domingo, 5 de junho de 2016

Brexit D-19: «Porque é que o Brexit deve acontecer»


     Faltam 19 dias para aquele que pode ser o referendo mais importante da nossa geração: o famigerado Brexit, o referendo à permanência ou saída do Reino Unido na União Europeia. Já publiquei aqui no TU quatro vídeos que explicam o que está em causa no Brexit:
...mas tenciono publicar um novo vídeo sobre o tema todos os dias até ao "dia D", o dia 23 de Junho de 2016.

Para hoje escolhi «Porque é o Brexit deve acontecer» uma conversa entre duas lendas-vivas da luta pela liberdade: o canadiano Stefan Molyneux, da Free Domain Radio entrevista o Paul Joseph Watson da Infowars.



Alguns pontos-chave do «Porque é que o Brexit deve acontecer»:
  • 03m05s O Paul Joseph Watson diz que, inicialmente, os proponentes do Brexit (Nigel Farage, Daniel Hannan, Douglas Carswell, Boris Johnson, etc.) falavam apenas em questões relacionadas com a economia e a soberania do Reino Unido. Nessa altura, as sondagens eram favoráveis à permanência na UE. Contudo, à medida que a imigração entrou no discurso dos defensores do Brexit, as sondagens viraram a seu favor.
  • 04m12s De acordo com a esquerdista BBC, 333 mil imigrantes estão a entrar no Reino Unido por ano! Isto apesar das promessas do dimi traidor David Cameron, que dizia querer limitar as entradas a menos de 100 mil iminvasores/ano.
Estes são apenas os números da imigração vinda da UE... o total é quase o dobro (333k em 2015)!
  • 07m27s 77 % dos britânicos quer que a imigração seja reduzida; 56% querem que seja muito reduzida!
  • 10m57s O Estado Islâmico (ISIS) prometeu criar guetos islâmicos em várias cidades do Reino Unido que funcionarão como viveiros de terroristas.
  • 11m52s Em 1851, a Grã-Bretanha tinha apenas 100 mil pessoas nascidas no estrangeiro, o que representava apenas 1,5% da população total. Em 1951, esta percentagem tinha subido para 4,3%. Mas em apenas 10 anos, de 2001 até 2011, passou-se dos 9% para os 13%. Ou seja, quase 3 milhões de pessoas em apenas 10 anos!
  • 13m39s Na Suécia, apenas 494 dos 163 mil "refugiados" que chegaram ao país em 2015, arranjaram emprego, conforme eu já tinha dito neste postal.
  • 17m14s Em Espanha, os muçulmanos constituem aproximadamente 70% da população prisional, apesar de representarem "apenas" 6% da população total.
  • 18m54s A dívida pública do Reino Unido está actualmente acima dos 90% do seu PIB, mais do dobro daquela que o país tinha antes da crise financeira de 2008. «Se a imigração traz assim tantos benefícios para a economia, porque é que a dívida pública aumentou tanto nos últimos 20 anos?» Pergunta o Stefan.
  • 24m04s O Reino Unido está a gastar 315 milhões de libras (aprox. 402 M€) por semana em contribuições para a UE. É tanto dinheiro que daria para construir um novo hospital todas as semanas.
  • 33m17s Uma sondagem recente revelou que há 12 milhões de turcos que querem ir viver para o Reino Unido. O número de homocídios na Turquia é o quádruplo do número de homicídios em Inglaterra. O quociente de inteligência (QI) médio do Reino Undio anda na casa dos 100 pontos, enquanto que o QI médio da Turqia anda na casa dos 90 pontos.
  • 34m07s Dos quase 80 milhões de habitantes da Turquia, entre 96,4% e 99,8% são muçulmanos.

4 comentários:

Jorge disse...

"Na Suécia, apenas 494 dos 163 "refugiados" que chegaram ao país em 2015, arranjaram emprego, conforme eu já tinha dito neste postal."

Errata: 494 dos 163 MIL...

Afonso de Portugal disse...

Obrigado! Já está corrigido!

Também me tinha enganado a converter libras esterlinas para euros! É o que dá fazer postais às 01h30 da manhã!

Fabio disse...

"O Reino Unido está a gastar 315 milhões de libras (aprox. 402 M€) por semana em contribuições para a UE. É tanto dinheiro que daria para construir um novo hospital todas as semanas."

mais uma prova de que a crise economica europeia, se deve à UE e governos que canalizam imenso dinheiro para apoiar a imigração e outras burocracias, à redução dos nativos e ao aumento dos imigrantes (Que nao produzem riqueza economica, pelo contrario, obrigam a enorme despesa)

Afonso de Portugal disse...

Fabio disse...
«mais uma prova de que a crise economica europeia, se deve à UE e governos que canalizam imenso dinheiro para apoiar a imigração e outras burocracias»

Não sei se o Fábio já teve ocasião de ver o documentário «Brexit: o filme». Uma das situações mais escandalosas que o narrador desse documentário denuncia é que, em alguns dos edifícios das instituições da UE, chega a haver salões de beleza e de manicure para os funcionários da UE! Para além de que haverá mais de dez mil pessoas afectas à UE que ganham mais do que o primeiro-ministro do Reino Unido!

...O grande problema é que a esmagadora maioria dos cidadãos europeus nem sequer imagina as mordomias obscenas que são pagas com o dinheiro dos seus impostos!