domingo, 12 de junho de 2016

Nos EUA: muçulmano mata a tiro "pelo menos" 50 homossexuais


«Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de 53 ficaram feridas num tiroteio que ocorreu este domingo Soles na discoteca gay Pulse em Orlando, Florida, nos Estados Unidos.

O autor do massacre foi identificado como sendo um cidadão norte-americano de origem afegã, chamado Omar Saddiqui Mateen. Tinha 29 anos, residia em Florida, e não tinha registo criminal.»

 Omar Mateen: sexy motherfucker!

«O atirador esteve barricado durante cerca de quatro horas depois do tiroteio que ocorreu cerca das 02h00 locais (07h00 em Lisboa). As autoridades confirmaram que o autor do massacre morreu numa troca de tiros com a polícia. O homem barricou-se no espaço de diversão nocturna e terá disparado contra as centenas pessoas que lá estavam. Um dos feridos é um polícia.

O tiroteio começou fora da discoteca entre o atirador e um polícia. O homem fugiu e entrou armado para dentro da discoteca e fez vários reféns. Na discoteca Pulse estavam cerca de 320 pessoas.

A polícia de Orlando chamou ao local a brigada de minas e armadilhas e uma equipa de cinotécnicos. No local esteve também uma equipa de negociadores do FBI para tentar libertar reféns. O FBI está a lidar com o caso como um "ato de terrorismo". As autoridades não descartam ligações ao Daesh Estado Islâmico

O atirador, que tinha duas armas de fogo, uma delas uma pistola, foi morto num confronto com os agentes, referiu John Mina. O homem tinha ainda um "dispositivo", que pode ser explosivo.


Acto de terrorismo

"Sempre que temos potencialmente dezenas de vítimas nas nossas comunidades, penso que podemos classificar [a situação] de actividade terrorista. Se é terrorismo interno ou internacional, é algo que iremos desvendar", disse Danny Banks, do departamento de aplicação das leis na Florida, em conferência de imprensa.»

Comentário do blogueiro: não sei se é de ter visto o repugnante Eddie Izzard no vídeo dois postais abaixo, mas não consigo sentir qualquer pena destas vítimas. De uma forma geral, a comunidade LGBT na Europa e nos EUA apoia incondicionalmente a imigração muçulmana. Pois quem quer multiculturalismo e muçulmanos no Ocidente, só merece este destino! É inteiramente justo que aqueles que defendem os "refugiados" acabem desta forma às maõs dos imigrantes muçulmanos que teimaram em importar... insisto, é uma questão da mais elementar justiça: quem aspira a matar os seus próprios pais, irmãos e filhos importando milhões de imigrantes para esse efeito, só merece ser morto às mãos dos invasores terceiro-mundistas que importou. É isso que a História nos mostra... e é isso que o karma determina.

11 comentários:

Anónimo disse...

O Afonso tem a noção do comentário de ódio que publicou? Pode levar com processo se surgir denúncia, é preciso ter alguma moderação nos dias que correm..
Cá para mim também comecei a suspeitar desde o inicio que tivesse tido origem islâmica, até que a meio da tarde se confirmou... é por estas que não percebo o racional do porquê haver bandeiras LGBT em manifestações pró-palestina ou de a esquerda apoiar tanto a vinda destas gentes para o Ocidente.

G, o cigano

Afonso de Portugal disse...

Não há nada no meu comentário que seja "ódio". Eu não defendi que se matem os defensores dos "refugiados", eu disse apenas que, dadas as suas escolhas políticas, eles merecem sofrer as consequências devidas às mãos daqueles que escolhem trazer para os nossos países. E sobre isso, não retiro uma única vírgula. Há "gente" que diz o mesmo acerca dos nacionalistas todos os dias. Que merecemos ser espancados, violados e torturados. Essa "gente" não é mais do que eu. Era só o que faltava moderar o meu discurso por causa dessas "pessoas".


«(...) não percebo o racional do porquê haver bandeiras LGBT em manifestações pró-palestina ou de a esquerda apoiar tanto a vinda destas gentes para o Ocidente.»

Não percebes? Pois eu não percebo como é que tu, que até és um indivíduo inteligente, não percebes! Em quem é que vota a comunidade LGBT? E a esquerda, em quem é que vota? E os muçulmanos, em quem é que votam? Caramba, isto não é física quântica!

Afonso de Portugal disse...

Aliás, G, só para tu veres como o meu artigo não é nada de especial, olha só a homenagem que a malta do Daily Stormer fez a este terrorista:

http://www.dailystormer.com/thank-you-omar-mateen/

Eu sou um menino perto destes senhores!


Seja como for, agradeço a tua preocupação. A sério, foi um gesto bonito da tua parte e confesso que não estava à espera. Obrigado! :)

Anónimo disse...

R.Santon

O Afonso apenas falou verdades, vamos deixar de covardia e se curvarmo-nos à vigilância do politicamente correto.

Se os homossexuais e pró-imigrantes defendem a imigração estão apenas colhendo o resultado do que plantaram. Esses mesmos que sofreram nas mãos dos radicais são os primeiros a defender o fim da própria raça, o fim do próprio país.

Pregam livremente a vagabundagem e o genocídio de seus irmãos de raça; quando algo lhes acontece viram mártires e heróis.

Bom post, duro para o momento - que a mídia saberá manipular - mas honesto por parte do Afonso, concordemos ou não. É preciso desafiar o establishment e não se tornar um cão adestrado para ter reações automática.

E mais... espero que o ISIS e mais e mais muçulmanos entrem nos EUA via México, eles tem colher o mal que plantaram, fazer guerras em território alheio. Pois agora será na casinha deles.

Lura do Grilo disse...

Não aprendem! São levados ao altar do sacrifício e pedirão desculpa se tropeçarem como fez Maria Antonieta. A tolerância e a aceitação dos discursos de ódio dos clérigos islamitas (um destes discursos feitos em Orlando) abrem o caminho aos intolerantes.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Afonso de Portugal disse...

Renato Santon disse...
«Bom post, duro para o momento - que a mídia saberá manipular - mas honesto por parte do Afonso, concordemos ou não. É preciso desafiar o establishment e não se tornar um cão adestrado para ter reações automática.»

Obriagdo, caro Renato!... A questão é que os jornalistas portugueses já estão colocando a culpa nas "armas" e na "cultura de violência" dos EUA! Se calhar, os terroristas de Paris e da Bélgica também eram dos EUA!!! Caramba, tanta hipocrisia até mete nojo!... Mesmo quando as provas estão diante dos nossos olhos (terrorista muçulmano que odiava gueis, frequentava uma mesquita onde se pregava o ódio aos gueis, poderá ter ligações ao ISIS e escolheu gueis como alvo) estes "jornalistas" da treta não desistem de nos atirar areia para os olhos!!!


Lura do Grilo disse...
«A tolerância e a aceitação dos discursos de ódio dos clérigos islamitas (um destes discursos feitos em Orlando) abrem o caminho aos intolerantes.»

Sim, sim, eu já vi o vídeo que o caro Lura do Grilo publicou agora mesmo no seu blogue (prometo passar por lá mais tarde e deixar um comentário). Há pregadores islâmicos radicais em mesquitas um pouco por todo o Ocidente... mas as autoridades só se preocupam quando alguém diz mal dos "refugiados" no Facebook!... Isso sim, é preocupante!

Enfim, a culpa também é nossa... votamos sempre nos nossos carrascos, depois temos o que merecemos.

Afonso de Portugal disse...

O comentário deixado às 19:37 foi eliminado por não ter sido assinado.

O comentário deixado às 19:39 foi eliminado por violar a regra nº 1 deste blogue.

Mais informo que o autor deste blogue não recebe lições de competência -muito menos de moral- por parte ESCUMALHA MARXISTA que MENTE TODOS OS DIAS nos mé(r)dia do sistema e que É EM GRANDE PARTE RESPONSÁVEL POR ESTE MASSACRE.

