sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Casais mistos na Tugalândia (3)


Vi mais dois casais mistos nos últimos dias! Um na rua e outro num supermercado! Aliás, os supermercados parecem ser óptimos locais para encontrar casais mistos. Claro que era preferível que não os encontrássemos de todo...

Ao fim de quatro casais mistos, ainda não vi nenhum do tipo homem branco + mulher negra. E, pela minha experiência, desconfio que vai passar muito tempo sem ver um!

Casal Nº3 (observado a 4 de Fevereiro de 2017)

Local de observação: rua da cidade do Porto.

Tipo de casal: homem negro + mulher branca (e vão 3!), com dois rebentos mestiços.

Breve descrição do homem: negro (pele castanha clara, aparência cabo-verdiana), cerca de 1,77 m, na casa dos 30 e tal anos, em boa forma, mas não atlético; trazia vestido um casaco do tipo "quispo" de cor azul escura, calças de ganga e sapatilhas; vinha a empurrar um carrinho de bebé.

Breve descrição da mulher: branca (tipo atlanto-mediterrânico); não pude olhar para ela durante muito tempo, uma vez que ia a passar por ela na rua; cerca de 1,65 m, cabelo e olhos castanhos não muito escuros, na casa dos 30 e poucos anos; trazia um grande casaco comprido de cor castanha e calçava umas botas pretas; não reparei nas calças; a seu lado ia uma criança mulata com 2-3 anos, fortemente vigiada pela mãe.
 
Notas adicionais: é sempre desanimador encontrar um casal mestiço com filhos mestiços: trata-se de uma mulher portuguesa que, para além de não ter tido filhos portugueses, contribuiu para aumentar a população alógena no país. Duplamente lamentável!

Casal Nº4 (observado a 9 de Fevereiro de 2017)

Local de observação: supermercado da cidade do Porto.

Tipo de casal: homem negro + mulher branca (e vão 4!). Ambos estrangeiros, uma vez que falavam inglês do Reino Unido, embora o dela tivesse sotaque.

Breve descrição do homem: negro (pele castanha escura, aparência oeste-sudanesa), cerca de 1,78 m, na casa dos 20 e muitos anos, bastante forte e até um pouco gordo, com uma barba do tipo pêra muito escura; trazia vestido um casaco de cor amarela-torrada e umas calças verdes escuras (os negros gostam deste género de combinações vibrantes!); não reparei no que trazia calçado; apanhou-me a olhar para a fêmea dele e ficou com um ar agressivo; ri-me na cara dele, virei-lhe as costas e continuei na minha vida.

Breve descrição da mulher: predominantemente branca (tipo nórdico, mas com clara herança genética mongólica); se tivesse de apostar, diria finlandesa, mas já se sabe que pode ser oriunda de qualquer país do Centro ou do Norte da Europa; cerca de 25 anos, cerca de 1,70 m; cabelo castanho claro; desviou rapidamente os olhos azuis-claros quando olhei para ela; trazia vestidas umas calças de ganga azuis claras, sapatilhas brancas e um casaco cinzento-escuro.

Notas adicionais: o mais provável é tratar-se de um daqueles casalinhos que vem "estudar" para Portugal em Erasmus; há gente que tem a sorte de ter várias luas-de-mel antes do casamento.
___________________________
Outros casais mistos avistados:

Casal misto nº 1 (Porto, alógeno + traidora)
Casal misto nº 2 (Porto, alógeno + traidora)

28 comentários:

Anónimo disse...

Infelizmente esta é a maior ameaça a Portugal e a outros países, a corrupção do seu sangue, o rompimento com os antigos, se continuar em larga escala, tudo terá sido em vão, todos os nossos feitos enquanto povo europeu, todas as batalhas, todas as melhorias, todo o sacrifício, se deixarmos de ser quem somos por causa da mistura.

Assinado::: Fuas Roupinho

CENSURADO AGAIN disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
CENSURADO AGAIN disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
CENSURADO AGAIN disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
CENSURADO AGAIN disse...

desculpe só agora percebi o caps mas vc ja leu o resto

Afonso de Portugal disse...

Fuas Roupinho disse...
«(...) tudo terá sido em vão, todos os nossos feitos enquanto povo europeu, todas as batalhas, todas as melhorias, todo o sacrifício, se deixarmos de ser quem somos por causa da mistura.»

É verdade, mas temos de manter alguma esperança: apesar de tudo, esse cenário ainda não se concretizou. E o nosso dever é continuar a lutar para que não se concretize. Há dois anós atrás, poucos se atreveriam a apostar num Brexit ou numa vitória de Donald Trump. Mas essas coisas aconteceram! É preicos acreditar que é possível! Ou como escreveu Pessoa, "Deus quer, o homem sonha, a obra nasce".


CENSURADO AGAIN disse...
«desculpe só agora percebi o caps mas vc ja leu o resto»

Sim, mas eu acho que você culpa demasiado as nossas mulheres. Da mesma forma que nós não gostamos de mulher gorda, as mulheres não conseguem gostar de homem fraco. É biológico, não há nada a fazer! E o homem ocidental se tornou demasiado fraco para continuar sendo atraente para as suas mulheres. Todo o homem tem de cumprir os seguintes deveres: gostar de si próprio, ir no ginásio ou, pelo menos, fazer exercício regularmente; cuidar do seu corpo por dentro e por fora, aprender a lutar, arrumar um bom emprego, não depender de ninguém, nem material, nem emocionalmente.

Quantos homens ocidentais você conhece que cumpram metade destes deveres? Os alógenos, com todos os seus defeitos, cumprem quase sempre pelo menos metade! E isso acaba por fazer a diferença com as mulheres...

Bruno Dias disse...

"Todo o homem tem de cumprir os seguintes deveres: gostar de si próprio, ir no ginásio ou, pelo menos, fazer exercício regularmente; cuidar do seu corpo por dentro e por fora, aprender a lutar, arrumar um bom emprego, não depender de ninguém, nem material, nem emocionalmente." Exactamente cara Afonso. Infelizmente, a invasão de "manginas" na nossa sociedade tem vindo a aumentar drasticamente de ano para ano. Certo que uma branca, que tenha consciencia racial jamais vai para a cama com um homem fora da sua raça, ela terá que ser um bocado estúpida, ou ter tão baixa auto-estima que julga que nunca arranjará um branco. Mas também há as influencias dos media, que promovem as relações inter-racias, e como as mulheres são de modas... mas o homem branco tem uma boa dose de culpa no que está acontecendo sem dúvida alguma.

Afonso de Portugal disse...

Bruno Dias disse...
«(...) a invasão de "manginas" na nossa sociedade tem vindo a aumentar drasticamente de ano para ano.»

Eu também tenho essa sensação... aliás, foi por isso que comecei a falar de questões relacionadas com a masculinidade aqui neste blogue, coisa que é -infelizmente- muito rara na blogosfera nacionalista.


«ela terá que ser um bocado estúpida, ou ter tão baixa auto-estima que julga que nunca arranjará um branco.»

Julgo que há um pouco de todos os casos, brancas com pouca auto-estima e brancas estúpidas... mas também brancas que subscrevem os dogmas neomarxistas de uma forma apaixonada! Há muitas mulheres brancas formadas e razoavelmente inteligentes que escolhem alógenos como amantes para alegadamente "tornar o mundo melhor, mais diverso, mais pacífico". A sério, eu já conheci pelo menos quatro! Das primeiras duas vezes, fiquei chocado, mas depois percebi que é um dogma, tal como a ideia socialista de que a redistribuição da riqueza vai levar à felicidade global. É como as pessoas ultra-religiosas: encheram a cabeça de porcaria ao longo de tantos anos que agora não há forma de sair.


«Mas também há as influencias dos media, que promovem as relações inter-racias, e como as mulheres são de modas... »

Sim, sim... e essas influências têm-se tornado extremamente agressivas neste milénio. Nos anos 90 era impensável imaginar a supergirl a namorar com um preto, haver um Nick Fury, um homem-aranha ou um Heimdall preto, ou haver um James Bond Negro, como queria uma das directoras da Sony.

Mas hoje em dia, essas coias são cada vez mais normais e vai-se ainda mais longe: já não chega caracterizar os pretos como melhores e escolhidos pelas brancas, é preciso castrar totalmente os brancos e fezê-los passar por eunucos e cornos mansos.

CENSURADO AGAIN disse...

13 de fevereiro de 2017 às 13:23

acho que vc cai no erro do oeste cobrar menos delas que o oeste original e o leste se eles tem mulheres fiéis é por que cobram mais delas se o oeste tinha mulheres fortes no passado idem vide amazonas athenienses espartanas etc

CENSURADO AGAIN disse...

o basico que se pode exigir delas é lealdade força mental afinal o interesse delas também está em jogo no jogo da evolução e dos gens elas tambem perdem não é só o homem que perde seus gens

CENSURADO AGAIN disse...

dizer que tudo tem como centro o homem alem de machista e pouco realista é pakidermicista impede a vitoria pois metade ou menos de uma demografia não tem como levar nas guerras mesmo no xx-i as mulheres iam para fabricas de armas e bombas não ficavam como donzelas indefesas isso dai é romantismo medieval

CENSURADO AGAIN disse...

na propria tenda em judah elas são obrigadas a servir jamais serão pegas despreparadas como as alemãs e serem estupradas sem pegar numa arma e atirar no estuprador

CENSURADO AGAIN disse...

E isso acaba por fazer a diferença com as mulheres...

13 de fevereiro de 2017 às 13:23

como dizem nos chans as merdalheres gostam de ser oprimidas e espancadas o oeste deixou de fazer isso nas gerações novas e agora elas querem ser espancadas pelo leste não ha como manter direitos delas e lealdade ao mesmo tempo o putin ja percebeu isso vide a lei de espancamento nas mudsharks legalizada uma vez ao ano

CENSURADO AGAIN disse...

infelizmente é assim na sociedade ideal não seria mas o pragmatico se adapta a realidade inferior delas

CENSURADO AGAIN disse...

é isso ou a tribo perece de vez

CENSURADO AGAIN disse...

elas proprias estão nos jogando no sub medievalismo barbaro de novo promovendo disgenia etc

Afonso de Portugal disse...

Mas Censurado, não é preciso espancar e maltratar para atrair as mulheres. Basta ser másculo! Os orientais exercem uma repressão brutal sobre as suas mulheres, mas aquilo que as atrai inicialmente neles é a sua masculinidade!

Você acha mesmo que uma mulher quereria um homem que, desde o primeiro momento, a insultasse e lhe batesse? Claro que não! Essas coisas só acontecem depois de elas já terem sido atraídas e muitas vezes estarem até apaixonadas por eles! Os muslos são brutais a manter as mulheres ocidentais, mas não são brutais a conquistá-las inicialmente, são másculos! É aí que reside a chave!

Não se admite, como eu vejo repetidamente aqui em Portugal, que um homem não consiga olhar para uma mulher nos olhos! Não se admite que um homem passe toda a noite a olhar para um mulher num bar ou numa discoteca (danceteria) e não vá falar com ela por "medo de ser rejeitado"! Não se admite que haja homens que pagam bebidas ou compram presentes a mulheres que praticamente não conhecem ou que não os querem! Da mesma forma que não se admite que haja homens que ficam "perdidos de amor" por uma mulher que não os quer!

No entanto, eu tenho visto centenas de situações dessas ao longo dos anos! E se isso acontece aqui, em Portugal, um país tido como "machista" e "retrógrado", nem quero imaginar como serão os homens em lugares como a Alemanha e a Suécia!!! Embora haja muitas pistas:

http://www.spiegel.de/international/german-men-hunky-handsome-wimpy-and-weak-a-419029.html

Estes fenómenos são um produto directo do marxismo cultural e da feminização do homem ocidental. E têm um objectivo concreto: causar repulsa nas nossas mulheres, empurrá-las para os braços dos alógenos. Não perceber esta dimensão da engenharia social que foi feita no Ocidente é não perceber o marxismo cultural de todo! Porque o grande objectivo sempre foi acabar com os povos do Ocidente e não há maneira mais rápida de fazer isso do que intervir no processo reprodutivo, entregando os úteros das mulheres ocidentais aos invasores!

Bruno Dias disse...

" Não se admite que haja homens que pagam bebidas ou compram presentes a mulheres que praticamente não conhecem ou que não os querem! Da mesma forma que não se admite que haja homens que ficam "perdidos de amor" por uma mulher que não os quer!" Eu já conheci muitos casos desses. Muito triste ver as figuras desses idiotas carentes sem qualquer tipo de auto-respeito. Elas até se aproveitam deles e gozam por cima. e depois há aqueles no facebook que passam a vida a por "likes" e comentarios em fotos de mulheres, só para cair nas boas graças delas, numa vã esperança de um dia quem sabe terem a oportunidade de as conhecerem pessoalmente e quem sabe acabarem num quarto. Depois elas, com toda esta atenção desmedida por parte destes betas acabam por se tornar umas pedantes, com um alter ego do tamanho do mundo.

Afonso de Portugal disse...

Exactamente, caro Bruno Dias! Eu não conheço a realidade do Facebook, porque nunca tive uma conta nessa rede social, mas dá para perceber que hoje em dia as mulheres mais jovens têm um ego desmedido devido à atenção imerecida que recebem dos homens, não apenas na rua, mas também na escola/trabalho e na internet.

E depois as frustrações acumulam-se dos dois lados: por um lado, esses homens "carentes" acabam por ficar frustrados por perderem montes de tempo e nunca irem a nenhum lado. Com o passar do tempo, muitos tornam-se ressabiados crónicos, convencem-se de que todas as mulheres são umas vacas e que a única solução é ser um filho da puta.

Por outro lado, muitas dessas mulheres, inebriadas pela quantidade desproporcional de atenção que recebem, tornam-se convencidas e arrogantes, experimentam todos os parceiros sexuaia e mais algum e vão deixando passar os seus melhores anos sem assentarem e ter filhos.

Os resultados estão à vista: temos a taxa de fertilidade mais baixa de todo o mundo ocidental. Pior do que isso, ainda agora estive a ler no blogue do Lura do Grilo que a violência entre namorados voltou a aumentar. A mim não me admira: este ambiente tóxico só gera ciúmes, agressões e ressentimentos.

A masculinidade é muito mais importante e valiosa do que parece, por dois motivos: (1) dá aos homens a confiança e o auto-respeito de que precisam para triunfar; (2) torna os homens mais atraentes para as mulheres. Eu não tenho dúvidas de que a feminização dos homens ocidentais, sobretudo daqueles nascidos a partir da década de 80, é um dos maiores problemas com que lidamos actualmente.

Leitora disse...

jajaja.. vc sabe q Afonso, outro dia eu estava num grupo sobre antropologia no foicebuk e, acabei respondendo um tópico criado por um rapaz turco. Ele me adicionou, eu procuro não aceitar pessoas desconhecidas no meu foice, mas pensei, e acabei aceitando ele. E ele logo veio puxar assunto comigo, perguntando se eu gostaria de conhecer ele, dizendo que ele gostaria de me conhecer (conhecer assim pela internet mesmo, saber quem sou etc). Enfim, muita atitude o rapaz tinha! E ele não era tão feio, tinha traços mongoloides misturados com caucasianos, parecia. Um turco, acho ate que talvez fosse muçulmano. Se ele morasse mais perto é possível que eu até desse uma chance a ele, pois ele demonstrou ter muita confiança e tinha atitude, do gênero dominar a conversa, e evidentemente era simpático, sempre mandando emojis sorrindo. Um rapaz desse penso que tem muita facilidade em arranjar mulheres, pois ele tem facilidade de se aproximar e puxar assunto, e ser confiante e sempre se manter simpático, fazendo perguntas e coisas assim, com uma leveza incrível.

