mil), os EUA (166 mil) e a Suíça (164 mil). Seguem-se o Canadá (150 mil), a Espanha (146 mil), o Brasil (140 mil) e o Reino Unido (84 mil), que tem sido o destino preferido dos portugueses nos últimos anos. O Brexit poderá vir a acabar com isso. A Venezuela vem a seguir (53 mil), seguida pelo pequeno Luxemburgo (41 mil).

Nos últimos anos surgiram novas tendências na emigração portuguesa, com uma quantidade significativa de portugueses a procurar destinos como Angola, Alemanha e Moçambique.

Julgo que a emigração portuguesa para o Urugai e para a Argentina deverá ser residual, mas não conheço dados sobre o assunto.

Afonso de Portugal disse...

Uma coisa é certa: os emigrantes portugueses parecem preferir grandes centros urbanos, tanto no primeiro, quanto no segundo e terceiro mundos. E é certo que a "riqueza" multicultural e multirracial das grandes metrópoles é incontornável!

Leitora disse...

Mas não compreendi, residem 400 mil portugueses, que seriam mais de 1 milhão, mas na verdade são só 53 mil considerados imigrantes ?

Leitora disse...

aah, os 53 mil referem-se só a 2011 ou em certa data de certo. Mas isso em partes deve ser prejudicial a Portugal, ou não.. são muitos imigrantes indo embora todo ano !

Afonso de Portugal disse...

Hum... eu não reparei mas, mais à frente, a notícia diz que os tais 53 mil são o número de residentes nascidos em Portugal que estavam vivendo na Venezuela em 2001. O artigo utilza números de vários anos, 2001, 2005, 2011... é uma grande confusão!

Mesmo assim, parece-me pouco. Desconfio que os tais 400 mil actuais incluem muitos portugueses com dupla nacionalidade que, provavelmente, não contam como portugueses emigrados nas estatísticas oficiais.

O problema das estatísticas é que cada entidade usa um critério diferente para contabiliziar os números. Pior do que isso, o critério usado nem sempre é claro na hora de divulgação das estatísticas.

Quanto ao número de portugueses que sai de Portugal todos os anos, você pode ver neste gráfico que, entre 2010 e 2014, ele oscilou entre os 70 mil e os 110 mil por ano. Este nível (110 mil emigrantes/ano) manteve-se em 2015.

Ou seja, só entre 2010 e 2015, abandonaram Portugal 575 mil pessoas! No entanto, o saldo populacional manteve-se praticamente inalterado, de 10,6 M habitantes em 2010, para 10,3 M em 2017. O que isso significa? Que, conforme eu denunciei aqui, os imigrantes estrangeiros estão substituindo os portugueses.

CENSURADO AGAIN disse...

comunidade portuguesa em Recife e no Rio de Chiqueiro

mas a morte do portugues incendiado vivo foi em sp idem do filho de tugas morto em sp

CENSURADO AGAIN disse...

a imigração portuguesa tardia se concentrou em recife e rj em recife ha o hospital portugues

CENSURADO AGAIN disse...

não vão pro sul por que o sul concentrou outros europeus o portugues sempre foi mais assimilavel no resto por seculos

CENSURADO AGAIN disse...

ate o tuga antonio nunes do panico era casado com uma cearense e morava na costa norte

CENSURADO AGAIN disse...

o censo historico tambem

diz que pela

similaridade cultural o

portugues sempre foi o

estrangeiro que sempre

foi mais absorvido que

os outros ja na primeira

geração se casava com

brasileiros indice bem

maior que os outros

ate eu descendo de levas

tardias não apenas

antigas

CENSURADO AGAIN disse...

Angola e Moçambique.

nuss

CENSURADO AGAIN disse...

rj é bem mais nigger que pe so perde pra ba mas recife no saliente é a pior e na costa leste do ne so perde pra ba

CENSURADO AGAIN disse...

veja mais de 10 estados que aparecem com mais niggers que pernambuco e sabemos que onde ha mais niggers os mestiços tendem a ter mais sangue nggr

Distribuição percentual, por cor ou raça (%) nas Unidades da Federação
Unidade federativa População branca População preta População parda População amarela ou indígena
Bahia Bahia 23,0 16,8 59,8 0,3
Rio de Janeiro 55,1 11,8 30,1 1,0
Minas Gerais 48,1 9,1 41,2 0,3
Mato Grosso 41,9 8,8 48,0 1,3
Espírito Santo 45,2 8,1 44,3 0,6
Rondônia 34,1 7,0 58,0 0,9
Amapá 26,2 6,6 66,9 0,3
Maranhão 23,9 6,6 68,6 0,9
Goiás 47.9 6.5 45.3 0,3
Roraima 30,4 6,1 61,6 1,9
Piauí 24,1 5,9 69,9 0,0

CENSURADO AGAIN disse...

