sábado, 25 de fevereiro de 2017

Os vídeos do Estrangeiro Zangado e do PJW sobre o Pridente Trump e a Suécia já foram legendados!


    Os vídeos do Estrangeiro Zangado e do Paul Joseph Watson sobre a polémica das declarações de Trump acerca da Suécia já foram legendados em português do Brasil. Deixo-os aqui:



15 comentários:

Leitora disse...

ajaja... tem ums brasileiros nao muito espertos com medo do islã.. aff.. eu troco a qualquer momento os escuros do Brasil por 50 milhões de islâmicos muçulmanos do Norte da África, Oriente Médio ou Ásia

Afonso de Portugal disse...

:| Sinceramente, cara Leitora, venha o diabo e escolha!

Leitora disse...

acho que não tem nem comparação... qual é o equivalente da Arábia Saudita, do Qatar ou dos Emirados Árabes na África Subsariaana? Qual dos povos exibe o melhor IDH, e etc.? Tem vários que são trabalhadores civilizados

A-24 disse...

Ambos os vídeos deveriam ser repercutidos em toda a média nacional e internacional. O fulano do primeiro vídeo é um herói, visto que ele próprio tem um refuggee background e não se acanha para falar sobre os que não merecem aquele solo, aliás e como ele bem diz, é por causa desses criminosos que os imigrantes honestos são mal tratados.

Bilder disse...

E esta noite há holywood/carnaval ,deixo este livro https://www.amazon.com/Hollywood-Hypocrites-Jason-Mattera/dp/1451625626

Anónimo disse...

Olhando só para os números, a Leitora é capaz de ter razão:

http://www.geocurrents.info/wp-content/uploads/2013/05/World-Murder-Rate-Geocurrents-Map.png

mas de facto, venha o diabo e escolha.

ass. Ruas Roupinho

João José Horta Nobre disse...

O Afonso já viu este lixo:

https://www.facebook.com/grunhodopnr/

Quem será o retardado mental que fez essa porcaria?

Bilder disse...

Não sei se conhece este site http://www.oneworldofnations.com/2017/02/active-comment-section-22-february-2017.html sugiro a leitura dos coments(além dos posts claro).

João José Horta Nobre disse...

O Afonso já tinha visto esta?:

https://curtasgrossas.blogspot.pt/2016/07/la-la-cardo.html

Afonso de Portugal disse...

Caros comentadores, em primeiro lugar, as minhas sinceras desculpas pelo tempo que demorei a publicar os vossos comentários, mas aproveitei este Carnaval para me armar em funcionário público (coisa que não sou) e fazer uma ponte! :P


Leitora disse...
«acho que não tem nem comparação... qual é o equivalente da Arábia Saudita, do Qatar ou dos Emirados Árabes na África Subsariaana? Qual dos povos exibe o melhor IDH, e etc.? Tem vários que são trabalhadores civilizados »

Sim, mas a cara Leitora repare: tudo o que já é mau em si próprio consegue piorar sob o Islão! Na Suécia, por exemplo, não são apenas os africanos que estão violando as nativas, são sobretudo médio orientais. Na Holanda, a maior parte dos problemas de segurança têm sido provocados por marroquinos, conforme Wilders bem observou. E, um pouco por toda a Europa, há inúmeros casos de brancos convertidos ao Islão que se tornam extremistas! A questão é que o imperativo de conquista islâmica é muito forte. A lavagem cerebral do islamismo é muito poderosa! Qualquer babaca desmiolado vira um assassino fanático muito facilmente! E olhe que quem passa pior sob o Islão são vocês, as mulheres!...


A-24 disse...
«O fulano do primeiro vídeo é um herói, visto que ele próprio tem um refuggee background e não se acanha para falar sobre os que não merecem aquele solo, aliás e como ele bem diz, é por causa desses criminosos que os imigrantes honestos são mal tratados.»

Para além de ter sido muçulmano! O Angry Foreigner é de longe o meu imigrante favorito. Todos os seus vídeos são verdadeiras gemas, mesmo aqueles que ele faz em sueco com legendas em inglês. E o facto de ele beber vinho tinto em vez de vodca ou cerveja só aumenta a minha admiração por ele! :)

Mas o que me mais me tem agradado sobre a Suécia nos últimos tempos é que há cada vez mais youtubers nativos a ganhar coragem e a denunciar que o rei vai nu!


Fuas Roupinho disse...
«Olhando só para os números, a Leitora é capaz de ter razão:

http://www.geocurrents.info/wp-content/uploads/2013/05/World-Murder-Rate-Geocurrents-Map.png
»

Sim, mas há um detalhe importante que tem de ser considerado: os muçulmanos tendem a ser mais agressivos para com os infiéis e, por isso mesmo, os países muçulmanos tendem a ser relativamente pacíficos, o que parece um paradoxo. Mas não é: a homogeneidade religiosa, associada ao autoritarismo teocrático fortemente repressivo dos governos islâmicos, só não mantém na linha aqueles que forem completamente degenerados.


João José Horta Nobre disse...
«Quem será o retardado mental que fez essa porcaria?»

Um Lá Lá Cardo... não necessariamente o Lá Lá Cardo, mas um do género dele. Eu nem sabia que era possível haver contas desse género no Fuçaslivro... julgava que era necessário fazer prova da nossa identidade para podermos ter uma conta!


«O Afonso já tinha visto esta?»

Sim, vi na altura... foi o canto de vitória dele. Só que depois os dois palermas que o tinham ajudado não se conseguiram conter e eu acabei por mudar de ideias.

Bilder disse...
«Não sei se conhece este site»

Não conhecia, caro Bilder, obrigado! Ainda estou em falta para consigo em relação aos blogues que prometi adicionar à "blogosfera relevante", mas prometo rectificar essa situação nos próximos dias!

CENSURADO AGAIN disse...

ah ta tava em caps foi mal so vi agora fui no lalacardo e meti spam nele tambem

Afonso de Portugal disse...

Ora aí está uma excelente ideia! :)

Bilder disse...

outro a não perder https://geopolitics.co/2017/03/01/covert-war-between-russia-and-khazarian-jewry/ e claro que nós todos na Europa estamos no meio disto.

CENSURADO AGAIN disse...

Blogger Afonso de Portugal disse...
Ora aí está uma excelente ideia! :)

2 de março de 2017 às 01:32

kk nem sei quem é ele só sei que no orkut os "justiceiros" diga-se gramscianos vinham nos perfis da gente e metia um monte de flood no formato de penis

João José Horta Nobre disse...

«julgava que era necessário fazer prova da nossa identidade para podermos ter uma conta!»

Na teoria sim, mas como todos sabemos, da teoria à prática vai uma grande distância...