Por conseguinte, todos os comentários do género serão apagados. Vão pregar para a vossa tasca, que aqui não ladram.

Ivan Baptista disse...


"O comentário deixado às 19:37 foi eliminado por não ter sido assinado.
O comentário deixado às 19:39 foi eliminado por violar a regra nº 1 deste blogue."

Olha que nem todos são marxistas, muitos são de direita. E falam em cobardia mas gostam de intimidar atrás de um PC ou acompanhados por "amigos coloridos". Que coerência.
Não gosto de ser intolerante, mas há gente que pensa que há liberdade de expressão para ofender/insultar gratuitamente, porque é do "senso comum" !
Pois olha, podem-me chamar todos os nomes e mais alguns, mas se tiver mal disposto, pode ser que faça o mesmo ou pior, que ai o jihadista fez aos gays.
Se apanhar um desses energúmenos, nem que seja um só, secalhar faço-lhes engolir as palavras :)
Ainda ninguém percebeu que liberdade de expressão ou ser-se politicamente incorrecto, não é ofender gratuitamente as pessoas? Á e tal , também tu(eu) ofendeste(ofendi) uns quantos, mandes-te-os pra terra deles,... Sim é verdade, mas num contexto de contra-ataque, e é tão legitimo como reagir a uma ofensa. Se alguém me insulta a mim ou aos meus, é legitimo, qual é o mal disso? Prefiro ofender os gostos, frases, ou opiniões, mas não pessoas, se o faço é porque também me fazem/fizeram.
Não sei quem foi o/s anónimo/s, se for sempre a/s mesma/s pessoa/s, pode ser que um dia alguém ainda lhe venha prestar contas. Secalhar um murro naquela pinha só lhe fazia bem.
Não sei como funciona um blog, mas se se poder, o melhor é bloquear certo tipo de visitantes ;)

Afonso de Portugal disse...

Ivan Baptista disse...
«Se apanhar um desses energúmenos, nem que seja um só, secalhar faço-lhes engolir as palavras :)»

Alguns bem mereciam, mas recomendo vivamente ao Ivan que faça por ignorar essas pessoas. É que "cão que ladra não morde", como o nosso povo costuma dizer. Aqueles que mais nos insultam são quase sempre frustrados impotentes que borravam imediatamente as cuequinhas se nos apanhassem pela frente. E eles sabem disso perfeitamente, é por isso que recorrem ao insulto gratuito, porque não têm rigorosamente mais nada. A melhor vingança que podemos ter contra eles é cagar de alto e continuar a fazer o que fazemos, impávida e serenamente. É isso, acima de tudo, que os deixa mais fodidos, a sua total irrelevância.

Além de que, nesta vida, o karma acaba quase sempre por vir, mais cedo ou mais tarde... que tem uma língua demasiado comprida, acaba quase sempre por se meter com a pessoa errada quando menos se espera... e pagar cara a cantilena! :)


«Ainda ninguém percebeu que liberdade de expressão ou ser-se politicamente incorrecto, não é ofender gratuitamente as pessoas? Á e tal , também tu(eu) ofendeste(ofendi) uns quantos, mandes-te-os pra terra deles»

LOL, qualquer energúmeno que ache que mandar alguém para a terra dele é o mesmo que lhe chamar filho da puta é um completo atrofiado da mioleira! Nem vale a pena falar com um anormalzinho desse calibre, quanto mais discutir com ele!


«Não sei quem foi o/s anónimo/s, se for sempre a/s mesma/s pessoa/s, pode ser que um dia alguém ainda lhe venha prestar contas. Secalhar um murro naquela pinha só lhe fazia bem.»

Não, não foi o nosso "amigo", que a esse eu já nem sequer lhe publico os comentários... foi um brasuca armado em intelectual que me queria ensinar a ser "um blogueiro de verdade"! Ou seja, um blogueiro que apenas escreve as "verdades" que agradam aos senhores do mundo.