sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Lá Lá Cardo: antifa tóxico, islamófilo patológico e lacaio da superclasse mundialista!


     Peço desculpa aos meus leitores, mas tem mesmo que ser! Eu bem não queria, mas o panasca recalcado e islamófilo de Macau continua a espalhar mentiras infames acerca dos blogueiros nacionalistas, pelo que não me resta outra alternativa senão voltar a denunciá-lo aqui neste espaço. Houve uma altura em que eu achava que a melhor forma de lidar com esta ratazana putrefacta era ignorá-la por completo, mas depois de o FireHead ter decidido fechar o seu blogue por causa da perseguição que lhe foi movida por este autêntico anormal, recuso-me a deixar sozinho qualquer blogueiro nacionalista que seja atacado pelo Lá Lá Cardo.

Recordo aos meus leitores que, apesar de ser um antifa, o Lá Lá Cardo está a ser ajudado na sua luta contra os blogueiros "islamofóbicos" por vários nacional-socialistas portugueses e brasileiros. Mas com esses traidores asquerosos lidaremos mais tarde. Hoje, vamos centrar-nos no maior palhaço de toda a blogosfera (mal) escrita em língua portuguesa, o Lá Lá Cardo!

Lá Lá Cardo: uma pessoa séria, razoável e ponderada, como se pode ver claramente!
(Esta fotografia foi partilhada pelo próprio no seu Bairro do Demente)

Se bem se recordam, o Luís Miguel Fernandes Crespo (Lá Lá Cardo), nascido a 7 de Dezembro de 1974 (42 anos), funcionário da Conservatória do Registo Predial de Macau (dados divulgados pelo próprio) é um totalitarista da "direitinha" do sistema, um PSDzinho islamófilo, mentiroso e vingativo que não aceita que ninguém ponha em causa os dogmas esquerdalhistas do multiculturalismo e da "diversidade". O Lá Lá Cardo tem por hábito escrever postas de natureza difamatória no seu blogue, o Bairro do Demente, nas quais distorce e mente acerca das posições políticas das pessoas cuja ideologia ele não aprova, recorrendo a uma linguagem absolutamente grosseira e repugnante, ao insulto, à adulteração de comentários e de fotografias e, sobretudo, à projecção repetida das suas fantasias homoeróticas grotescas nas outras pessoas.

Há duas semanas atrás, este reles lacaio da superclasse mundialista tentou agredir uma das pessoas que mais difamou e perseguiu no seu blogue, o Dr. Paulo Reis. Na altura, eu divulguei o caso aqui no TU. Mas mesmo com um processo judicial em curso, o Lá Lá Cardo não desarma (i.e. não toma a medicação) e continua a perseguir obsessivamente todos aqueles que um dia tiveram a "audácia" de discordar dele! O narcisismo patológico tem destas coisas...

Que fique bem claro que o problema aqui não são as diferenças de opinião entre o Lá Lá Cardo e os blogueiros nacionalistas, mas sim o facto de o Lá Lá Cardo não se contentar em apenas discordar, perseguindo implacavelmente as pessoas com quem não concorda, colocando na internet as suas fotografias, nomes completos e até moradas, na esperança de que essas pessoas se sintam intimidadas e desistam de falar sobre o Islão ou sobre a imigração em geral.

Ora, uma das teimas mais absurdas deste energúmeno com corpo de sapo e cabelo de vaca malhada é a insistência na mentira de que o blogueiro João José Horta Nobre (JJHN), autor do excelente História Maximus, seria na verdade um impostor que teria usurpado a identidade de outra pessoa, o "verdadeiro" JJHN. O objectivo do Lá Lá Cardo é o mesmo de sempre: tal como tentou fazer quando insistiu que eu e o blogueiro Caturo do notável blogue Gladius éramos a mesma pessoa, o cretino quer que o Mestre Nobre apareça em público e comprove ser o "verdadeiro" JJHN. Uma táctica desprezível, mas absolutamente transparente... o JJHN só cairia nela se fosse parvo, coisa que não é!

Desde logo, porque o JJHN não precisa de provar nada a ninguém. Tal como eu não precisei de provar que não sou o Caturo para continuar a actualizar o TU. Quem quiser acreditar em teorias da conspiração engendradas por nazionaliztaz covardes ou por cruzados antifas desesperados, apenas conseguirá mostrar ao mundo a sua manifesta desonestidade ou o seu profundo atraso mental. As pessoas com dois dedos de testa percebem muito bem o que Lá Lá Cardo está a tentar fazer e não vão na cantiga. Esta historinha do "ai, se não te mostras, és um covarde!" só pega com os putos da escola primária.

E não pensem, caros leitores, que o Lá Lá Cardo é algum herói por ter divulgado a sua verdadeira identidade ao mundo! Ele só o fez porque passou tanto tempo a maldizer os habitantes de Macau que acabou por ser praticamente forçado a isso! Ora reparem nesta pérola da hipocrisia lá-lá-cardesca que eu fui buscar aqui:



Tudo isto vem a propósito do mais recente ataque deste autêntico verme, já celebrizado pela alcunha "Lá Lá Cardo" (sem ofensa aos cardos, que esses ao menos só picam quem deles se aproxima), ao JJHN, afirmando, pela milésima bicentésima quadragésima segunda vez, que o Mestre Nobre é um impostor que terá usurpado a identidade do verdadeiro historiador.

Claro que, até hoje, este grandessíssimo vigarista do Lá Lá Cardo não apresentou uma única prova de que o JJHN é realmente um impostor! Nada que o tenha impedido de escrever várias postas a "denunciar" a "fraude", com a mais recente a ser publicada nas últimas 24 horas:


Começa logo mal, o grandessíssimo atrasado mental, com uma MENTIRA digna de criancinhas da escola primária: "Milhares de leitores", diz o patarata. Milhares? Milhares!?!?! Ó seu grande embusteiro, visualizações não são leitores e tu sabes disso perfeitamente! Os contadores do Blogger contabilizam todos os acessos às páginas de um blogue, independentemente de quem ou o quê os acede! Há muitos acessos não-humanos que distorcem o número total de visualizações, como por exemplo o indexador de procuras da Google! Mas, mais importante ainda, os contadores do Blogger contabilizam todos os acessos de forma indiscriminada, não distinguindo entre acessos individuais e acessos repetidos pelo mesmo utilizador! Se eu clicar na merda do teu blogue 100 vezes, os contadores do Blogger contabilizam 100 acessos, apesar de eu ser apenas 1 utilizador!!!

É por isso que utilizar o número de visualizações como indicativo do número de leitores é sobrestimar grosseiramente o segundo! A verdade é que o número de leitores do Bairro do Demente está garantidamente muito abaixo dos "milhares". Mesmo que o número médio diário de visualizações seja cerca de 1675 (50257/30), como o Lá Lá Cardo tenta sugerir na imagem, basta que cada utilizador aceda em média três vezes (bastando para isso clicar três vezes em vários links ou deixando comentários), para que o número de leitores se reduza imediatamente para 558 (1675/3)!

Ora, pela minha experiência enquanto blogueiro, o número médio de acessos diários por parte do mesmo utilizador é bem maior do que 3... no caso do TU, por exemplo, está mais perto da dezena!!! O que significa que o número de leitores do Bairro do Demente é, na melhor das hipóteses, de apenas algumas centenas! E não me venham com tretas, porque um leitor é um(a) fulano(a) que nos vem ao blogue periodicamente, pelo menos uma vez por mês.  Alguém que só aparece de x em x meses não é um leitor, é um visitante esporádico que, na prática, não acompanha o nosso blogue.

Mas isto é só o princípio, caros leitores! Porque o desfilar de falácias, mentiras e distorções ainda mal começou. Vejam a continuação do texto anterior:


A primeira frase que eu sublinhei a vermelho é um exemplo clássico de uma falsa implicação, uma das muitas falácias lógico-dedutivas do vasto arsenal de desonestidade intelectual da Luluzinha: o demente "argumenta" que, como qualquer badameco pode mostrar ou partilhar o link para uma tese sem fornecer uma prova da sua identidade, podemos concluir automaticamente que o JJHN não é o "verdadeiro" JJHN! Isto é evidentemente MENTIRA, porque a única forma de provar em definitivo que o JJHN não é quem diz ser é demonstrar que não foi ele que escreveu a tese! E isso, este estupor vigarista do Lá Lá Cardo não fez, é claro!

