quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Em zona altamente africanizada: "jovens" enriquecem-se à facada!


«A Polícia Judiciária de Setúbal anunciou esta quarta-feira este Mércores a detenção de um homem de 19 anos suspeito de um crime de homicídio qualificado, na forma tentada.

Segundo a PJ, os factos ocorreram cerca das 16h00 de terça-feira Martes no interior de um comboio do Metro Sul do Tejo, na zona do Laranjeiro, quando autor e vítima, de bairros rivais, se encontraram e envolveram num confronto físico.

O suspeito terá agredido a vitima com uma arma branca, provocando-lhe lesões graves no peito e na cabeça.


O detido vai ser hoje presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação de eventuais medidas de coacção.»

Comentário do blogueiro: a notícia não nos diz nada acerca da identidade racial dos jovens envolvidos. Mas estas coisas dos "bairros rivais" fedem ao terceiro-mundismo característico da "juventude"! E o facto de tudo se ter passado em Almada, uma zona do país altamente africanizada, também aponta nesse sentido. Enfim, lá teremos de ficar assim, a modos que sem saber...

____________
Ver também:

"Jovens" agridem revisor e espalham o terror na estação da Damaia
Lusofonia vibrante: "reagrupamento familiar" quase acaba em violação!
Crescer na Cova da Moura: vibrar desde pequenino!
Na Amadora: PSP apedrejado por "jovens" até desmaiar!
"Jovens" enriquecem curdo no Cais do Sodré
Sobre a indolência negligente da justiça "tuga" (10)
Entrentanto, no paraíso multicultural e multirracial da Cova da Moura...
Em zona altamente africanizada: tiroteio por causa de namoricos
Vários "jovens" invadem escola para espancar aluno
Em zona altamente africanizada: jovem detido por matar mulher à facada
"Jovens" divertem-se na noite da Grande Lisboa...
Os estranhos casos de violação nas noites de Lisboa 

4 comentários:

FireHead disse...

Eu quando penso nos bairros rivais vêm-me logo à cabeça grupos que se detestam um ao outro: de um lado loiros de olhos azuis e de outro ruivos de olhos verdes. :)

Quanto à notícia, ainda bem que a vítima não era nenhum inocente. Ficou tudo entre eles. Prezo muito a vida enquanto dom, mas não consigo ter pena nenhuma quando morrem bandidos.

Afonso de Portugal disse...

«(...) de um lado loiros de olhos azuis e de outro ruivos de olhos verdes.»

Eheheh Tens cá uma imaginação! :P


«(...) mas não consigo ter pena nenhuma quando morrem bandidos.»

Já somos dois! O ideal era que se tivessem matado todos uns aos outros! Quem resolve as coisas à facada não merece outra sorte. Mas não pode ser, pá... depois quem é que ia votar no Pê Chê Pê e no Bloco de Esterco?

João José Horta Nobre disse...

O nosso País é só "enriquecimento", pá!

Afonso de Portugal disse...

É o que dá termos tantos "jovens vibrantes"! :P