domingo, 21 de outubro de 2018

Caros leitores e camaradas...


     Passei a semana passada na Alemanha e só voltei ontem (sexta, 19-Out) pelo que não tenho tempo de responder a todos os comentários que vocês muito generosamente deixaram aqui no TU. Quero por isso pedir-vos desculpa e agradecer a vossa contribuição, sobretudo àqueles que deixaram links e mais ainda aos que me trouxeram novos casais mistos para o levantamento estatístico que actualizei hoje mesmo na posta anterior. Infelizmente, não tenho condições para responder a todos vocês e seria injusto responder a apenas alguns, pelo que vou optar por não responder a nenhum comentário que tenha sido deixado antes das 00h00 de 21-Out.  Espero que compreendam.

Bem hajam todos (sim, é mesmo assim que se escreve) e saudações nacionalistas!

sábado, 20 de outubro de 2018

Avistamento de casais mistos: a situação até ao momento (5)


     Caros leitores, na sequência do meu apelo, já contribuíram para o levantamento estatístico de casais mistos o FdT (4 casais), o Ilo Stabet (22 casais), o Jesus (7 casais), o João d'O Livro das Imagens (1 casal), o José Silva (7 casais), o Rui (1 casal) e o Stonefield (2 casais). Quero agradecer-vos mais uma vez pelo vosso esforço e paciência! A juntar a outros 14 casais que eu próprio avistei, já temos 50 casais mistos registados em Portugal contabilizados em quatro distritos, Lisboa, Madeira, Porto e Viseu e também 7 casais mistos registados na Europa contabilizados em dois países, Alemanha e Polónia. Era bom que pudéssemos acrescentar mais distritos e mais países europeus, para assim termos uma melhor noção da distribuição geográfica do fenómeno.


ALERTAS - alguma da informação que me providenciaram estava incompleta:
1. Peço ao Paulo que me indique, por favor, em que distrito avistou o casal mencionado neste seu comentário de 14 de Outubro de 2018 às 20:54.
2. Peço ao Rui que me indique, por favor, a idade do segundo casal que mencionou neste seu comentário de 6 de Outubro de 2018 às 21:26 (o tal da mulher que morreu de cancro).

O Emídio e o Fuas Roupinho prometeram contribuir num futuro próximo. Confesso que, mesmo assim, a participação dos leitores do TU está bastante aquém das minhas expectativas. Eu julgava que o problema da mestiçagem era uma das maiores preocupações dos nacionalistas mas, pelo visto, parece que estava enganado... espero que pelo menos alguns de vocês mudem de opinião nos próximos dias! 

Seja como for, aqui ficam as tabelas relativas a Portugal e à Europa actualizadas (clicar nas tabelas para aumentar o seu tamanho). Devo alertar que estes resultados ainda não querem dizer nada, porque as amostras populacionais são demasiado reduzidas.

 
À medida que a base de dados for crescendo, farei outras tabelas e gráficos. Quem quiser, pode consultar o registo geral aqui. Mais uma vez, um muito obrigado! a todos os que me estão a ajudar a fazer este levantamento! E por favor, continuem a trazer-me aqui os casais mistos que forem encontrando na rua, uma vez que ainda são precisos muito mais casais para que este levantamento tenha alguma validade estatística! Saudações nacionalistas!

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Paul Joseph Watson denuncia a verdadeira face dos "homens" feministas (com legendas)


     Mais uma confirmação daquilo que já (quase) todos sabíamos: os "homens" feministas não são homens, são cucos efeminados em que ninguém pode realmente confiar. Eu sempre suspeitei dos homens que defendem incondicionalmente as mulheres e não é por acaso que grande parte da blogosfera anglo-saxónica lhes chama "cavaleiros brancos", numa alusão à figura medieval do cavaleiro errante que, em nome do ideal quixotesco do cavalheirismo, se batia em duelos patéticos pelo amor por uma ou várias donzelas, quase sempre não-recíproco. Até mesmo as próprias feministas tendem a desconfiar das verdadeiras intenções destes eunucos e, como mostra este vídeo, não é por acaso...


Insanidade total: a 'geringonça' vai instalar "refugiados" nos quartéis militares!


    Um muito obrigado! ao Ilo Stabet por nos ter trazido aqui esta notícia, tão surreal que parece até um sketch de um programa humorístico mas que, infelizmente, é verdadeira e só nos pode deixar preocupados:

«Portugal está a preparar alguns quartéis do Exército para instalar "refugiados" que irá receber. A informação já foi confirmada à Renascença. Segundo fonte do Exército, este ramo das Forças Armadas tem disponibilidade para alojar até 600 "refugiados".»

Vou fazer uma pausa para deixar os caros leitores esfregarem os vossos olhos: sim, o (des)governo desta cada vez menos nossa tugalândia quer enfiar


600 "refugiados" nos quartéis portugueses!!!  

«O Regimento de Infantaria de Chaves é um dos quartéis que pode receber estas pessoas. Já estão mesmo a ser feitos trabalhos de adequação das instalações para receber 100 pessoas. A situação está a causar mau mal-estar entre os militares daquele quartel, que já pediram uma reunião com o presidente da Câmara de Chaves para tentar travar o alojamento dos "refugiados".

Entrada do Quartel do Regimento de Infantaria N.º 19, mais conhecido como Quartel de Chaves.

«Em causa está o receio de receber civis num local onde existem armas e onde seria preciso garantir a segurança do material, numa altura em que como há falta de efectivos. O Exército confirma à Renascença que tem condições para alojar até 600 "refugiados" em algumas das unidades militares, garantindo, além do alojamento, alimentação, serviço de lavandaria ou apoio médico-sanitário.»

Reparem bem nesta obscenidade, caros leitores: para além de terem de redobrar os seus esforços de vigia dos lugares onde estão guardadas as armas -e todos nós sabemos bem que há sempre um maomerdas com uma vontade incontrolável de fazer a jiade- os militares vão ter que partilhar as suas instalações, comida, lavandaria, medicamentos, e sabe-se lá que outros recursos com os "pobres coitadinhos"!

«Confirma ainda que o ramo já iniciou um conjunto de melhorias com vista a dotar as instalações existentes, dotando-as de uma maior dignidade para a vida diária dos refugiados ali instalados.»

Ou seja, as instalações onde os nossos militares estiveram todos estes anos não são suficientemente boas para os "seres humanos como nós"!

«O Exército adianta ainda que irá acolher 49 "refugiados" num primeiro grupo e 30 refugiados num segundo. Não esclarece, no entanto, donde vão chegar estes "refugiados" e no âmbito de que programa é que irão ser acolhidos.»

Quantos destes "refugiados" são homens? Quantos são jovens em idade militar? Como passarão o seu tempo enquanto estiverem nos nossos quartéis? E se os responsáveis pelo quartel de Chaves não ficaram nada satisfeitos, o que pensarão os restantes flavienses disto tudo? Os transmontanos são conhecidos pela sua hospitalidade generosa, mas duvido muito que apreciem este tipo de hóspedes, muito menos num quartel cheio de armas!

De facto, estamos a atingir níveis de insanidade sem precedentes, caros leitores! Esta 'geringonça' extremo-esquerdista que nos (des)governa está disposta a arriscar as vidas da nossa gente para levar a cabo a sua engenharia demográfica criminosa, mas pode ser que lhes saia o tiro pela culatra, pode ser que os "refugiados" armem bronca da grossa nos quartéis e tenhamos uma "festarola" como já não se via desde o 25 de Novembro de 1975!

Os mé(r)dia e as comentadeiras de serviço conseguiram o que eu julgava impossível...


...fazer-me simpatizar com o Ronaldo! Os imbecis dos adeptos do F. C. Barcelona, no seu fanatismo doentio, já o tinham conseguido fazer ocasionalmente, mas a campanha anti-Ronaldo a que assistimos presentemente nos mé(r)dia é tão vil, tão inquisitória e, sobretudo, tão criminosamente feminista -no único sentido real que esta palavra tem, que é o da perseguição implacável aos homens e aos direitos dos homens- que é impossível não simpatizar com o capitão da selecção pretoguesa.


 "Ah! Sou um mestiço convencido, mas até o Afonso gosta de mim! 😝"


Sejamos claros: Ronaldo poderá mesmo ser culpado de violação. Mas o cerne da questão é esta palavra-chave, poderá! Não se julgam as pessoas em praça pública com base em meras acusações, venha elas de onde vierem! É aos tribunais -e só aos tribunais- que compete determinar a culpa das pessoas, não aos "jornalistas", muito menos às comentadeiras feministas que destilam o seu  ódio figadal aos homens em cada palavra que escrevem. O direito à presunção de inocência é um dos pilares fundamentais do sistema de Justiça em todos os países do Ocidente, até mesmo nos países mais terceiro-mundistas da América do Sul!

____________
Ver também:

Feministas "tugas" querem "inverter o ónus da prova"
Em Berlim (Alemanha): feministas em marcha Anti-Trump cantam "Allahu Akbar"
«O feminismo não tem nada a ver com a esquerda ou com a direita, pá!»
«Criticar o feminismo não interessa ao combate nacionalista, pá!»
"Primeiro governo feminista do mundo" 😍 Islão!!! 
Lauren Southern: «Feminismo ou Islão?»
Rameiras porcas da FEMEN voltam a protestar contra Marine Le Pen 
O Estrangeiro Zangado: «O governo feminista que odeia as mulheres»
Paul Joseph Watson e Geert Wilders falam sobre feminismo, islamização e nacionalismo
Em Espanha: uma porca feminista foi igual a si própria!
Ainda sobre as alegadas disparidades entre os salários dos homens e das mulheres
Bruxa Hilária: a feminista que defende violadores!
A questão do papel das mulheres no futuro das nações
Paul Jospeh Watson: «Publicidade com boazonas banida para agradar às feministas GORDAS»
Paul Joseph Watson: «As feministas estão a celebrar as doenças sexualmente transmissíveis!»
Pat Condell: «Pegas feministas pelo Islão»
Pat Condell: «A traição da Europa às mulheres»
Traição feminista: um vídeo que todas as mulheres (e alguns homens) ocidentais deviam ver
 «Eu sou um islamista e tu és uma feminista... temos tanto em comum!»
Insanidade feminista: «Ponham os homens em campos de concentração e erradiquem a heterossexualidade»

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Amanhã, em Sintra: PNR organiza nova conferência sobre a ideologia de "género"


     E na sequência do excelente vídeo do Ilo Stabet, recordo aos leitores do TU que o PNR está a levar a cabo uma série de conferências sobre a tenebrosa ideologia de "género":
«No âmbito da luta que travamos contra este manicómio ideológico à solta, promovido pelos partidos esquerdistas com a cumplicidade dos restantes, convidamos todos os interessados a assistirem à conferência que terá lugar às 10h30 da manhã de dia 6 de Outubro, sábado, na Sociedade Recreativa de São Marcos, Rua da Sociedade Recreativa, São Marcos, Sintra.»



Apelo a todos os nacionalistas de Sintra e arredores que não faltem a esta conferência. A realidade da guerra cultural que a extrema-esquerda está a mover contra a nossa Civilização ainda não é totalmente compreendida por todos os nacionalistas, pelo que é preciso que continuemos a participar neste género de iniciativas para adquirimos os conhecimentos e as competências retóricas que nos permitam defender a nossa nação das engenharias sociais do esquerdalho.

Avistamento de casais mistos: a situação até ao momento (4)


     Caros leitores, na sequência do meu apelo, já contribuíram para o levantamento estatístico de casais mistos o FdT (1 casal), o Ilo Stabet (16 casais), o Jesus (7 casais), o João d'O Livro das Imagens (1 casal), o José Silva (7 casais) e o Stonefield (1 casal). Quero agradecer-lhes mais uma vez pelo seu esforço e paciência! A juntar a outros 9 casais que eu próprio avistei, já temos 41 casais mistos registados em Portugal contabilizados em três distritos, Lisboa, Porto e Viseu. Era bom que pudéssemos acrescentar mais distritos, para termos uma melhor noção da distribuição geográfica do fenómeno no nosso país.

O Emídio, o Fuas Roupinho e o Paulo prometeram contribuir num futuro próximo. Confesso que, mesmo assim, a participação dos leitores do TU está bastante aquém das minhas expectativas. Eu julgava que o problema da mestiçagem era uma das maiores preocupações dos nacionalistas mas, pelo visto, parece que estava enganado... espero que pelo menos alguns de vocês mudem de opinião nos próximos dias! 

