quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Estatísticas do emprego no Reino Unido arrasam uma das grandes falácias pró-imigração


A falácia é a seguinte: «os imigrantes vêm fazer o que os europeus não querem.» Só que o exemplo que se segue mostra que não é assim. Neste caso em concreto, os imigrantes vêm é fazer o que os nativos já não podem, por razões de ordem demográfica!

«O número de trabalhadores britânicos empregados no Reino Unido está a diminuir, enquanto o número de imigrantes empregados está a aumentar.

As estatísticas mostram que, no último ano (2016) os britânicos perderam 120 mil empregos, enquanto os trabalhadores oriundos da UE (não-britânicos) ganharam 190 mil empregos e os imigrantes de fora da UE ganharam 240 mil empregos.»





Agora vem a parte verdadeiramente surreal: de acordo com a pessoa que compilou estes dados, a taxa de emprego dos britânicos aumentou! O que significa que, para se terem perdido 120 mil empregos, o número de trabalhadores britânicos na população activa diminuiu.

Ou seja, os imigrantes estão a ganhar mais empregos do que os britânicos não porque os brancos estejam a ser excluídos da força laboral, mas porque já não há britânicos suficientes para tomar os empregos disponíveis.

Mas não se preopcupem, caros leitores, que o genocídio branco (e muitos destes "britânicos" contabilizados já nem sequer são brancos) é apenas uma conspiração da "pavorosa extrema-direita"!

6 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Fake News!

O Afonso é um agente do Putin, pago para espalhar "Fake News" e enganar as pobres almas que precisam de informação "séria", "credível" e "correcta". Informação esta que apenas pode ser-lhe fornecida por entidades sérias como a CNN, a RTP ou a BBC, que como sabemos, são o farol da verdade e a luz da pureza informativa nesta épica luta contra o terror da Rússia e as trevas em que aquele pérfido Putin pretende mergulhar o Mundo.

E o Trump! Meu Deus! O Trump! Desse nem vou falar, não vá eu entrar em colapso mental só de pensar nos horrores e todas as "fake news" que esse homem muito mau anda a dizer.

Fake News!

Afonso de Portugal disse...

Ahahahahahaha... sim, eu confesso, fui apanhado, sou um agente pago pelo Putin!!! Já antes tinha sido um agente da CIA-Mossad, mas o Putin paga melhor e eu decidi que estava na altura de dar um salto na minha carreira profissional de desinformador! Infelizmente, o JJHN é demasiado esperto e apanhou-me! Maldição! Como é que eu vou explicar isto lá no Kremlin?!

Eu confesso: a verdade é que o Reino Unido não tem mais empregados alógenos, o que tem é mais empregados vibrantes e enriquecedores, que só trazem mais benefícios e maravilhas para o país! Eu é que ando aqui a tentar influenciar as eleições, pá, com estas fake news mirabolantes que, só por acaso, mas mesmo só por acaso, têm o defeito de também ser verdadeiras! :P

pvnam disse...

Os (anti-Trump) Fantoches das Multinacionais possuem uma mentalidade em tudo igual à dos esclavagistas:
i) para os esclavagistas: «é necessário escravos para salvar os investimentos feitos na indústria de construção de caravelas... então... vai-se arranjar escravos»;
ii) para os Fantoches das Multinacionais: «é necessário abundância de mão-de-obra servil para salvar os investimentos feitos nesta ou naquela actividade económica... então... vai-se arranjar abundância de mão-de-obra servil».
.
.
Estivessem os apoiantes de Tump armados de arcos e flechas... então os anti-Trump Fantoches das Multinacionais - psicopatas globalistas - aplicavam aos pró-Trump o mesmo 'tratamento' que foi aplicados aos índios nativos norteamericanos.

Afonso de Portugal disse...

pvnam disse...
«Os (anti-Trump) Fantoches das Multinacionais possuem uma mentalidade em tudo igual à dos esclavagistas: »

O mais surreal é constar que anda há muitas pessoas incapazes de compreender o que é o capitalismo sevlagem! Ainda hoje tive que responder a um desses "iluminados":

http://historiamaximus.blogspot.pt/2017/02/isto-e-paris-em-2017.html#comment-form

http://historiamaximus.blogspot.pt/2017/02/reflexoes-sobre-religiao-parte-ii.html#comment-form


«(...) aplicavam aos pró-Trump o mesmo 'tratamento' que foi aplicados aos índios nativos norteamericanos.»

Eu não tenho quaisquer dúvidas a esse respeito, caro pvnam! A sorte é que o pessoal na América vai podendo manter as suas armas. Até quando?

João José Horta Nobre disse...

«O mais surreal é constar que anda há muitas pessoas incapazes de compreender o que é o capitalismo sevlagem! Ainda hoje tive que responder a um desses "iluminados"»

Esse Arquivsta é um autêntico caso perdido. Não adianta, ele enfiou aquele lixo neoliberal na cabeça e não consegue sair daquela prisão mental.

Afonso de Portugal disse...

João José Horta Nobre disse...
«Esse Arquivsta é um autêntico caso perdido. Não adianta, ele enfiou aquele lixo neoliberal na cabeça e não consegue sair daquela prisão mental.»

Mesmo! Como eu tive ocasião de dizer a esse artista, até custa a acreditar que ainda há gente que pensa assim! Sobretudo num país pequeno como o nosso, onde todas a liberalizações feitas até hoje (telecomunicações, combustíveis, etc.) têm levado não à eficiência dos preços, mas sempre à fixação dos mesmos por parte da meia-dúzia de empresas existentes!

Não há nada a fazer. É uma autêntica religião...