Distribuição percentual, por cor ou raça (%) nas Unidades da Federação
Unidade federativa População branca População preta População parda População amarela ou indígena
Amazonas 24,9 0,7 74,2 0,2
Ceará 34,0 0,7 67,1 0,2
Santa Catarina 85,2 2,1 12,1 0,6
Acre 31,9 2,7 64,7 0,6
Paraná 71,4 2,8 24,5 1,3
Sergipe 31,8 2,9 65,1 0,2
Pará Pará 27,9 3,0 68,6 0,4
Distrito Federal 52,1 3,8 42,8 0,7
Rio Grande do Sul 81,4 3,9 14,2 0,5
Alagoas 27,8 4,3 67,7 0,2
Rio Grande do Norte 38,3 4,4 57,2 0,0
São Paulo 64,2 4,6 29,8 1,4
Tocantins 29,2 4,7 65,8 0,3
Mato Grosso do Sul 49,6 4,9 43,9 1,6
Paraíba 36,4 4,9 58,4 0,3

e esses os top 15 estados menos niggers que pe

CENSURADO AGAIN disse...

Distribuição percentual, por cor ou raça (%) nas Unidades da Federação
Unidade federativa População branca População preta População parda População amarela ou indígena
Santa Catarina 85,2 2,1 12,1 0,6
Rio Grande do Sul 81,4 3,9 14,2 0,5
Paraná 71,4 2,8 24,5 1,3
São Paulo 64,2 4,6 29,8 1,4
Rio de Janeiro 55,1 11,8 30,1 1,0
Distrito Federal 52,1 3,8 42,8 0,7
Mato Grosso do Sul 49,6 4,9 43,9 1,6
Minas Gerais 48,1 9,1 41,2 0,3
Goiás 47.9 6.5 45.3 0,3
Espírito Santo 45,2 8,1 44,3 0,6
Mato Grosso 41,9 8,8 48,0 1,3
Rio Grande do Norte 38,3 4,4 57,2 0,0
Pernambuco 36,6 5,4 56,9 1,0
Paraíba 36,4 4,9 58,4 0,3

e esses os 14 com mais sangue ocidental

CENSURADO AGAIN disse...

Distribuição percentual, por cor ou raça (%) nas Unidades da Federação
Unidade federativa População branca População preta População parda População amarela ou indígena
Santa Catarina 85,2 2,1 12,1 0,6
Rio Grande do Sul 81,4 3,9 14,2 0,5
Paraná 71,4 2,8 24,5 1,3
São Paulo 64,2 4,6 29,8 1,4
Rio de Janeiro 55,1 11,8 30,1 1,0
Minas Gerais 48,1 9,1 41,2 0,3
Distrito Federal 52,1 3,8 42,8 0,7
Mato Grosso do Sul 49,6 4,9 43,9 1,6
Espírito Santo 45,2 8,1 44,3 0,6
Goiás 47.9 6.5 45.3 0,3
Mato Grosso 41,9 8,8 48,0 1,3
Pernambuco 36,6 5,4 56,9 1,0
Rio Grande do Norte 38,3 4,4 57,2 0,0
Rondônia 34,1 7,0 58,0 0,9
Paraíba 36,4 4,9 58,4 0,3

os 15 com miscigenação abaixo da media do resto

CENSURADO AGAIN disse...

Distribuição percentual, por cor ou raça (%) nas Unidades da Federação
Unidade federativa População branca População preta População parda População amarela ou indígena
Rio Grande do Norte 38,3 4,4 57,2 0,0
Piauí 24,1 5,9 69,9 0,0
Sergipe 31,8 2,9 65,1 0,2
Ceará 34,0 0,7 67,1 0,2
Alagoas 27,8 4,3 67,7 0,2
Amazonas 24,9 0,7 74,2 0,2
Minas Gerais 48,1 9,1 41,2 0,3
Goiás 47.9 6.5 45.3 0,3
Paraíba 36,4 4,9 58,4 0,3

os 9 com menos imigração asiatica e remanescentes nativos lembrar que ha locais que tem muitos pseudo nativos ja não tão puros tipo uns azambados

CENSURADO AGAIN disse...

4 de março de 2017 às 18:42

prova que vão atras de economia pib por km2

CENSURADO AGAIN disse...

grana arriscada locais que eles tem renda acima da media comerciantes gringos visados

CENSURADO AGAIN disse...

se quisesse ser peão nos eua podia ate ser mais rentavel mas tuga sempre teve vocação pro comercio no passado vide a guerra dos mascates

CENSURADO AGAIN disse...

sim se todo ano um em cem tugas se vão e continua em 10 mi ja ta dito tuga vai morrer no quinto mundo quinto mundo vai pra ganhar em euros na ue

CENSURADO AGAIN disse...

é uma troca bem desvantajosa

Lura do Grilo disse...

Tenho familiares em Venezuela. Um deles vais sair para a Argentina. Os outros são demasiado velhos mas ponderam abandonar. è um inferno para quem lá vive ... é um paraíso para o PCP e BE.

Rick disse...

Haverá também que perceber quantos desses emigrantes "portugueses" são portugueses.
Há um movimento migratório conhecido, que não pode ser referido e quantificado para não ofender as esquerdas e organismos que vivem das descriminações e da ignorância do público, de angolanos, moçambicanos e cabo verdianos que entram em Portugal todos os anos e que adquirem rapidamente passaporte, já com a intenção deliberada de se mudar para os países do norte da europa e RU.
Conheço pessoalmente muitos e acredito que têm relevância estatística.

Afonso de Portugal disse...

Censurado Again disse...

Veja bem, Caps, você deixou aqui 17 comentários seguidos! >:( Depois você fica chateado quando eu chamo você de Loucão! :|


«prova que vão atras de economia pib por km2»

Exactamente. Aliás, esse é o critério da esmagadora maioria dos imigrantes e é também por isso que as cidades com muita imigração tendem a ser um inferno para a classe média. Já agora, qual é a fonte desses dados? A que ano correspondem?


Lura do Grilo disse...

«Tenho familiares em Venezuela. Um deles vais sair para a Argentina. Os outros são demasiado velhos mas ponderam abandonar. è um inferno para quem lá vive ... é um paraíso para o PCP e BE.»

Eu não entendo como é que ainda há tantos portugueses a viver lá! Como é possível trocar Portugal por aquele inferno? Mal por mal, ao menos aqui ainda há segurança e serviços mínimos...


Rick disse...

«Haverá também que perceber quantos desses emigrantes "portugueses" são portugueses.»

Essa é de facto uma questão deveras pertinente. Como o caro Rick bem salientou, Portugal é usado como porta de entrada no Espaço Schengen pelos imigrantes da "lusofonia vibrante". O problema é que, a partir do momento em que adquirem a nacionalidade portuguesa, as estatísticas oficiais passam a contabilizá-los como portugueses de facto, mesmo que não o sejam. É por isso que é muito difícil saber ao certo quantos portugueses estamos efectivamente a perder todos os anos.


«Conheço pessoalmente muitos e acredito que têm relevância estatística.»

Sim, eu só conheço dois casos desses (eu evito relacionar-me com alógenos a menos que nao tenha alternativa) mas, a avaliar pelos casos que vão surgindo nos jornais de "portugueses" que cometem crimes lá fora, o fenómeno terá certamente importância. É por essas e por outras que as estatísticas por entia fazem muita falta, por mais que os ditadores do politicamente correcto nos digam o contrário.

CENSURADO AGAIN disse...

Turista argentina é baleada no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa
Jornal O Globo-27/02/2017
Rio - Quatro turistas, sendo um casal de argentinos e um casal espanhol, entraram de carro, por engano, no Morro dos Prazeres, em Santa ...
Turista argentina baleada ao entrar por engano em favela do Rio ...
Globo.com-28/02/2017
Turista argentina é baleada ao entrar por engano em morro do RJ
Metrópoles-28/02/2017
Turista argentina baleada em Santa Teresa, no Rio, está em estado ...
Folha de S.Paulo-28/02/2017
Turista argentina baleada ao entrar por engano no Morro dos ...
R7-28/02/2017
Turista argentina baleada ao entrar no Morro dos Prazeres está em ...
Fonte local-O Dia Online-28/02/2017

CENSURADO AGAIN disse...

e teve caso de portugueses matando europeus ca em negociatas na costa norte um tuga no tuga no saliente um tuga nos finlandeses que queriam comprar terrenos num trecho da costa acima da media

CENSURADO AGAIN disse...

a imigração portuguesa tardia se concentrou em recife e rj em recife ha o hospital portugues

5 de março de 2017 às 01:13 Eliminar

lembrar que por séculos idem vide a guerra dos mascates entre portugueses e luso brasileiros

CENSURADO AGAIN disse...

5 de março de 2017 às 01:18 Eliminar

machado de assiz tambem era filho de tuga com sabe-se la que proporção de alogeno no rj

CENSURADO AGAIN disse...

Veja bem, Caps, você deixou aqui 17 comentários seguidos! >:( Depois você fica chateado quando eu chamo você de Loucão!

desculpe o anonimo falou sim a verdade mas omitiu outras

CENSURADO AGAIN disse...

qual é a fonte desses dados? A que ano correspondem?

os raciais?do ibge

CENSURADO AGAIN disse...

devem ser do ultimo censo os intervalos geralmente são de uma decada nos anos terminados em 0 padrão decenial

CENSURADO AGAIN disse...

Eu não entendo como é que ainda há tantos portugueses a viver lá! Como é possível trocar Portugal por aquele inferno? Mal por mal, ao menos aqui ainda há segurança e serviços mínimos...

realmente ali falta até papel higienico e ta pior que o merdil em criminalidade proporcional

CENSURADO AGAIN disse...

veja que ta tão feia a coisa ali que pra eles roraima é um paraiso pro brasil roraima mal existe

CENSURADO AGAIN disse...

tinha um colombiano no face que se dizia de manaus será que era da selva de la e a area de influencia de manaus chega ali?se depender da fdn e farc putz merdil fail

CENSURADO AGAIN disse...

Portugal é usado como porta de entrada no Espaço Schengen

não só o passaporte tuga da direito a cidadania da ue ou seja mais facil entrar em países do nafta

CENSURADO AGAIN disse...

mesmo se vc não tem interesse na europa cheia de pakis e congos tem ainda os eua oceania do sul japão etc

CENSURADO AGAIN disse...

nova zelandia nem conta por que nem exige visto pra merdiba e australia considera merdiba como baixo risco

CENSURADO AGAIN disse...

obvio um país cheio de gangues daquela zona entre java e indochina sse da asia e australoides lotando as prisões os sudacas são residuais

CENSURADO AGAIN disse...

aliás alguem so emigra pra la no desespero ou se tiver perto como malaios etc por que ta bem longe do centro do mundo

CENSURADO AGAIN disse...

lusofonia vibrante

kk eu faço parte da lusofonia vibrante vivo enchendo o saco dos sites em varias linguas ja fui banido de metade dos de lingua inglesa tambem

CENSURADO AGAIN disse...

no do anglin me baniram so por que desmascarei ele a la direita

Afonso de Portugal disse...

CENSURADO AGAIN disse...
« Rio - Quatro turistas, sendo um casal de argentinos e um casal espanhol, entraram de carro, por engano, no Morro dos Prazeres....»

Ir na selva é perigoso! Eles deviam ter arrumado um guia! :P

A-24 disse...

Já foi um el dorado para os portugueses nos anos 50 e 60. Também tenho familiares lá e preocupa-me a situação. No entanto os meus familiares foram espertos, quando o ditador Chavez assaltou o poder, eles enviaram o dinheiro para Portugal e é por isso que ainda podem vir cá de 2 em 2 anos, mas até para isso têm de ir para o Brasil e viajar para cá porque a TAP deixou de voar para lá devido à retenção de moeda estrangeira no país e o facto do bolivar já não valer nada.