sábado, 24 de setembro de 2016

No Reino Unido: DOIS comandantes da polícia não descartam que as agentes possam usar burca em serviço!



     Sim, leram bem, caros leitores, DOIS comandantes da polícia! (1) O comandante da polícia do condado de West Midlands, que tem quase 3 milhões de habitantes, e (2) o comandante da polícia do condado de Leicester (Leicestershire), que tem quase 1 milhão! Mas não se preocupem, porque a islamização da Europa  é «um mito perpetuado pelos "islamófobos"», pá!...

«O chefe da polícia do condado de West Midlands, David Thompson, foi duramente criticado depois de se ter recusado a descartar a possibilidade de as recrutas do sexo feminino poderem usar burcas em serviço. Thompson chegou mesmo a dizer que a sua força policial "teria de considerar" quaisquer pedidos para o uso de burcas, que cobrem o rosto e o corpo, assim como o niqab, que cobre todo o rosto, deixando apenas os olhos visíveis. A ideia foi recebida com indignação por parte de alguns deputados e figuras públicas, tendo sido até criticada pelo Conselho de Muçulmanos da Grã-Bretanha.»

David Thompson: um traidor para posterioridade!

«Por exemplo, o deputado conservador Davie Davies, que trabalhou como agente da polícia em Londres durante nove anos, criticou duramente a posição de Thompson como "um absurdo do politicamente correcto".

Mas hoje, o chefe da polícia de Leicestershire, Simon Cole, disse que também ele ponderaria atender aos desejos das agentes de polícia que quisessem envergar a burca em serviço. E chegou mesmo a afirmar: «Tomámos conhecimento das discussões que têm decorrido noutras forças de polícia em relação à incorporação de burcas nos uniformes da polícia. Ainda nenhuma agente nos endereçou semelhante pedido. Se o pedido for efectuado, será considerado, em conformidade com as políticas da nossa força.»

 Simon Cole: outro traidor para a posterioridade!

«Os comentários do comandante Cole foram criticados por várias figura públicas de Leicestershire. Gush Bhumbra [que nome tão 'british'!], o presidente da Sociedade Secular de Leicester, disse: «Como membro do público, eu quero ver uma cara para me reconfortar numa situação estressante! Se eu for vítima de um crime ou acidente, um agente por detrás de uma máscara não poderá reconfortar-me da mesma forma que um contacto cara-a-cara.»

Comentário do blogueiro: e o Sr. Bhumbra nem sequer se lembrou do mais importante, que é a situação absolutamente ridícula que seria uma agente de burca pedir-nos a identificação!
 

Depois dos casos chocantes de Rotherham e Rochsdale, em que 1400 meninas e jovens adolescentes foram violadas e forçadas a prostituir-se por gangues de muçulmanos durante mais de uma década, com a polícia dessas localidades a saber de tudo e a não fazer nada para evitar acusações de "racismo", aqui fica mais um episódio extremamente preocupante daquilo em que se transformaram as forças de segurança da segunda maior potência económica da Europa: um bando de covardes relativistas, imorais e irresponsáveis!

Ah, já me esquecia... estes dois palhaços Thompson e Cole devem ser judeus, não é? Só assim se explica a sua indefensável posição! NÃO É!?!?...

Sem comentários: