sexta-feira, 24 de junho de 2016

BREXIT! BREXIT! BREEEEEEEEXIT!!!!


     Que dia glorioso, caros leitores! Parecia improvável, com os mé(r)dia e as grandes corporações multinacionais todas contra os defensores da saída da UE, sobretudo depois do assassinato com 'timing' muito suspeito da esquerdalhista Jo Cox, mas aconteceu mesmo! O Brexit vive!!! A liberdade venceu o medo!

 Ri melhor que ri por último, escumalha mundialista!!!

Uma vez mais, a Grã-Bretanha -o país da Magna Carta, com o qual Portugal tem a aliança política e militar mais antiga do mundo- mostrou a todos porque é que é o verdadeiro colosso da Europa! Chupa João Cláudio Chunguer! Chupa Donald Tosco! Chupa Angela MerDkel! Chupa Martim Schulo! Bye bye David Camarão! Chupa mulato Merdama! Chupa Judeu Soros! Chupa FMI! Chupa António Bosta! Chupa Marcelinho da "direitinha"! Chupem todos os malditos eurocratas que querem transformar a UE na nova URSS! Chupem todos os "cidadãos do mundo" hipócritas que, do conforto do seu isolamento face aos problemas que afectam a classe média, exigem que as fronteiras sejam derrubadas! Chupem todos os desgraçados que maldizem a Democracia! Hoje, o povo venceu e a elite perdeu!

 Esta imagem está errada: a estrela da Grã-Bretanha não caiu... ela subia acima de todas as outras!

Oh, mas que dia magnífico, caros leitores! Nos mé(r)dia ocidentais só há choros e lamentações! Desde os perdedores esquerdalhistas que culpam o "racismo" dos britânicos, até aos profetas do apocalipse ecónomico que dizem que tudo vai colapsar, há carpideiras hipócritas para todos os gostos, inclusive nos nossos "jornais"! Ora, veja só:


«Para muitos, a retórica do Leave podia ser simplificada como “queremos o nosso país de volta, só para nós, sem estrangeiros, sem gente castanha, e estamos furiosos com quem não é ou pensa como nós”.» - Lucy Pepper no Observador da "direitinha".

É isso mesmo, foi mesmo por isso e só por isso, porque os eurocratas de Bruxelas, Estrasburgo e afins são todos gente muito bem-intencionada que só quer o nosso bem, hãã!


«O Reino Unido decidiu sobre matéria constitutiva em função de factores emocionais e circunstanciais. Por isso, não seria surpreendente que o referendo se repetisse daqui a uns meses. Vai uma aposta?» - Alexandre Homem Cristo, no Observador da "direitinha".

Tradução: o Alexandre Homem Cristo, como bom cosmopolita que é, não gostou do resultado do processo democrático! Então, como bom "democrata" que é, decidiu determinar que tudo aconteceu "em função de factores emocionais e circunstanciais" (sem especificar quais, evidentemente!) e que é preciso repetir o referendo até se obter o resultado que ele, como ser humano bem-pensante e superior à ralé "populista", entende ser o único aceitável!


«O populismo venceu. As violentas ondas de choque financeiro, provocadas pelo voto do Reino Unido pela saída da UE, colocam a Europa perante o sério risco de enfrentar uma nova recessão.» -Helena Garrido, no Observador da "direitinha"

Esta vai ainda mais longe do que o AHC, vaticinando o apocalipse económico! Mas depois os apoiantes do Brexit é que "apelam ao medo"! «Ai, eu sei melhor do que esta ralé "populista"! Se ao menos as pessoas fossem tão instruídas e clarividentes como eu!» É o que dá dar o voto ao povo, não é Helena? O voto é só para a gente esperta como tu!


«O referendo britânico talvez tenha mudado a Europa e o mundo. Mas é importante lembrar que começou como um truque de David Cameron para travar o UKIP. Para evitar uma inundação, deitou fogo à casa.» -Rui Ramos, no Observador da "direitinha".

Resta saber porque é que foi preciso travar o UKIP, ò "esperto"!!! Apeteceu-lhe, simplesmente, não foi? Enfim...


«O Reino Unido irá descobrir que a verdadeira causa dos seus problemas e ansiedades não é a Europa mas a incapacidade da sua democracia nacional em adaptar-se a um mundo interdependente.» -Miguel Poiares Maduro, no Observador da "direitinha".

Olha outro! As pessoas quiseram sair da UE por causa dos "problemas do Reino Unido", não foi por causa dos problemas da UE! Faz todo o sentido... se formos atrasados mentais!


«Aquela a que a saída britânica vai dar uma vida nova e que já se manifesta na grande maioria dos países europeus, influenciando a sua agenda: uma mistura tóxica entre rejeição da globalização, rejeição da Europa, rejeição do outro.» -Teresa de Sousa, no Al-Público.

Uma variação mais sofisticada do comentário da Lucy Pepper... no fundo, a mensagem é a mesma: "a culpa do Brexit foi dos racistas que não gostam de gente castanha, pá"!


