terça-feira, 29 de novembro de 2016

Orwellianismo total em Itália!


     Muita atenção a esta notícia divulgada há três dias no Portas de Viena, caros leitores! Na semana passada, mostrei-vos este vídeo revoltante em que se vê o dono de um Hotel a ser obrigado pela polícia italiana a alojar uma quinzena de refujiadistas contra a sua vontade... pelo visto, isso era apenas o início! O governo italiano está a começar a obrigar os nativos a ceder as suas propriedades para alojar os iminvasores!

«O Ministro do Interior de Itália redigiu uma nova directiva respeitante ao alojamento dos imigrantes que acabou por chegar à imprensa. Sob as determinações dessa nova directiva, os donos de propriedades que estejam vazias ou sejam pouco utilizadas (segundas casas) terão de acolher imigrantes num número a ser fixado pelo Estado. Quem se opuser, será processado, podendo até ser preso. Para tornar a situação ainda mais grave (como se isto não fosse suficientemente mau), os proprietários abrangidos não terão direito a ser compensados pelo Estado.»

 Os novos "italianos"! Muito mais vibrantes e coloridos!...


Sim, sim, caros leitores, eu também tive que esfregar os meus olhos, de tão incrédulo ter ficado ao ler o parágrafo anterior. Mas é mesmo verdade:

«O plano do Ministro do Interior (Plano Viminale) prevê o recurso a agentes de polícia e medidas de detenção para aqueles que resistam à requisição da sua propriedade para os imigrantes.

(....) O processo deverá ser iniciado só a partir do dia 4 de Dezembro, porque antes há um referendo e o governo não quer que os protestos dos cidadãos influenciem o resultado desse referendo. (...) O executivo está preparado para recorrer a medidas drásticas contra os seus cidadãos caso eles resistam a ceder a sua propriedade aos imigrantes.

Os serviços secretos já alertaram o governo para a possibilidade de protestos violentos por parte dos italianos que não estejam dispostos a que a sua propriedade seja requisitada. (...) As autoridades poderão por isso mobilizar pelo menos 2000 agentes da polícia e até soldados do exército. Além disso, o Ministério da Justiça estará preparado para acelerar o processo de detenção e julgamento desses cidadãos. Na prática, isto significará a prisão daqueles que discordarem do plano Viminale.

(...) As medidas serão, em princípio, apenas temporárias. Porém, o plano Viminale contempla a expropriação das propriedades em causa, caso os seus legítimos donos resistam. Isto significa que, quem se recusar a ceder a sua segunda casa, poderá perdê-la! E os donos das propriedades terão de continuar a pagar os impostos requeridos pelo município (IMU e tasi)!

(...) O objectivo do governo é reduzir os custos associados à operação e manutenção dos centros de acolhimento dos imigrantes

Comentário do blogueiro: em Junho de 2014 eu publiquei aqui no TU esta posta na qual denunciava o custo obsceno, para o Estado italiano, de resgatar os iminvasores: 300 k€/dia, só para tirá-los do mar! Agora, a factura está aqui para ser paga e vai sobrar para os mesmos de sempre, os desgraçados dos autóctones europeus, neste caso, os contribuintes italianos!

Reparem bem no que está a acontecer, caros leitores, a propriedade privada dos cidadãos vai ser utilizada contra a sua vontade para alojar os iminvasores! E quem se opuser, corre o risco de ir parar à prisão e/ou ficar sem a sua segunda casa! Isto é digno dos piores regimes totalitaristas, não do Ocidente civilizado! Ainda por cima sabendo que os europeus nunca foram consultados a respeito da questão dos refugiados e que, de acordo com várias sondagens, estão contra a sua vinda!!!

Lembram-se de quantas vezes os multiculturalistas nos disseram, ao longo das últimas décadas, que jamais teríamos de abdicar do que quer que fosse por causa dos imigrantes? Antes pelo contrário, eles vinham enriquecer-nos, conceder-nos incalculáveis benefícios, pá!!! Lembram-se?!?! Só os Nacionalistas é que disseram bem alto que eles estavam a mentir! Mas os eleitores não quiseram votar nos "fascistas"! Preferiram votar nos "moderados"! Ou pior, não votar de todo, fazendo com que os "moderados" fossem sempre eleitos ao longo dos anos!!!

Porque os "radicais" somos nós, os Nacionalistas, que queremos recambiar os "refugiados" e julgar os nossos governantes por traição, certo? E "moderadas" são as pessoas que obrigam os europeus a ceder a sua casa aos terceiro-mundistas sob ameaça de prisão, não é?! NÃO É?!?!?!? 

Pois continuem alegremente a votar PS/PSD/CDS/CDU/BE... hoje em Itália, amanhã em Portugal!!!

12 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Por um lado isso tudo é bom, quanto mais as elites perderem a noção da realidade e forçarem as cidadãos até ao limite, mais depressa os nacionalistas chegam ao poder. As elites lunáticas e cosmopolitas que metam mas é esse plano em prática e o mais depressa possível, que os nacionalistas agradecem. É a lógica do quanto pior, melhor...

Afonso de Portugal disse...


Espero sinceramente que o caro JJHN tenha razão nessa sua previsão, porque eu estou francamente pessimista. Veja-se, por exemplo, o caso da linha de Sintra, cá no nosso “rectângulo”: aquilo já está assim há décadas, com agressões e roubos constantes... mas quem é que ganha as eleições no final? Quase sempre os mesmos, PS ou PSD!

A forma como o governo italiano está a fazer a coisa é verdadeiramente perversa: atacando precisamente aqueles lugares onde as pessoas menos votam no multiculturalismo, as pequenas localidades do interior! Desta forma, são mortos dois coelhos com apenas uma cajadada: (1) os imigrantes são distribuídos por vários lugares, ao invés de serem concentrados num centro ou campo de detenção (redução da conflitualidade e dos custos para o Estado); e (2) o governo salvaguarda os votos do grosso da população, que vive nos grandes centros urbanos e que vai continuar a sua vidinha cosmopolita sem querer saber da violação dos direitos dos seus compatriotas do interior.

É um plano verdadeiramente maquiavélico! A minha esperança é que esta história se espalhe pela internet e alerte não apenas os italianos, mas muitos ocidentais!

Bilder disse...

Quem acreditar que isto tudo que vemos na Europa(incluindo a imigração em massa a reboque dos sírios e outros)vai ter solução no quadro dito "democrático eleitoral" que se desiluda,isto vai ter de acabar em guerra generalizada(seja para solução ou para desgraça completa dos povos europeus)e me parece que é isso que os "mestres do caos global", que usam dos seus "fantoches" políticos,realmente procuram realizar.Não sei se estão a ver o filme?

Bilder disse...

check this one http://www.thelibertybeacon.com/march-glexit-globalization-exit/ análise aos actos eleitorais que podem fazer voltar ao nacionalismo,contrariando a vertigem globalista das últimas décadas.No entanto tenho de dizer que sou pessimista,isto não tem solução no quadro eleitoral dito "democrático"(a coisa já avançou demasiado e a populaça em geral é ignorante e foi alvo de lavagens cerebrais tanto pela ideologia como pela religião).

A-24 disse...

Estou em choque...
Como é que a Itália consegue ser tão cobarde? Mas que força maléfica está por detrás de tudo isto? Caro Afonso, isto não passa de uma conspiração para destruir a Europa e eu espero que os italianos ainda abram os olhos a tempo, ou terá de ser uma nova ditadura para endireitar aquilo, porque com a ditadura de Bruxelas, quem sofre são os autóctones.

Lura do Grilo disse...

Não nos podemos queixar... enquanto nos deixarem viver na própria casa temos que estar agradecidos. Podiam mandar-nos para debaixo da ponte ... que sorte.

Missy disse...

Isto é um autentico pesadelo. So espero que os nossos governantes nao se lembrem do mesmo...acho que antes ser levada a tribunal que os deixar usar as casas que pertencem a nos.

Bilder disse...

