sexta-feira, 14 de outubro de 2016

No seu primeiro discurso como secretário-geral da ONU, António "Opus Dei" Guterres enaltece a "diversidade"!


E pensar que havia nacionalistas que tinham esperança neste beatinho com cara de sapo!

«No seu primeiro discurso como secretário-geral das Nações Unidas designado, defendeu a igualdade entre homens e mulheres, uma diplomacia de paz e apontou alguns dos principais desafios: a crise de refugiados, o terrorismo e a ascensão do populismo.

Como bom beatinho, o Guterres não podia deixar de agitar o espantalho do "populismo". Afinal,
estamos a falar do cretino que impôs sanções à Áustria por causa da eleição de Jörg Haider.

«A diversidade pode juntar-nos e não separar-nos”, apelou António Guterres no seu primeiro discurso depois de ter sido aclamado secretário-geral da ONU pelos 193 membros da assembleia geral das Nações Unidas, em Nova Iorque. Numa intervenção muita marcada por questões humanistas, o antigo primeiro-ministro de Portugal defendeu que "a ONU tem que ser capaz de fazer a diplomacia pela paz e pelo diálogo".»

O tal "diálogo" resultou tão bem quando ele primeiro-ministro, que ele acabou por se demitir!...

«O novo secretário-geral da ONU diz aos líderes mundiais que "não tem todas as respostas" para os inúmeros problemas que afectam o planeta. Promete "trabalhar como mediador e construtor de pontes" para ajudar a encontrar as melhores soluções. 

"O estado do mundo inspira uma atitude humilde", sublinha. António Guterres apontou dois dos principais problemas que ameaçam a humanidade nesta segunda década do século XXI: o terrorismo global e a ascensão de movimentos populistas.

O antigo alto comissário das Nações Unidas para os refugiados também destacou o problema das crises de refugiados. (...) O novo secretário-geral da ONU também defendeu a necessidade de promover a igualdade entre homens e mulheres na ONU e em todo o mundo. "Há muito que estou ciente dos obstáculos que as mulheres enfrentam só por serem mulheres. Vi a violência a que são sujeitas. A protecção das mulheres e a sua capacitação são, e continuarão a ser, uma prioridade para mim", prometeu.» 

É pena o beatinho com cara de sapo não precisar em que países é que ele viu essa violência, porque no Ocidente de certeza que não foi. A menos, é claro, que ele se esteja a referir às milhares de violações de mulheres europeias às mãos dos gangues de muçulmanos que ele a escumalha a que ele pertence estão a importar!

Claro que a eleição de Guterres só podia dar nisto. O historial do homem fala por si: católico devoto, universalista militante, paladino dos refujiadistas e da "igualdade" imposta à força, perseguidor implacável da "extrema-direita" e do "populismo nacionalista", chavões desonestos criados para diabolizar todos aqueles que lutam contra a destruição dos seus países e do Ocidente de uma forma geral.

A celebração, por parte de tantos portugueses, da eleição deste traste é sintomática dos tristes tempos que vivemos: uma época de declínio tão acentuado que até os traidores são louvados como salvadores!
____________
Ver também:

Más notícias: o traidor Guterres conseguiu mesmo ser eleito novo Secretário-Geral da ONU!
Antigo primeiro-ministro "tuga" quer que a UE receba 200 mil refugiados!
Laranjas e xuxas: todos farinha do mesmo saco (mas os "tugas" continuam a votar neles)!

6 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Esse António "Cara de Sapo" Gueterres é só mais um católico na linha da frente do ataque às nações. Nada de novo por aí.

Afonso de Portugal disse...

Não é "só mais um", caro JJHN. Neste momento, o cara-de-sapo é uma das figuras de proa da parte feia do catolicismo. O mundo cristão dá mais depressa ouvidos ao beatinho Guterres do que a qualquer cardeal da IC. Só o papa Chico está acima dele!

E como se isto não fosse suficientemente mau, o traste é socialista!

João José Horta Nobre disse...

«O mundo cristão dá mais depressa ouvidos ao beatinho Guterres do que a qualquer cardeal da IC. Só o papa Chico está acima dele!»

Bem, isso realmente é verdade. Essa cambada de fanáticos que acreditam no judeu pregado no pau, cada vez me mete mais nojo.

Pedro disse...

A ONU tem que acabar. Nada de bom sai dessa porcaria.

Afonso de Portugal disse...

Só acabará quendo a superclasse mundialista for derrubada, o que não acontecerá tão cedo.

Bilder disse...

Entretanto a "Nova Ordem" continua em progresso http://senhoresdomundo.blogspot.pt/2016/10/a-nova-ordem.html