domingo, 5 de fevereiro de 2017

Paul Joseph Watson: «A verdade sobre a "cultura popular"»


   Voltando ao tópico do Marxismo Cultural, o grande Paul Joseph Watson (Infowars) mostra mais uma vez que percebe muito bem os conceitos detalhados no vídeo dos Portugueses Primeiro, algumas postas mais abaixo. A degradação da moral e dos costumes é um dos grandes objectivos da Teoria Crítica, porque sem um referencial ético e espiritual para a sexualidade e para a família, os números de casamentos e de filhos tendem a decair.

O Sr. Watson percebe este fenómeno e diz no vídeo: «Como vocês certamente notaram, nos últimos 20 anos, a "cultura popular" foi ficando cada vez mais vácua e obscena. É uma agressão râncida aos nossos sentidos. Porque é que a cultura popular se tornou tão forçada, plástica, vazia, sem significado, grotesca e inacreditavelmente idiótica?»

Os leitores assíduos deste blogue têm TODOS a obrigação de saber a resposta! E os que ainda não sabem, podem ver este vídeo e o outro vídeo dos Portugueses Primeiro, cujo postal contém o link para um terceiro vídeo sobre o Marxismo Cultural que eu próprio traduzi há já uns anos.

4 comentários:

Lura do Grilo disse...

Sem dúvida. Basta ver a cretinice das tardes de domingo, os reality shows, as piadinhas picantes, etc.

Afonso de Portugal disse...

Há umas semanas atrás, fui lanchar a casa de um casal de amigos, ambos com formação universitária. Para minha grande surpresa, estavam a ver um daqueles programas deprimentes com música pimba, piadas parolas e montes daquelas rubricas do género "ligue agora para o número tal e habilite-se a ganhar não sei quantos euros".

No início, ainda pensei que se tratasse de um "acidente de zapping", i.e. que alguém lá em casa tivesse andado a mudar os canais à procura de alguma coisa para ver, e que tivesse acabado naquele canal por acaso. Pura ilusão. Aquela porcaria ficou ligada o tempo todo, com a mulher sempre a ver. Foi bastante deprimente... mas deveras esclarecedor!

Dr. No disse...

Quem pediu um referencial ético e espiritual para a sexualidade e para a família?
O Estado dá:

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=ideologiadogenero

Afonso de Portugal disse...

Excelente iniciativa! Vou divulgar!