«E também ficamos a dever-vos esta última lição: a estupidez é condição que nunca pode ser erradicada dos povos. Se até vocês... De Winston Churchill para Nigel Farage - um trajecto que mostra a decadência de uma nação.» -Ferreira Fernandes, no Diário de Noticiazinhas.

Preciso de dizer mais?  Leiam bem este último comentário, caros leitores, e digam-se se estes perdedores eurocratas não representam o cúmulo da arrogância e da condescendência! Esta autêntica besta em forma de gente, que insulta a inteligência do povo inglês apesar de Portugal ser um país miserável em comparação, julga estar em posição de dar lições de moral às pessoas que, com toda a legitimidade, querem que os seus governantes possam ser responsabilizados pelas decisões que tomam! 

Não admira pois, que Portugal esteja tão mal, caros leitores. Estas pessoas, cujos comentários transcrevi, são típicos representantes da nossa "elite" intelectual. Uma corja altiva, pedante, com tiques narcisistas e completamente desfasada da realidade, que só consegue insultar os adversários enquanto repete chavões e lugares-comuns gastos que já só convencem os parvos! A reacção raivosa desta escumalha impotente, mais do que a sua posição ideológica em si, é por demais sintomática daquilo com que estamos a lidar, caros leitores: lixo, puro lixo! "Gente" que apregoa constantemente as virtudes e os valores da Democracia, mas depois faz birrinha quando a Democracia não conduz aos resultados do seu agrado. Enquanto esta gente mandar no nosso país, Portugal não irá a lado nenhum. É por isso que é preciso correr com esta "gente" de uma vez por todas, caros leitores! É preciso escolher precisamente a alternativa que ela mais teme, o Nacionalismo.

7 comentários:

Stonefield disse...

Caro Afonso,

O irónico, no meio disto tudo, é que com o "apocalipse económico" que se avizinha, com todas as "catástrofes" anunciadas a toldar o horizonte, a maior preocupação da escumalha mundialista é o "contágio" dos ideais nacionalistas e o "efeito dominó" que pode varrer a Europa. Se eles estivessem realmente convencidos do que dizem, esfregavam as mãos de contentes, porque a acontecer aquilo que profetizam, essa seria a melhor vacina. Mas eles sabem que a sua receita de banha-da-cobra é falsa até à última gota e tem os dias contados. E mostram-se preocupados com "os nossos valores" e o "projecto europeu", sem terem percebido que é a recusa dessa inversão de valores e do projecto totalitário europeu que todos os dias traz mais apoiantes a esta causa nacionalista.
O futuro começou hoje.

Afonso de Portugal disse...

«Se eles estivessem realmente convencidos do que dizem, esfregavam as mãos de contentes, porque a acontecer aquilo que profetizam, essa seria a melhor vacina.»

Excelente análise, caro Stonefield! É isso mesmo, sem tirar nem pôr! Eles bem tentam adormecer-nos com a retórica do medo, mas qualquer pessoa com dois dedos de testa percebe quais são realmente as suas prioridades. A superclasse mundialista continua teimosamente a tratar o eleitorado europeu como um bando de grunhos analfabetos... e esta poderá muito bem ser a sua perdição!


«E mostram-se preocupados com "os nossos valores" e o "projecto europeu", sem terem percebido que é a recusa dessa inversão de valores e do projecto totalitário europeu que todos os dias traz mais apoiantes a esta causa nacionalista.
O futuro começou hoje.
»

Eu também acho que há qualquer coisa a mudar no panorama político e os ventos tendem a favorecer o Nacionalismo. Resta-nos continuar o combate e ver o que é que o tempo nos reserva. A propósito, estou em falta para consigo, mas vou rectificar isso entre hoje e amanhã!

Saudações Nacionalistas!

João José Horta Nobre disse...

Muita chupadela vai aí...

FireHead disse...

Não são só os da extrema-direita que estão satisfeitos com o resultado. Os extremoesquerdistas também estão! Acho até que nunca se agradou tanto aos extremos...

"De Winston Churchill para Nigel Farage - um trajecto que mostra a decadência de uma nação"

Mas o Churchill não era completamente anti-islâmico???

Afonso de Portugal disse...

João José Horta Nobre disse...
«Muita chupadela vai aí...»

E eu só elenquei os traidores principais! Porque a lista completa requereria vários dezenas de milhares de linhas!


Firehead disse...
«Não são só os da extrema-direita que estão satisfeitos com o resultado. Os extremoesquerdistas também estão! Acho até que nunca se agradou tanto aos extremos...»

Sim, mas o esquerdalho está apenas moderadamente satisfeito. Ainda ontem o trotskista Rui Tavares fez um "artigo" no Al-Público em que alerta para o facto de que o Brexit "foi ganho com temas de direita":

https://www.publico.pt/opiniao/noticia/o-brexit-e-os-seus-admiradores-1736182


«Mas o Churchill não era completamente anti-islâmico???»

Ah! E o que é que isso interessa quando se quer equiparar o Farage ao Hitler? Não desconverses, pá! O que é preciso é pintar o homem como sendo o diabo na Terra!

João José Horta Nobre disse...

Divulguei:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/06/o-conceito-de-democracia-da.html

Afonso de Portugal disse...

Obrigado, caríssimo! :)