domingo, 29 de maio de 2016

Três vídeos que vale a penar ver (20) : a questão do papel das mulheres no futuro das nações


     Hoje trago aqui três vídeos que não serão do agrado de todos os leitores deste blogue. Os dois primeiros, da autoria do eloquente Black Pigeon Speaks (BPS), deixaram-me francamente desconfortável quando os vi a primeira vez, mas depois percebi que este assunto é muito mais complicado do que parece, porque há cada vez mais nacionalistas a pensar como o BPS. Precisamos por isso de debater os seus argumentos de uma forma ponderada e racional. Os vídeos são longos, mas os vários factos e os números denunciados são muito poderosos e parece-me necessário analisá-los friamente -coisa que, infelizmente, poucos dos comentadores aos vídeos fizeram no YouTube. Sobretudo, é necessário evitar "refutações" simplistas do estilo "ai, o Black Pigeon Speaks é um misógino primário e deve ser pura e simplesmente ignorado!". Vamos lá começar...

1. Black Pigeon Speaks: «Como as Mulheres Destroem as Civilizações»; este é o primeiro vídeo, que já tem alguns meses e foi traduzido e legendado pela brasileira Khadija Kafir, autora do blogue Mulheres contra o Islão. O vídeo é simplesmente brutal e o BPS abre logo a matar: «Se as mulheres tiverem direito a escolher, formar-se-ão haréns. Se as mulheres tiverem voz em matéria de segurança das nações, essas nações irão perecer, inevitavelmente.» A tese central do BPS é que «as mulheres em geral não se importam grande coisa com a sua tribo, nação, ou civilização. (...) As mulheres apenas procuram maximizar a probabilidade de terem filhos em boas condições.» Antes de rejeitarem tudo isto imediatamente, caros leitores, vejam o vídeo até ao final. Nem que tenham de o fazer às prestações, para assim minimizar o desconforto. A passagem entre os 6 e os 7 minutos é particularmente interessante.




2. Black Pigeon Speaks: «Como as Mulheres Destroem as Civilizações e Outras Verdades Desconfortáveis»; este é o segundo vídeo, que tem como ponto de partida o primeiro vídeo e os resultados das eleições na Áustria. O vídeo só foi publicado hoje, pelo que ainda não há uma versão legendada. O BPS chama a atenção para um fenómeno que alguns blogueiros da nossa praça já tinham oportunamente mencionado, nomeadamente o Caturo (Gladius) e o Orlando Braga (Algol Mínima) (peço desculpa se deixei alguém de fora): nas últimas eleições presidenciais da Áustria, a maioria do eleitorado do sexo feminino rejeitou o candidato nacionalista em detrimento do candidato dos Verdes. Mais ainda, foi precisamente entre as mulheres mais jovens que essa rejeição foi mais evidente. Ora, a teste central do BPS é que a maior prioridade das mulheres é a sujeição e conformidade para com as normas sociais vigentes. A palavra-chave aqui é vigentes. O BPS argumenta que ser aceite pela sociedade em que vivem é mais importante para as mulheres do que a sua própria segurança física e do que o futuro da nação. O BPS argumenta também que este comportamento se estende à generalidade dos homens que foram criados/educados exclusivamente por mulheres.




3. Thunderf00t: «Fracassos Feministas Espectaculares»; recentemente, a corpo editorial do jornal Huffington Post (neomarxista) publicou uma fotografia na qual revela ser constituído exclusivamente por mulheres. O Doutor Phil Mason (Thunderf00t) mostra neste vídeo que, apesar disso, o mesmo corpo editorial foi alvo de críticas por parte dos inevitáveis "guerreiros da justiça social". Porquê? Porque todas as mulheres na fotografia são brancas, pois claro! E isso, para os cretinos neomarxistas, é a prova acabada de raciiiismooo!!!


____________
Ver também:


Black Pigeon Speaks: «A diversidade está a destruir a coesão social no Ocidente»
Traição feminista: um vídeo que todas as mulheres (e alguns homens) ocidentais deviam ver
Thunderf00t denuncia a intimidação dos "guerreiros da justiça social" nas universidades americanas
Thunderf00t denuncia o escândalo das falsas acusações de violação na Universidade da Virgínia

4 comentários:

Anónimo disse...

http://www.rtp.pt/madeira/sociedade/sheikh-david-munir-da-mesquita-de-lisboa-veio-ao-funchal-para-uma-conferencia-sobre-o-islao-video_2664

Já estão a chegar à Madeira... e começam logo pelas crianças!
Incrivel!! Nojento!!

G, o cigano

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Afonso de Portugal disse...

Anónimo, não leves a mal, mas eu não vou publicar mais links para o blogue desse doente mental. O blogue dele está às moscas e eu não quero dar-lhe publicidade.

Além de que -e mais uma vez não leves a mal- há sempre a possibilidade de tu seres ele a fazer-se de sonso. A forma de lidar com narcisistas tóxicos é ignorá-los completamente. E se eles forem narcisistas tóxicos marxistas, esse conselho vale a dobrar.

Afonso de Portugal disse...

G, o cigano disse...
«Já estão a chegar à Madeira... e começam logo pelas crianças!
Incrivel!! Nojento!!
»

Obrigado, caro G! É incrível como qualquer português que bata na mulher é descrito como um monstro pelos mesmos mé(r)dia que agora levam ao colo o xeque da cotovelada! Hipócritas nojentos!