terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Mais duas reacções ao atentado de Berlim


Viktor Orbán: ataque aos "valores cristãos" da Europa


«Quem também já reagiu foi Viktor Orbán, primeiro-ministro húngaro, que escreveu uma carta a Angela Merkel na qual diz que o atentado ao mercado de Natal foi um ataque aos “valores cristãos” da Europa. “Ontem sofreram um duro golpe não só as pessoas de Berlim, mas as de toda a Europa e os nossos valores cristãos comuns”, escreveu o líder do governo da Hungria, cuja política de acolhimento a refugiados é muito restritiva.»



Frauke Petry (líder da AfD): "A Alemanha já não é segura"


«A presidente do partido da direita radical [radical é querer encher a europa de muçulmanos, seus palhaços!] Alternativa para a Alemanha (AfD), Frauke Petry, considera que o país deixou de ser seguro. “A Alemanha já não é segura. É obrigação da chanceler comunicá-lo” aos cidadãos, afirmou Petry num comunicado, no qual denunciou que o contexto que permitiu que este ataque acontecesse “foi importado de forma imprudente no último ano e meio”, numa referência às informações que apontam que o suspeito detido pediu asilo na Alemanha.

Não se trata apenas de um ataque à nossa liberdade e à nossa maneira de viver, mas também à nossa tradição cristã”, acrescentou, sublinhando o facto de que o camião avançou sobre as pessoas que visitavam um mercado de Natal. O que aconteceu, acrescentou Petry, “não é nem será um caso isolado e o mercado de Natal não é nenhum objetivo casual”.»



Foi entratanto confirmado que o condutor habitual do camião, um homem polaco, tinha sido abatido a tiro:

«Está confirmado o que já se suspeitava: o passageiro polaco encontrado morto na segunda-feira Lues à noite dentro do camião é o condutor habitual do veículo. Isso mesmo disse em conferência de imprensa o procurador da Justiça alemã, Peter Frank. O dono da empresa de transportes e primo da vítima, assassinada com tiros de uma arma de fogo, também confirmou a identidade do homem.»

4 comentários:

Bilder disse...

Os alemães estão condicionados pelo passado nazista(daí estarem constragidos a aceitar quase tudo)e agora manipulados pelo liberal-socialismo e pelo marxismo cultural.Não sei se todos estes casos(não apenas este do camião)no último ano vai ser suficiente para votarem fora do "penico".

Afonso de Portugal disse...

Eu também não estou nada optimista, caro Bilder. É inacreditável que ainda haja tantos alemães a querer votar na porca gorda! Suspeito que tudo dependerá do que acontecer nas próximas eleições na Holanda e em França. Se o Wilders ou a Le Pen vencerem, tudo será possível. Mas se tal não acontecer, é mesmo provável que a porca das porcas volte a vencer na Alemanha, o que poderá significar o fim da Europa como a conhecemos!

Anónimo disse...

Os alemães são uma carneirada descomunal com enormes complexos devido ás guerras mundiais. Eles têm tentado limpar a imagem ("limpado-se" a eles próprios) e contudo veja-se que mesmo depois de serem o país que mais ""refugiados"" (muitas aspas nisto) recebeu em todo o Ocidente e quiçá mundo inteiro, ninguém chorou muito pelo que lhes aconteceu ontem e acredito que na cabeça de muitos alemães "merecemos" "ser violados e assassinados". Décadas em que os germânicos foram anunciados ao mundo como os seres mais demoníacos à face da terra deixam marcas.

Ainda a propósito do massacre de Berlim, o caro blogueiro já teve a infelicidade de se cruzar com este artigo execrável? Se não teve peço desculpa

http://expresso.sapo.pt/blogues/opiniao_daniel_oliveira_antes_pelo_contrario/2016-12-20-Extrema-direita-e-terroristas-sao-aliados

Ass: Filho da Truta

Afonso de Portugal disse...

Filho da Truta disse...
Décadas em que os germânicos foram anunciados ao mundo como os seres mais demoníacos à face da terra deixam marcas.»

Exactamente, caro FdT! Mas não tente explicar isso aos nacional-socialistas da nossa praça, que eles continuarão a insisitir em glorificar e Hitler e o resto da cambada incompetente do Terceiro Reich, a encher os seus blogues de suásticas e de propaganda anti-sionista primária e a sonhar com revoluções feitas por meia-dúzia de gatos pingados!

Estes idiotas falam constantemente em Marxismo Cultural, mas claramente não percebem o conceito! A culpa é a ferramente mais poderosa no arsenal de um governante. Aliada ao medo, a culpa é praticamente imbatível. Foi assim que o Cristianismo conquistou a Europa, na base da culpa e do medo. E também é assim que o multiculturalismo nos está a vencer agora! Quem insistir em propaganda política que evoca a culpa colectiva dos europeus jamais terá sucesso!


«http://expresso.sapo.pt/blogues/opiniao_daniel_oliveira_antes_pelo_contrario/2016-12-20-Extrema-direita-e-terroristas-sao-aliados»

E eu que pensava que este autêntico animal -que nem sequer cara de português tem- não podia descer mais baixo! Pelo menos os comentários ao "artigo" são encorajadores! Isto merece uma posta aqui no TU! Obrigado, caro FdT!