Afonso de Portugal disse...

Leitora disse...
«Se ele morasse mais perto é possível que eu até desse uma chance a ele, pois ele demonstrou ter muita confiança e tinha atitude, do gênero dominar a conversa, e evidentemente era simpático, sempre mandando emojis sorrindo.»

Muito obrigado pelo seu testemunho e pela sua sinceridade, Leitora! Os homens ocidentais precisam de ouvir mais histórias como essa! Estão vendo, caros leitores? Sobretudo você, Censurado?!?! As mulheres gostam de homens! Não adianta ficar chateado e chamar elas de vadias, o que é importante é agir como homens!!!


«Um rapaz desse penso que tem muita facilidade em arranjar mulheres, pois ele tem facilidade de se aproximar e puxar assunto, e ser confiante e sempre se manter simpático, fazendo perguntas e coisas assim, com uma leveza incrível.»

Sim, sim, eu próprio já notei isso nos muçulmanos, sobretudo nos muçulmanos que vivem em países como a Alemanha, Reino Unido e França! Agora imagine, cara Leitora, imagine milhares, ou melhor milhões de rapazes como esse turco, rodeados por belas mulheres arianas que apenas conhecem rapazes brancos tímidos, complexados e inseguros. É quase como um espadachim habilidoso chegar num lugar onde ninguém sabe o que é uma espada!!!

Os homens brancos têm de fazer o seu trabalho de casa! Eu sei que a culpa não é deles, mas sim da engenharia social e da (falta de) educação que receberam. Mas os brancos, em geral, têm de voltar a aprender a ser másculos!!!

CENSURADO AGAIN disse...

Basta ser másculo!

entenda pra elas é o mesmo são primitivas fui carinhoso com uma delas uma vez e ela reclamou pois gostava dos caras que puxavam os cabelos delas tipo um que arrancou o couro cabeludo de uma de tanto puxar

CENSURADO AGAIN disse...

elas se sentem atraidas pelo leste justo por isso essa mina que fiquei é exemplo vc que não quer ver pois ja absorveu essa coisa beduina de dizer que elas são coitadinhas por ter um genero inferior

Afonso de Portugal disse...

Censurado Again disse...
«entenda pra elas é o mesmo são primitivas fui carinhoso com uma delas uma vez e ela reclamou pois gostava dos caras que puxavam os cabelos delas tipo um que arrancou o couro cabeludo de uma de tanto puxar»

O jeito é encontrar um balanço entre os dois extremos, hiperagressivo e super-carinhoso.


«elas se sentem atraidas pelo leste justo por isso essa mina que fiquei é exemplo vc que não quer ver pois ja absorveu essa coisa beduina de dizer que elas são coitadinhas por ter um genero inferior»

Antes pelo contrário, eu acredito que as mulheres, em geral, são muito mais tóxicas e psicologicamente agressivas do que os homens. Mas também não é preciso ser um brutamontes desmiolado para as conquistar, basta saber impor-se. Infelizmente, muitos homens ocidentais são demasiado frouxos a impor limites e a exigir respeito... depois acabam por ser manipulados pelas fêmeas.

Há culpas dos dois lados, homens e mulheres. Mas eu acho que há um pouco mais de culpa nos homens, porque eles se tornaram demasiado frouxos e permissivos.

CENSURADO AGAIN disse...

hiperagressivo e super-carinhoso

super nada basico mas elas só gostam de porrada fazer o que?por isso o leste faz sucesso com elas e o oeste original idem

CENSURADO AGAIN disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
CENSURADO AGAIN disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Afonso de Portugal disse...

Censurado Again disse...
«mas elas só gostam de porrada fazer o que?por isso o leste faz sucesso com elas e o oeste original idem»

LOL! Você é um caso perdido, Caps! Agora compreendo porque você gosta tanto de muçulmanos! :P