Quanto ao "S." José de Arimateia, o Lá Lá Cardo tem o hábito de criticar o Cristianismo de uma forma violenta e até compulsiva, gabando-se frequentemente de "saber do que fala"... mas depois nem sequer é capaz de distinguir o pai adoptivo de Jesus Cristo do membro do Sinédrio judaico. Julgar-se mais esperto do que se é na realidade tem destas coisas... e ainda não ficamos por aqui, porque logo a seguir vem isto:


O Lá Lá Cardo tem o hábito condescendente e pedante de apontar constantemente os "erros" dos outros, metendo no mesmo saco erros dactilográficos (e.g. escrever 'Jospeh' em vez de 'Joseph') com os erros ortográficos grosseiros que ele próprio comete (e.g. 'descriminar' em vez de 'discriminar'). Só que a diferença entre as duas categorias de erros é abismal: os erros dactilográficos cometem-se por lapso, já as trocas de palavras cometem-se por IGNORÂNCIA GROSSEIRA. Descriminar, com "e", significa descriminalizar; já "discriminar", com "i", significa distinguir ou diferenciar. E é evidente que o Lá Lá Cardo usou a palavra errada no texto acima.

E não se pense que isto é um caso isolado, o Lá Lá Cardo tem muitos outros erros grosseiros no seu repertório, não obstante estar constantemente a criticar os "erros" dos outros. Veja-se aqui outro exemplo, em que o Lá Lá Cardo demonstra não saber conjugar o verbo "ter". Sim, o verbo "ter", um daqueles que se aprende logo na escola primária!!!

Ah! E já me esquecia, caros leitores... o anormalzinho do Lá Lá Cardo diz que aqui o vosso blogueiro é "um atrasado mental" por não usar o corrector automático incorporado no meu navegador da internet. Não ocorreu a este pobre coitado descerebrado e feioso que eu pudesse ter o meu corrector ortográfico configurado noutra língua que não o português, neste caso o inglês! Pior, bem mais grave do que isso, o próprio Lá Lá Cardo é culpado daquilo que censura em mim! Veja-se por exemplo esta posta que o degenerado com corpo de sapo Cocas e cabelo de vaca Lola fez no seu Bairro do Demente:


"Prejúrio"? O que será "prejúrio"?! Epá, ó Lá Lá Cardo, não me digas que trocaste "perjúrio" por "prejúrio"?! Então o teu corrector ortográfico não te avisou, pá?!?! Ou será que também és um "atrasado mental" que não sabe usar o corrector ortográfico e que, para além de incompetente, ainda tem a pouca-vergonha de criticar os outros em relação às asneiras que ele próprio comete?! "Diz o roto ao nú", não é, ó seu estafermo de barba encardida?

A parte mais surreal disto tudo, caros leitores, é que outro dos "argumentos" do Lá Lá Cardo para "provar" que o JJHN não é Mestre é que "o JJHN escreve mal". "Escreve mal" segundo o Lá Lá Cardo que, conforme se pode ver acima, é um verdadeiro artífice da nossa língua! O Print Screen que se segue ilustra bem a forma desonesta como o Lá Lá Cardo tem atacado o JJHN:


A parte que eu quero destacar é aquela que sublinhei a cor azul. Trata-se de mais uma das falácias lógico-dedutivas intencionais do Lulu-leva-no-cu. O "raciocínio" do Lá Lá Cardo é algo deste género: "não é possível que o JJHN seja Mestre, porque o seu blogue não tem um nível de qualidade que reflicta esse grau académico." Só que há uma falsa premissa subjacente a este "argumento", a de que o JJHN dá o seu melhor quando escreve no seu blogue! Ora, nada garante que o JJHN leva o seu História Maximus a sério! Eu, por exemplo, não levo o meu TU a sério. Se alguém achar que aquilo que eu escrevo no TU representa o auge daquilo que eu posso fazer, então lamento, mas essa pessoa é monumentalmente estúpida!

O JJHN, tal como eu, actualiza quase sempre o seu blogue à noite, depois de um dia de trabalho. É uma altura em que já se está cansado e em que já se fazem as coisas mais por brincadeira do que por compromisso. Não posso falar por ele, mas o meu objectivo aqui no TU é apenas divulgar certas notícias, não é escrever uma obra literária que impressione aqueles que por aqui vão passando. É por isso que não me preocupo nada com letras trocadas, muito menos com aquilo que os leitores possam pensar a meu respeito. O que eu quero é que saibam o que está a acontecer neste mundo e que os nossos mé(r)dia se recusam a divulgar!

Mas voltemos um pouco acima, para revermos a única parte que realmente interessa na posta do Lá Lá Cardo:

É isto, caros leitores, que está realmente em causa! O Lá Lá Cardo quer perseguir o JJHN na vida real e não apenas na internet! É por isso que ele insiste que o JJHN tem de se identificar! O Lá Lá cardo quer fazer ao JJHN aquilo que fez ao FireHead, assediá-lo repetidamente até que ele desista!

Nem penses, seu grandessíssimo filho da puta! Eu não percebi a tempo a ameaça que constituías para o FireHead, mas agora não vou deixar o JJHN sozinho! Ou nos deixas em paz de uma vez por todas, ou vais levar o troco que te é devido, seu monte de merda empilhada em forma de gente! Cada vez que atacares um de nós, caímos-te os dois em cima! E até podes ficar bem contente, que só o simples facto de eu estar a perder o meu tempo contigo já é uma grande vitória para ti! Era isso que tu querias, não era, seu grandessíssimo anormal? Então ficas a saber que, de hoje em diante, terei sempre uma posta em 'rascunho' reservada para ti, à espera de que fales de mim ou do JJHN no teu blogue!

Ah, e não te esqueças de continuar a beber antes de postar! É que assim podemos continuar a rir-nos à tua custa! A melhor parte é já sabermos que tu adoras gozar com os outros, mas não suportas ser gozado, não é? Ou será a sífilis que te está a afectar a mioleira?


Hoje, ficamos por aqui... mas, como tu costumas dizer, "eu vou continuar atento"! E escusas de atacar o Caturo para me atingir, que o ódio que tenho por ti e pelos nazis covardes que te estão a ajudar supera largamente a estima que tenho por ele! Eu agora só paro quando tu parares!!!

"Opá! Não é preciso ficarem assim! Tudo o que eu queria era que me comessem por trás!!!"
(Esta imagem foi retirada de um vídeo partilhado pelo próprio Lá Lá Cardo no YouTube)  


Termino, fazendo um apelo a todas vítimas do Lulu: juntem-se a mim e ao JJHN!
Se todos lhe cairmos em cima, dificilmente ele poderá continuar a difamar-nos!!!

_____________
Ver também:

6 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Caro Afonso, muito obrigado pela defesa que faz de mim! O texto está excelente! Quanto ao que diz em relação ao facto de eu poder fazer melhor e não levar o História Maximus a sério, a verdade é que eu levo o meu blog bastante a sério, mas não tenho é tempo para fazer melhor e muitas das vezes publico artigos à pressa e à pressão, sem ter tempo de os rever e aperfeiçoar como deve de ser. Mas lá está, tendo em conta a minha extrema falta de tempo para estas coisas, eu já faço milagres...

Quando eu escrevi a minha tese de Mestrado, o texto foi revisto vezes sem conta e aperfeiçoado a um ponto extremo. Nada disto se pode comparar ao meu blog, onde os artigos não são sujeitos, nem de perto, nem de longe, ao mesmo grau de perfeccionismo, porém, no geral posso dizer com satisfação e orgulho que apesar de alguns erros e lacunas, em termos gerais, estou muito satisfeito com os resultados do meu blog e sinto que estou a prestar um serviço público.

Missy disse...

Vim partilhar isto
https://www.reddit.com/r/The_Donald/comments/5k0aud/breaking_i_believe_i_have_uncovered_evidence_that/
Ja tinha ouvido falar sobre esta questao, que parece cada vez mais provavel fasse a impassividade da merkel.

Afonso de Portugal disse...

João José Horta Nobre disse...
«Caro Afonso, muito obrigado pela defesa que faz de mim!»

Disponha, caro JJHN! Confesso que não gosto de fazer estes tipo de postas, porque me roubam tempo para falar das coisas que realmente interessam. Mas o cretino em causa merece que o ridicularizem e o Mestre Nobre merece ainda mais que o defendam!


«O texto está excelente!»

Obrigado! Confesso que não esperava que ficasse tão longo, mas depois fui-me lembrando da porcaria que o Lá Lá Cardo foi escrevendo ao longo dos tempos e entusiasmei-me!


«(...)a verdade é que eu levo o meu blog bastante a sério, mas não tenho é tempo para fazer melhor e muitas das vezes publico artigos à pressa e à pressão»

Era o que eu suspeitava! Eu não me alarguei muito porque o texto já ia longo, mas o meu ponto é que actualizar um blogue não é uma tarefa prioritária para ninguém, nem os padrões de qualidade de um blogue são os mesmos que se impõem a relatórios, documentos oficiais, artigos e muito menos teses!... E o palhaço do Lá Lá Cardo sabe disso perfeitamente! A prova é que, apesar de tudo, a qualidade dos textos que ele escreve no Hoje Macau é superior à dos textos que ele escreve no Bairro do Demente. Mas como o animal é um porco desonesto, quer fazer equivaler os blogues dos outros a trabalhos académicos! Julga que os outros são parvos, mas aqui o único parvo é ele...

«no geral posso dizer com satisfação e orgulho que apesar de alguns erros e lacunas, em termos gerais, estou muito satisfeito com os resultados do meu blog e sinto que estou a prestar um serviço público.»

Está sim, senhor, caro JJHN! O seu blogue é um dos melhores de toda a blogoesfera nacionalista! E apesar de eu não concordar com tudo o que o Mestre Nobre escreve, estou-lhe muito agradecido pelo enorme contributo que tem dado ao movimento!


Missy disse...
« Vim partilhar isto»

Obrigado, caríssima! Devo dizer que essa discussão é muito interessante. Uma das razões mais apontadas pela elite para a criação de um exército europeu é a necessidade de a Europa fazer frente à Rússia. No entanto, como observam os participantes dessa conversa, o verdadeiro motivo poderá muito bem ser o controlo efectivo das populações europeias, com vista a prevenir a ocorrência de revoltas e guerras civis.

Afonso de Portugal disse...

Anónimos, por favor não ameacem o Lá Lá Cardo! É que o canalha gosta muito de se fazer de vítima e depois diz que fui eu que o ameacei! Peço-vos desculpa, mas não vou publicar ameaças ao Lá Lá Cardo anónimas, mesmo que tenham uma assinatura. Quem quiser ameaçar o Lá Lá Cardo terá de o fazer com uma conta registada.

Quanto ao "anónimo" que gostou muito desta posta, não fiques com inveja do Lá Lá Cardo, que o meu alter-ego Anti-ex-ariano vai actualizar o outro blogue (tu sabes qual é!) até ao fim desta semana. :) Não tens de quê! E fica descansado, porque se o cretino de Macau não parar de me atacar a mim e ao Mestre Nobre, hei-de fazer muitas mais postas como esta!

Até lá, ficas a saber que a única coisa de que tenho medo é que a tua mãezinha me pegue umas das suas muitas doenças venéreas! Brrrr! A propósito, manda-lhe um beijinho meu, sim? Feliz Natal! ;)

Ivan Baptista disse...


HAHAHA,juro que me ri ao ler esta posta,Afonso,LOL :)

O cretino acha-se estar ao nível do Bocage, mas não passa de uma simples "vedeta, com uns tiques narcisistas de um gay mal assumido.
Se eu soubesse escrever normalmente bem, juro que me divertiria em contra-atacar em provocar o lárilão, sempre que me apetecesse.

Há um pormenor que eu vejo no blog dessa vedeta, que é em relação aos comentários que são lá colocados... Uma grande parte dos comentários do blog do Luís Miguel Fernandes Crespo( no qual eu não o conheço e nem o quero conhecer pessoalmente ), são ANÓNIMOS!!! Pois assim eu também vou ser cínico como ele, são anónimos, para parecerem muitos !!
Mas que tristeza, mas que degredo é aquele circo! Quer dizer, eu até acredito que aquilo que ele escreve tenha audiências, mas se formos bem a ver, é um tipo de leitura de quadrilheiras, sopeiras e coscuvilhice aguda ! Que interesse há, em saber que fulano tal, já teve com a mulher dele num bordel ? Ou que ele anda a trai-la por fora ? Tenha lá cuidado ó Afonso, olhe que se baixa ao nível dele, o seu blog ainda fica bem pior que uma novela da TVI ou da SIC, ou um de reality show !!! Tenha cuidado !!
Feliz Natal e bom Ano Novo :)

Afonso de Portugal disse...

Ivan Baptista disse...
«HAHAHA,juro que me ri ao ler esta posta,Afonso,LOL :)»

Ficou contente, caro amigo! Ninguém merece rir-se à custa do Lá Lá Cardo mais do que nós, as pessoas que ele se fartou de gozar. Eu, o Ivan, o JJHN, o Paulo Reis e todas as suas vítimas de uma forma geral.


«Se eu soubesse escrever normalmente bem, juro que me divertiria em contra-atacar em provocar o lárilão, sempre que me apetecesse.»

É aqui que eu discordo, caro Ivan. O Ivan é bem melhor do que se julga e eu acho, muito sinceramente, que o Ivan não se valoriza o suficiente! Toda a gente dá erros, uns mais, outros menos, mas não há ninguém que nunca falhe. O que realmente interessa é termos alguma humildade e mantermos bem viva a vontade de melhorarmos!

Imploro-lhe, caro Ivan, não deixe que o tarado de Macau o deite abaixo! Se o Lá Lá Cardo fosse tão bom quanto se julga, ele não precisaria de humilhar as pessoas da forma rasteira e desonesta como faz. As pessoas que estão bem na vida tendem a tratar os outros com generosidade, só os frustrados e os ressabiados é que atacam os outros daquela forma irracional e agressiva!

A verdade é que não precisamos de escrever assim tão bem para podermos denunciar aqueles que abusam de nós, Ivan. Aquilo que eu posso garantir ao Ivan é que as pessoas com dois dedos de testa valorizam muito mais o conteúdo do que a forma. Por exemplo, o contributo do Ivan para o TU tem sido muito positivo e eu estou muito satisfeito por ter o Ivan neste blogue! :)

E não pense que eu estou a exagerar: ainda agora o Ivan fez uma excelente observação sobre os comentários do "circo" do Lá Lá Cardo! Eu nunca tinha pensado nisso mas, de facto, a esmagadora maioria dos comentadores são anónimos! De facto, mesmo que se tratem de pessoas reais, quem é que no seu perfeito juízo quereria ser associado ao Lá Lá Cardo?


«Que interesse há, em saber que fulano tal, já teve com a mulher dele num bordel ? Ou que ele anda a trai-la por fora ?»

O interesse reside em desviar a atenção das coisas que realmente interessam: política, economia, demografia europeia, etc. É uma táctica a que os mé(r)dia, em geral, recorrem. Como já diziam os romanos, "pão e circo", um povo entretido será sempre um povo facilmente subjugado.


«Tenha lá cuidado ó Afonso, olhe que se baixa ao nível dele, o seu blog ainda fica bem pior que uma novela da TVI ou da SIC, ou um de reality show !!! Tenha cuidado !!»

Eheheheh... acredite, caro Ivan, a última coisa que eu queria era perder o meu tempo a responder ao Lá Lá Cardo. Quantas vezes é que ele gozou comigo lá no Bairro do Demente sem que eu lhe respondesse? Ele anda desde Março a falar em mim, mas eu só recentemente comecei a fazer postas acerca dele! Eu tentei ignorá-lo de todas as formas!!! Agora vou mesmo ter que descer ao nível dele. É uma pena para todos, sobretudo para os meus leitores, mas as pessoas têm de aprender que quem com ferro mata, com ferro morre!


«Feliz Natal e bom Ano Novo :)»

Obrigado, caríssimo! Para si também! Um abraço! :)