quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Raheel Raza: a história não contada do islamismo


     Neste vídeo, a muçulmana de origem paquistanesa Raheel Raza, que vive actualmente no Canadistão, desconstrói o mito de que "o Islão é uma religião de paz", mostrando que os líderes políticos do Ocidente mentem constantemente para proteger o credo do "profeta" pedófilo.

A Sr. Raza identifica-se como libertária e tem dedicado os últimos anos a denunciar aquilo que ela entende ser o "Islão Radical". Nós, nacionalistas, sabemos que só existe um Islão. Não há um "Islão Moderado" e um "Islão Radical". O que há é muito romantismo por parte de alguns muçulmanos que, não querendo abandonar totalmente o seu património imaterial, constroem uma narrativa relativista a respeito do Islão. Um bocado como alguns cristãos modernaços que, sob uma capa de moderação sonsa, dizem que "a bíblia deve ser levada em sentido figurado, porque Deus existe, mas não é a entidade cruel e vingativa descrita nos evangelhos".

Ainda ssim, este vídeo da Sr.ª Raza tem muitos méritos, a começar pelos números e informação estatística que contém.

Sem comentários: