sábado, 19 de novembro de 2016

Notícias da Eurábia (3)


Os adeptos do credo do "profeta" pedófilo continuam a "enriquecer" os europeus! Viva a diversidade!

França: o hospital Georges Pompidou, em Paris, foi ontem evacuado, depois de uma chamada anónima garantir que existe perigo de um ataque terrorista ao edifício. Parte do edifício foi encerrado e os doentes urgentes estão a ser encaminhados para outras unidades de saúde. Equipas especializadas na desactivação de explosivos já se encontram no local, que acabou por ser evacuado como medida de prevenção. O jornal Daily Star garante que uma sala de cinema próxima do local também foi evacuada, mas não se sabe se os dois incidentes estão relacionados.

Itália: um "pobre coitadinho" tunisino de 24 anos (uma criança, pelos padrões suecos, franceses e britânicos), foi detido na estação ferroviária de Santa Lucia, em Veneza. O muslo vibrante tinha em sua posse uma faca com 35 cm e apresentou documentos falsos às autoridades italianas.




Holanda: A segurança foi reforçada esta quinta-feira este joves no aeroporto de Roterdão-Haia após a polícia ter recebido "uma mensagem anónima que indicava uma possível ameaça contra o aeroporto", indicaram as autoridades policiais holandesas. "A polícia militar e a polícia iniciaram uma investigação após este alerta" e "tomaram um certo número de medidas de segurança adicionais visíveis e invisíveis", indicaram num comunicado comum.

Espanha: A polícia espanhola prendeu dois homens marroquinos por actuarem como recrutadores do grupo fundamentalista Estado Islâmico (ISIS). O Ministério do Interior, em comunicado de imprensa, informou que as detenções foram realizadas em Madrid e em Roda de Ter, perto de Barcelona. De acordo com a investigação, os dois homens detidos pertenciam ao ISIS e promoviam a sua divulgação nas redes sociais, a fim de radicalizar e recrutar novos seguidores para a causa do terrorismo.




Grécia: na ilha grega de Quíos, tem havido confrontos entre os "refugiados" e os moradores. Na quinta-feira Joves, dois grupos de imigrantes invadiram lojas e roubaram fogos de artifícios. Logo depois atiraram os artefactos contra carros e casas próximas ao campo. 

2 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Estes decidiram pegar fogo ao seu próprio centro de "refugiados" porque não havia Nutella suficiente:

http://diversitymachtfrei.blogspot.pt/2016/11/germany-muslim-refugees-burned-down.html

Tragam mais merda desta para dentro da Europa, que é isto mesmo que nós precisamos.

Afonso de Portugal disse...

Arre porra, cada nova notícia sobre os "refugiados" é ainda mais surreal do que a anterior! Hoje li que apenas 13% dos "refugiados" terão efectivamente fugido à guerra- Que "surpresa", pá!