segunda-feira, 30 de maio de 2016

O Arcebispo de Colónia volta a atacar!


    Já aqui vos tinha trazido um vídeo no qual o inenarrável Arcebispo da Catedral de Colónia, o tal sujeito que tem um semblante sinistramente parecido ao do Paulo Pedroso, o "xuxa" da Casa Pia, afirmava que «quem diz "sim" às torres das igrejas também tem que dizer "sim" aos minaretes"». E vaticinava: «"Alternativas para a Alemanha" como esta não fazem cá falta, porque não há alternativa à liberdade religiosa. (...) Temos uma obrigação especial devido à história dolorosa da Alemanha"».

Pois bem, o Arcebispo não se quis ficar pelas palavras e, na última quarta-feira no último Mércores, lembrou-se de rezar uma missa na praça de Colónia, aquela que serviu de palco aos ataques sexuais que os refujiadistas levaram a cabo na noite de passagem de ano. Para acompanhar a "celebração" o pérfido Arcebispo lembrou-se de trazer um barco de refugiados para o meio da praça (quem pagou?), para assim amplificar o complexo de culpa dos cristãos presentes. Mas não se ficou por aí...

A partir dos 0:45s do vídeo, o Arcebispo diz: «Um barco, um barco de refugiados do mar Mediterrâneo. Que relação é que isto tem com o corpo de Cristo? Ambos, ostensório e este barco, carregaram o corpo de Cristo! O ostensório carrega Cristo na forma de pão eucarístico. O barco carrega Cristo na forma dos pobres!»



Enfim... este clérigo alemão parece estar apostado em suceder ao Bergoglio quando o traidor argentino esticar o pernil!

4 comentários:

Missy disse...

Quer dizer que cada mulher violada por um refugiado é uma abençoada? Que heresia.

Continuo a ler comentários em outros foruns que frequentam em que os defendem, com unhas e dentes, que são uns coitadinhos e precisam da nossa ajuda. Mesmo que os radicais sejam uma minoria, coitados dos outros não têm culpa. Ora, eu cada vez que oiço este argumento só me lembro deste video:

https://www.youtube.com/watch?v=Ry3NzkAOo3s

E o mais engraçado é que as pessoas parecem marés, nem sabem ter caracter e defender uma posição! na altura que esse video começou a circular imensa gente aplaudiu e "gosto" e outros apoios tais. Vêm os refugiados "ah coitados temos de os ajudar!",... e lá vão virando a casaca conforme dá jeito. Juro que as vezes não entendo porque uma pessoa há-de gostar do país e querer defender o que é seu com um monte de viracasacas ao nosso lado.

Estas noticias já dão tamanha frustação que parece que só nos resta ficar a ver o mundo a arder. Somos de tal maneira impotentes, especialmente porque obter uma arma neste país é o que se sabe, que não há mesmo nada a fazer.

Anónimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=ocf8SV9vS4A

Olha esta mulher! Brava!

G, o cigano

Vladomiro disse...

Leituras:

http://economico.sapo.pt/noticias/abusos-sexuais-em-grande-escala-colonia-nao-foi-fenomeno-isolado_250801.html

http://economico.sapo.pt/noticias/uma-das-vilas-mais-ricas-da-europa-prefere-pagar-multa-a-ter-de-acolher-refugiados_250757.html

Afonso de Portugal disse...

Missy disse...
«Continuo a ler comentários em outros foruns que frequentam em que os defendem, com unhas e dentes, que são uns coitadinhos e precisam da nossa ajuda.»

Ui, nem me fales! À custa desta história dos "refugiados", convenci-me de vez que o mundo está cheio de hipócritas peçonhentos que pregam uma coisa e fazem outra! "Temos o dever de os acolher!" dizem os labregos, "É uma questão de humanidade!"

Olha, são o Clooney e o Bergoglio alguns postais mais abaixo, fartam-se de mandar bocas foleiras em relação aos deveres dos outros, mas depois não acolhem um único refugiado, nem nas várias mansões do Clooney nem na sumptuosa Cidade do Vaticano!

Por acaso já conhecia esse vídeo da Brigitte Gabriel mas, curiosamente, nunca o tinha publicado aqui! :) Obrigado, vou ver se o aproveito!


«Juro que as vezes não entendo porque uma pessoa há-de gostar do país e querer defender o que é seu com um monte de viracasacas ao nosso lado.»

É o que dá querer agradar a gregos e a troianos! No final desgrada-se a todos, com muito estrago pelo meio!


«Estas noticias já dão tamanha frustação que parece que só nos resta ficar a ver o mundo a arder. Somos de tal maneira impotentes, especialmente porque obter uma arma neste país é o que se sabe, que não há mesmo nada a fazer.»

O nosso raio da acção é de facto muito limitado e isso só mudará no dia em que os nacionalistas chegarem ao poder. Só que esse dia tem que chegar o mais brevemente possível, sob pena de depois ser tarde demais!


G, o cigano disse...
Olha esta mulher! Brava!

Ahahahahaha! É este o tal Portugal profundo que enoja os Josés Cid e os Nunos Markl! A melhor parte é que o homenzinho que está dentro do carro parece enfiar a carapuça!

A senhora até fez um bom diagnóstico da "pandeleirice" da juventude contemporânea mas, como não podia deixar de ser, está muito longe de identificar as verdadeiras causas. Para se fazerem homens, os rapazes têm de ser criados como homens por homens. A culpa de um rapaz não se fazer homem é quase sempre do pai, não da mãe. Hoje em dia, a maioria dos pais são "modernos" e educam os seus filhos como florzinhas. Depois ficam muito desiludidos quando os anos passam e os netinhos não aparecem!


Vladomiro disse...
«Leituras: (...)»

Muito obrigado! Talvez consiga aproveitar alguma coisa!