O "ajabardamento" social e cultural da Europa tem uma fonte bicéfala.Outro interessante website (encontrei faz cinco minutos) https://experimentoaschoccidental.wordpress.com/2016/04/11/marxismo-cultural-o-liberalismo-cultural/

Bilder disse...

Mais um refugiadista http://www.otempo.com.br/capa/mundo/refugiado-da-som%C3%A1lia-%C3%A9-suspeito-de-ataque-%C3%A0-universidade-de-ohio-1.1405075

Unknown disse...

Cada vez fico pior com estas coisas, que angústia que foi ler isto! Caso isto vá para a frente que ao menos os italianos se lembrem de estragar a sua propriedade ao maximo previamente a chegada desse nojo, que mal sinceramente, isto foi horrivel :(

-Lattia

Afonso de Portugal disse...

Bilder disse...
«Quem acreditar que isto tudo que vemos na Europa (incluindo a imigração em massa a reboque dos sírios e outros)vai ter solução no quadro dito "democrático eleitoral" que se desiluda,isto vai ter de acabar em guerra generalizada»

Espero bem que não. É que, em caso de guerra, a Europa dificilmente não se transformará num lugar muito sombrio, vença quem vencer.


«Isto não tem solução no quadro eleitoral dito "democrático"(a coisa já avançou demasiado e a populaça em geral é ignorante e foi alvo de lavagens cerebrais tanto pela ideologia como pela religião).»

Eu não acredito que haja qualquer hipótese de salvar a Europa pela via da guerra. O Hitler tentou e os resultados são conhecidos. Quem tentar lutar contra o globalismo pela via das armas será inevitavelmente massacrado. A única hipótese que temos é vencer a guerra cultural contra a superclasse mundialista.

Obrigado pelos vários links!


A-24 disse...
«Mas que força maléfica está por detrás de tudo isto?»

Essa é uma pergunta a que ninguém consegue responder com certeza absoluta, a não ser os alienados do costume. Uns dirão que é o globalismo, outros que são os judeus, outros que é a plutocracia... mas a dura realidade é que a superclasse mundialista não obedece a um arquétipo pré-definido, é constituída por vários grupos de pessoas que têm como objectivo criar um mundo sem fronteiras.

A única coisa que eu sei é que estas pessoas só poderão ser contrariadas por quem estiver no poder. É por isso que é urgente chegarmos ao poder, se queremos ter alguma hipótese te reverter o processo de genocídio em curso.


Lura do Grilo disse...
«Não nos podemos queixar... enquanto nos deixarem viver na própria casa temos que estar agradecidos. Podiam mandar-nos para debaixo da ponte ... que sorte.»

Oh, eles sabem fazer uma coisa de cada vez! Primeiro as segundas casas, depois lá há-de chegar a vez das primeiras... Com eles é sempre assim, passo a passo. Primeiro o casamento guei, depois a adopção panisga. Primeiro a "educação" sexual, depois o aborto. Primeiro a igualdade de direitos entre todos, depois as quotas raciais e de "género". Como diz o nosso povo, "devagar, que tenho pressa!"


Misssy disse...
«Isto é um autentico pesadelo. So espero que os nossos governantes nao se lembrem do mesmo...acho que antes ser levada a tribunal que os deixar usar as casas que pertencem a nos.»

É uma situação muito complicada porque o que está em causa não é apenas ser processado ou preso. Como se isso não fosse suficientemente maus, o estado pode mesmo tirar-lhes as segundas casas! Desconfio que, infelizmente, a maioria das pessoas optará por ceder e deixar os alógenos tomar conta da sua propriedade. Espero bem estar enganado!


Lattia disse...
«Cada vez fico pior com estas coisas, que angústia que foi ler isto!»

É realmente angustiante, mas não podemos desesperar. Se queremos vencer esta guerra a longo prazo (porque, de facto, estamos em guerra), então temos de ir espalhando a palavra, quanto mais não seja apenas entre aqueles que nos são próximos. O que não podemos fazer é ler estas notícias e cruzar os braços. Esse tem sido o maior erro dos ocidentais nas últimas décadas.

CENSURADO AGAIN disse...

QUEM LIGA PRA MOUROS DE BARI