segunda-feira, 13 de junho de 2016

Três vídeos que vale a pena ver (21): reacções ao Massacre de Orlando


1. Paul Joseph Watson: «Precisamos de controlar o Islão, não as armas». Na sequência do belíssimo vídeo publicado ontem, o Sr. Watson faz hoje uma crítica pertinente à hipocrisia dos mé(r)dia ocidentais que estão, mais uma vez, a branquear o atentado terrorista islâmico cometido ontem por um muçulmano numa discoteca de gueis, em Orlando (Florida, EUA), culpando Donald Trump, o lóbi das armas, a falta de integração das "minorias étnicas", etc. O Sr. Watson critica também o facto de que tanto os vizinhos como os colegas de trabalho do terrorista muçulmano se aperceberam atempadamente do comportamento suspeito do adorador do profeta pedófilo... mas, mais uma vez, ninguém foi à polícia, porque estavam todos cheios de medo de serem considerados racistas!




2. Black Pigeon Speaks (BPS): «O ATAQUE TERRORISTA de Orlando e a Diversidade Vibrante». O BPS é outro grande senhor que nunca nos deixa ficar mal e cujos vídeos vão melhorando a cada novo carragamento. Desya feita, o BPS denuncia várias mentiras constantemente propagadas pelos mé(r)dia ocidentais sobre os ataques terroristas, tais como: "os muçulmanos são as verdadeiras vítimas do terrorismo islâmico", "as comunidades muçulmanas vão sofrer as repercussões deste atentado", "a diversidade faz-nos mais fortes" e, como não podia deixar de ser, "os atentados terroristas cometido por muçulmanos não têm nada a ver com o Islão".




3. Stefan Molyneux:«A verdade sobre o ataque terrorista de Orlando». Já o canadiano da Free Domain Radio oferece-nos um resumo alargado das motivações e dos antecedentes do muçulmano terrorista de Orlando, antes de descrever em detalhe o massacre, através de algumas descrições feitas pelos sobreviventes.

Sem comentários: