domingo, 1 de maio de 2016

A União Europeia está a financiar exercícios militares contra a "insurreição civil"!


    De acordo com o Sunday Express, um agrupamento de polícias militares efectuaram um programa de treino especial, patrocinado pela União Europeia (UE), com vista à mobilização e intervenção rápidas em caso de crise civil ou guerra.

O programa de treino, que teve lugar durante o mês de Abril passado na província da Renânia do Norte-Vestefália (Alemanha), foi concebido para preparar a Força de Gendarmaria Europeia (FEG) para "resolver cenários de conflito". Terão participado cerca de 600 membros de várias forças policiais e militares da Europa, incluindo a Espanha, a Polónia, a Roménia e a Alemanha [faço notar que Portugal também faz parte da FEG].

 FEG: porque é preciso que os cordeiros sigam ordeiramente para o matadouro!

Andrej Huko, um deputado do Parlamento alemão eleito pelo "Die Linke" (o bloco de esterco lá do sítio), afirmou que a FEG se estava a preparar para suprimir "encontros políticos" e "protestos". E acrescentou: «A militarização da polícia é extremamente preocupante e contrária ao princípio alemão da separação entre a polícia e os militares.»

Comentário do blogueiro: estava-se mesmo a ver que isto ia acabar por acontecer! Com a famigerada "crise dos refugiados", os protestos que se lhe seguiram e a ascenção da "extrema-direita" em vários países europeus, era só uma questão de tempo até as elites europeias perceberem que não podiam continuar a deixar os civis europeus reunir-se e protestarem livremente contra a sua substituição étnica!

Estamos a viver uma guerra como nunca houve na história da Europa, caros leitores: a elites "de Bruxelas" (notem as aspas), decidiram fazer uma guerra não-declarada aos povos europeus e começaram por tentar matar-nos o mais silenciosamente possível. Mas como a via silenciosa está em vias de fracassar devido à rapidez excessiva com que quiseram fazer a coisa ("refugiados"), eles estão agora a equacionar métodos um pouco menos silenciosos.

E a procissão ainda vai no adro...


Sem comentários: