segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Em Espanha: símbolos religiosos nas escolas não, pá, a menos que sejam hijabs!


«Ella é uma jovem, de 23 anos, que devido à sua identidade religiosa usa um lenço na cabeça (hijab) e, por isso, está proibida de entrar no instituto público onde estuda em Valência, Espanha. 

A jovem nasceu em Espanha e tem nacionalidade espanhola, mas a sua crença religiosa fá-la usar o lenço na cabeça, algo que desagrada o Instituto Benlliure que alega que o regulamento proíbe que os estudantes assistam às aulas com a cabeça coberta. 

A estudante recusou prestar qualquer tipo de declarações, mas a organização SOS Racismo, que interveio no caso, afirma que o uso do lenço não impede que se identifique a aluna e que o hijab é "única e exclusivamente de expressão religiosa" explica o advogado da organização ao El País.

Segundo o SOS Racismo, temos uma pobre coitadinha à direita e uma vacória opressora à esquerda!

Mesmo com a intervenção da SOS Racismo de modo a que o Instituto seja mais flexível no que diz respeito à liberdade religiosa, a escola diz que não abre uma excepção para este caso porque assim não poderiam manter a norma para os restantes alunos, e aí sim, haveria discriminação. O regulamento da escola apenas permite que os alunos entrem na escola de cabeça coberta por questões de saúde. O director do Instituto Benlliure, Josep Cuenca, diz ainda ao El País que quando a estudante se matriculou estava consciente do regulamento que tinha de cumprir.»

Comentário do blogueiro: aqui fica bem patente, mais uma vez, a hipocrisia gritante do esquerdalho, desta feita representado pela filial espanhola da organização parasitária anti-branca que se chama, desonestamente, SOS Racismo. 

Reparem, caros leitores, o SOS Racismo diz que o "hijab é única e exclusivamente de expressão religiosa", mas este argumento é constantemente recusado pelo mesmo esquerdalho quando é usado para justificar a utilização de crucifixos ao peito escolas! É que "Crucifixos não, pá! Os crucifixos são cristãos, não são "vibrantes", representam o "patriarcado misógino", o "conservadorismo retrógrado", o neocolonialismo, o racismo, etc. etc. etc.!!!"

Um louvor à direcção desta escola, que mostra uma coluna vertebral que já praticamente não se vê nesta Europa submetida aos ditames do politicamente correcto. 

____________
Ver também:

6 comentários:

Lura do Grilo disse...

Lamentável

Afonso de Portugal disse...

Mesmo! Mas ao menos aproveita-se a posição da direcção da escola. O habitual, quando o SOS racismo chora, é o pessoal das escolas ficar logo todo cheio de medo e recuar!

FireHead disse...

Ui, a Jessica Alba é uma hispânica muito fixe!! :)

Quanto ao caso... bem, véu pode. Uma banda para a casa com a inscrição "100% JESUS" é que não.

Afonso de Portugal disse...

«Ui, a Jessica Alba é uma hispânica muito fixe! :)»

Fixe não sei, mas toda boazona, é! :P


«(...) véu pode. Uma banda para a casa com a inscrição "100% JESUS" é que não.»

Evidentemente. É que a "islamofobia" (LOL) é "um probema muito sério", mas a cristofobia não. Que o digam os 750 mil cristãos assassinados no Iraque desde a primeira guerra do golfo!

Ivan Baptista disse...

Mas o que é que a Jessica Alba tem alguma coisa a ver com símbolos religiosos ? Aquela cruz no peitinho, é por ela ser muito crente ? Deve ser deve :/
By the way, a Jessica é muuuuito fofinha :P

Afonso de Portugal disse...

«Aquela cruz no peitinho, é por ela ser muito crente ? Deve ser deve :/»

Não sei. Só sei em muitas escolas europeias, o uso de crucifixos ao pescoço é proibido. É o "progresso", pá!


«(...) a Jessica é muuuuito fofinha :P»

Por acaso é! Mesmo depois de já ter sido mãe... :)