quinta-feira, 10 de março de 2016

Alterações à coluna "Blogosfera Relevante", à direita (8)


Fiz uma limpeza a vários "esqueletos" que já não interessam, a saber:
  • o Movimento Portugal Vanguarda, que está reservado apenas a leitores convidados
  • o Azulejos na Minha Terra, pelo mesmo motivo
  • o Admirável Mundo Novo, que passa para a secção "Blogosfera defunta" (Arquivo)
  • o A Cidade do Sossego, por ter sido desactivdo
  • o Cadernos da Casa Morta, pelo mesmo motivo
  • O Regresso da Primavera, pelo mesmo motivo
  • o Caps Loucuras (Pós-esgoto kosher) por ter deixado de ser actualizado
  • o Caps Loucuras 2 (Reconquista SSempre) pelo mesmo motivo

Agora as entradas novas:
  • o 10news.dk
  • o Euronews (apesar de ser extremamente politicamente correcto)
  • o Algol Mínima (apesar de ser anti-PNR)
  • o Creeping Sharia
  • o Questões Nacionais
  • o Mulheres contra o Islão
  • o Refugee Resettlement Watch
  • o Renegade Tribune
  • o Return of Kings 
  • o The Muslim Issue
  • o The Occidental Observer
  • o The Patriot
  • o The Commentator
  • o Caps Loucuras 3

Volto a salientar que não é pelo facto de eu incluir um determinado blogue na "Blogosfera relevante" que concordo automaticamente com tudo o que lá se escreve. Nenhum dos blogues que estão lá satisfaz essa condição. Volto a enfatizar, nenhum!

O motivo pelo qual incluo todos estes blogues não é porque me reveja no seu conteúdo,  mas porque todos eles publicam, de tempos a tempos, notícias, números ou factos que têm relevância (daí o nome "blogosfera relevante", topam?) para o combate nacionalista. 

E lamento ter de dizer isto como se estivesse a lidar com crianças, mas começo a ficar farto de apanhar sistematicamente ANORMAIS nas caixas de comentários deste blogue, a dizer-me em tom condescendente que sou "incoerente" por ter "enfiado o Amigo de Israel e o Daily Stormer no mesmo saco". Eles não estão no mesmo saco, suas bestas! Eu não quero saber nem dos dramas dos judeus em Israel, nem dos delírios de nazis primários que acham que o Hitler foi um bom rapaz! O que eu quero é ter conhecimento do maior número possível de notícias sobre os abusos dos alógenos e sobre as traições dos nossos governantes!!!

6 comentários:

FireHead disse...

Porque é que os blogues do João Vaz desaparecem?

Afonso de Portugal disse...

Boa pergunta! Teremos de lha colocar da próxima vez que ele aparecer. Isto é, se ele voltar a aparecer...

Anónimo disse...

o que aconteceu con o regresso da primavera? o srhamsun ja nao tem nais pagina?
Bruno S.

Afonso de Portugal disse...

O Sr. Hamsun tem um histórial "esquizofrénico" de abir e fechar blogues quando menos se espera. Ele é sem dúvida um dos melhores blogueiros da área nacionalista/patriótica... mas, infelizmente, também é dado a estas excentricidades irritantes.

Só nos resta esperar que regresse um dia às lides blogueiras...

A-24 disse...

E nem deverias ter de te explicar.
As pessoas seguem o que bem entendem. Eu também tenho o teu blogue na minha coluna, não porque me reveja em tudo o que escreves mas sim porque identifico-me com muitas das tuas causas, escritas em português correcto e com coerência. Não sei bem do que trata o Daily Stormer mas sei bem do que trata o "Amigo de Israel" que também sigo com curiosidade, porque sou defensor do Estado de Israel, que à parte do que escrevem os mérdia ocidentais + os amigalhaços da Nova Ordem, é o único Oasis existente no Médio Oriente e aquele povo é inspirador, pois defende-se e ataca como ninguém qualquer ataque externo. São os últimos gladiadores naquela região a atacar o inimigo maometano e mereciam da Europa e de todo o Ocidente, TODO o apoio! É pelo ódio que os muslos lhes nutrem que os israelitas merecem a minha admiração e não por outra causa qualquer. Quisera na Europa haver algum estado como Israel, que defende o seu povo, a sua estirpe e a sua religião como ninguém. Infelizmente na Europa não existe essa alma, a pouca que havia foi-se com a UE, mas acho que essa UE tem os dias contados, mais cedo ou mais tarde os nacionalistas de todos os países europeus revoltar-se-ão, e este continente e esta cultura que todo o mundo deve, voltará a ser respeitada e a ser motivo de orgulho e deixará finalmente de ser subalterna a todo e qualquer alógeno. Para já Israel vai à frente nesse luta, lutando num terreno bem mais difícil, numa selva dominada por lá selvagens islâmicos e vai resistindo e dando cabo deles, Israel é nesse aspecto a Gália do tempo dos Romanos e por isso merece respeito. Resiste, vence e isso teria de inspirar os europeus, não estivessem estes há muito contaminados e amestrados pelo politicamente correcto, pelo marxismo-cultural e pela Nova Ordem. Que israel, um minusculo território que ocupa apenas 0.7% do médio oriente sirva de inspiração para os Europeus!

Afonso de Portugal disse...

A-24
«E nem deverias ter de te explicar. »

Eu sei que parece assim tão simples, mas o problema é que nem todos os que passam por aqui são tão razoáveis e inteligentes como tu, meu caro. Já vou na oitava rubrica desta série (Alterações à coluna "blogosfera relevante") e em praticamente TODOS os 'episódios' apareceu alguém a mandar vir porque eu "misturo blogues 'sionistas' com 'nacional-socialistas' e com blogues que fomentam a 'islamohisteria'". Sim, é verdade! Há gente que parece não ter nada melhor para fazer na vida além de querer dar cabo da paciência aos outros!


«identifico-me com muitas das tuas causas, escritas em português correcto e com coerência.»

Devolvo o elogio: o teu blogue é excelente e, embora eu não concorde com tudo o que tu escreves, acho que o teu blogue merecia bem mais visualizações do que aquelas que tem, pelas inegáveis qualidade e pertinência do seu conteúdo.


«Quisera na Europa haver algum estado como Israel, que defende o seu povo, a sua estirpe e a sua religião como ninguém.»

Eu também tendo a pensar assim, embora não me agrade tudo o que vejo em Israel (há alguma imprensa e sectores da sociedade israelitas que são demasiado antiocidentais). Seja como for, no cômputo geral, o ódio figadal que alguns nacionalistas têm para com Israel parece-me absolutamente contraproducente e até irracional. Desde logo, porque todos os povos têm direito à sua nação e, nesse sentido, Israel tem todo direito a existir.

Depois também há o argumento da luta contra o Islão, que tu tão bem mencionaste.

Mas, sobretudo, porque muitos desses nacionalistas são militantemente anti-sionistas e não consigo perceber como é que um anti-sionista pode desejar a destruição do único país onde é possível manter os judeus longe do Ocidente. Não é minimamente coerente: “ai, eu não gosto de judeus, por isso desejo a destruição do país onde eles vivem para que venham todos para cá!”…

...enfim, é por estas e por outras que certos 'nacionalismos' têm tido pouca expressão nas urnas.