quinta-feira, 21 de abril de 2016

"Justiça Social" chega às notas de 20 dólares!


«Foi preciso passar mais de um século até os Estados Unidos da América decidirem consagrar definitivamente a face principal de uma nota a uma figura feminina, e a escolhida foi anunciada quarta-feira Mércores pelo Departamento do Tesouro: é Harriet Tubman, afro-americana, activista anti-esclavagismo, abolicionista e sufragista, que irá substituir a face de Andrew Jackson, o sétimo presidente dos EUA.

 Esta beldade aparecerá nas novas notas de $20! Viva a América, carago!

"Quando anunciei, em Junho passado, que uma mulher iria figurar na nova nota de dez dólares, esperava encorajar um debate nacional sobre mulheres na nossa democracia. A resposta foi poderosa", revelou em comunicado o secretário do Tesouro dos EUA, Jack Lew. "A decisão de pôr Harriet Tubman na nova nota de 20 dólares foi tomada após os milhares de respostas que recebemos dos americanos, novos e velhos".

(...) Janet Yellen, a presidente da Reserva Federal norte-americana, comentou a escolha de Tubman, que teve um papel determinante na libertação de mais de 300 escravos e morreu em 1913, com 91 anos - sete anos antes de as mulheres norte-americanas garantirem o direito ao voto. "Na História americana, as mulheres tomaram importantes decisões para a sociedade livre e democrática de que desfrutamos hoje. Saúdo a decisão do Departamento do Tesouro de honrar estes feitos", frisou Yellen.

 Janet Yellen: outra beldade, muito apreciada entre os ricaços de Wall Street.

(...)  Jack Lew garantiu que não esperava que tantos norte-americanos decidissem participar no debate sobre as figuras que iriam estar nas novas notas de dólar. "Não estamos apenas a falar de uma fotografia numa nota. Estamos a falar de usar a frente e o verso das notas para contar um fantástico conjunto de histórias", sublinhou.»

Comentário do blogueiro: a citação que eu coloquei a vermelho diz tudo, caros leitores. Estamos, mais uma vez, perante uma tentativa de imposição da narrativa que interessa aos donos disto tudo! Como se já não bastassem os mé(r)dia e as universidades, os tentáculos da superclasse universalista têm que chegar a tudo, mas mesmo a TUDO, até ao dinheiro!...

...Esta é, aliás, a grande diferença entre eles e nós, os da verdadeira Direita política. Nós não temos, na Direita, esta cultura agressiva de nos apropriarmos de tudo o que nos passa pelas mãos e pelos olhos. Mas devíamos ter!!! Porque como diz o povo, "longe da vista, longe do coração". E neste capítulo, a Esquerda (e nesta Esquerda incluo também a "direitinha" à qual Janet Yellen pertence) é muito superior à Direita. Mas muito, muito superior! Porque a Esquerda soube escutar o povo ao longo dos anos e perceber o que o povo queria ouvir, enquanto a Direita insistiu em dizer ao povo o que o povo deveria querer ouvir.

E o pior de tudo é que este autismo tem sido mais pronunciado precisamente na área nacionalista, quando é precisamente entre o povo que o Nacionalismo tem maior potencial de crescimento! Mas "o povinho é burro!" e "a democracia é uma farsa!", dizem os autistas. E entretanto, o Ocidente continua a perder terreno, praticamente todos os dias...

3 comentários:

Bilder disse...

Não admira que a narrativa actual multi-coiso(já nem sei como qualificar)chegue âs notas de dollar,afinal a tomada do poder pela cabala globalista começou mesmo por aí em 1913 com a criação do federal(private)reserve!

Afonso de Portugal disse...

Sim, é verdade... quando nos lembramos disso, até nos surpreendermos em como é que não pensaram nisto há mais tempo. Se a FED tem o poder de imprimir o verdinho, é um milagre que não tenham imprimdo a fronha da Harriet Tubman mais cedo!

FireHead disse...

Os ameríndios deviam fazer barulho porque, ou eu me engano, ou nas notas de dólares sempre houve apenas e só fronhas de homens brancos e esses também não eram naturais da América...