Seja como for, aqui fica a tabela relativa a Portugal actualizada. Fiz uma pequena alteração sugerida pelo FdT: divid a categoria asiáticos em duas: (1) sul-asiáticos e (2) este-asiáticos, uma vez que não faz sentido meter um japonês e um paquistanês no mesmo saco. Devo alertar que estes resultados ainda não querem dizer nada, porque a amostra populacional é demasiado reduzida.


A tabela relativa à Europa ainda não sofreu alterações desde o dia 25 de Setembro. À medida que a base de dados for crescendo, farei outras tabelas e gráficos. Quem quiser, pode consultar o registo geral aqui. Mais uma vez, um muito obrigado! a todos os que me estãoa ajudar a fazer este levantamento! E por favor, continuem a trazer-me aqui os casais mistos que forem encontrando na rua, uma vez que ainda são precisos muito mais casais para que este levantamento tenha alguma validade estatística!

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Portugal Desintegrado: Episódio 41


    E por falar em lóbi guei, aqui fica o mais recente episódio da excelente série "Portugal Desintegrado", da autoria do nosso já conhecido Ilo Stabet. Recordo aos leitores do TU que o Ilo Stabet também é autor do excelente blogue Portugal Integral.

Julgo que o episódio de hoje é muito importante para todos os nacionalistas. Para mim, pelo menos, é o episódio mais importante até agora. O Ilo Stabet começa por ler um comentário que eu deixei no seu vídeo anterior e depois passa em revista uma conversa extremamente frustrante que eu mantive recentemente com o blogueiro Caturo do blogue Gladius e com uma neomarxista que por lá andava. O tema da conversa começa no feminismo, passa pelo nacionalismo e acaba no homossexualismo.

Como sempre, encorajo vivamente os leitores do TU a inscreverem-se no canal de YouTube do Ilo e,  para aqueles que tiveram essa disponibilidade, a deixarem comentários nos vídeos do Ilo, mesmo que não concordem com ele.

🏳️‍🌈 Depois de Bragança, chegou a hora de Viseu! 🏳️‍🌈


      Sim, é verdade, caros viseenses, vocês estão prestes a acolher a vossa primeira marcha do orgulho panasca! Que vibrante, pá!!! 😜
«A primeira marcha pelos direitos da comunidade Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo (LGBTI) de Viseu realiza-se no domingo mais de 13 anos depois de a cidade ter sido notícia devido à existência de episódios de "homofobia". "Já marchavas - primeira marcha pelos direitos LGBTI+ de Viseu", que tem como lema "pela liberdade no amor e autodeterminação de género", reúne "pessoas com diferentes histórias de vida, orientações sexuais, características sexuais, identidades e expressões de género".

Em breve também em Viseu!

«A organização da marcha recorda que, "em 2005, ocorreu em Viseu a primeira manifestação nacional contra a homofobia", denominada Stop Homofobia. "Na memória, guardamos os tristes acontecimentos que levaram à organização da mesma. Foram tempos de reacção à violência homofóbica extrema", afirma. Agora, o objectivo é marchar "pelo presente e futuro, unindo a vontade de quem é proactivo na defesa de direitos básicos do ser humano, na tentativa de eliminar a violência e a exclusão", justifica.

Em Março de 2005, associações de defesa dos direitos dos homossexuais denunciaram a existência de um "gangue" organizado de 30 pessoas que atacava sistematicamente aquela comunidade. Dois meses depois, realizou-se na cidade a manifestação "Stop Homofobia", que foi marcada por agressões verbais aos presentes.»

Ah, grande povo de Viseu! Não é por acaso que muitos vos consideram os últimos verdadeiros portugueses! Por favor, nunca se deixem formatar pelas modernices do politicamente "correcto"...

«Muitos deslocaram-se ao Rossio apenas para assistir à iniciativa, colocando-se nas extremidades daquela praça, e manifestaram o seu descontentamento com frases como "isto é uma vergonha", "havia de ser no tempo de Salazar...". Um elemento da associação Opus Gay envolveu-se mesmo numa troca de palavras com um idoso que o abordou, mas os insultos vieram também dos mais jovens, nomeadamente de um grupo que, passando e vendo a concentração, teceu comentários que mereceram uma vaia dos manifestantes.»

Grandes jovens de Viseu!  Alguma vez os jovens do Porto ou de Lisboa fariam uma coisa destas? É claro que não, são demasiado "evoluídos" e "elevados" para bater o pé aos sodomitas e aos degenerados!

«No domingo, os participantes vão marchar "pela diversidade de ser e amar", sublinha a organização, acrescentando que, "para alguns e algumas", as caixas oferecidas à nascença, "rosa e azul, menina e menino, representam uma jaula, uma visão limitada da humanidade".»

Ou seja, a marcha é sobretudo para promover a ideologia de "género", não tanto para promover os panascas! Os nacionalistas (a sério) bem avisaram: tolerar os rabetas seria abrir a porta a todo o tipo de aberrações... e, de facto, começaram por ser tolerados, depois puderam casar, agora já podem adoptar crianças e no futuro sabe-se lá que outra anormalidade contranatura virá aí!

«"Lutamos porque entendemos que todos os seres humanos devem ser respeitados na sua liberdade, porque uma sociedade que não imponha identidades ou papéis sociais é uma sociedade mais justa", sublinha.»

Não é a sociedade que "impõe", seus imbecis, é a biologia! Foi a própria mãe natureza que estabeleceu, ao longo de milhões de anos, as diferenças entre homens e mulher a que vocês estupidamente chama "papéis"!  Um pénis não é um papel! Uma vagina não é um papel! A testosterona não é um papel! O estrogénio não é um papel! Só mesmo doentes mentais como vocês e ideólogos criminosos podem afirmar que a masculinidade e a feminidade são meros "papéis"!!!

«As duas dezenas de colectivos que apoiam a marcha querem que a individualidade e os direitos sejam respeitados "na rua, em casa, na escola, no emprego, nos hospitais", e que o sistema policial e judicial os proteja e reconheça a existência de discriminação

Reparem, caros leitores, tal como na campanha "anti-sexismo" do governo francês que vos trouxe aqui ontem, o objectivo destes larilas asquerosos é desviar os recursos do Estado para policiar os cidadãos normais, à boa maneira da União Soviética! Mas ainda há quem jure -até mesmo no seio do movimento nacionalista- que os movimentos LGBT não têm nada a ver com marxismo, muito menos com o totalitarismo marxista! É claro que não!...

Mais um português assassinado na Venezuela (15)


Um muito obrigado! ao Hdccfd Ngffft por nos ter trazido aqui esta notícia:
«Moisés Fernandes Gomes, um emigrante português na Venezuela, foi raptado, torturado e assassinado. A família do português tinha aceitadoupagar um milhão de euros pelo seu resgate, mas não conseguiram evitar o homicídio do homem.

 Moisés  Gomes com a sua família.

Moisés, que vivia em Vargas, a norte de Caracas, na Venezuela, foi raptado na última terça-feira [11 de Setembro] e o seu segurança pessoal acabou também por ser morto. Ambos os cadáveres foram encontrados na berma da autoestrada.
Depois de pagar, a família aguardava, sexta-feira, o regresso do homem, mas chegou apenas a notícia de este havia sido encontrado morto, juntamente com o segurança e com várias marcas de tortura.
Moisés, de 36 anos, vivia na Venezuela há vários anos e explorava um supermercado com o pai. O português deixa dois filhos menores. Os suspeitos ainda não foram localizados, mas já estão identificados.
Este não é o primeiro crime na Venezuela a envolver um português. Em junho, um homem de 65 anos, foi morto em casa com um tiro na cabeça.»

É sempre a somar lá na terra do Maduro! E pensar que há tantos cretinos em Portugal que defendem este tipo de regime para o nosso país!

_____________
Ver também:

Mais um português assassinado na Venezuela (14)
Mais um português assassinado na Venezuela (13)
Mais um português assassinado na Venezuela (12) 
Mais um português assassinado na Venezuela (11)
Mais um português assassinado na Venezuela (10)
Mais um português assassinado na Venezuela (9)
Mais um português assassinado na Venezuela (8)
Mais um português assassinado na Venezuela (7)
Mais um português assassinado na Venezuela (6)
Mais um português assassinado na Venezuela (5)
Mais um português assassinado na Venezuela (4)
Mais um português assassinado na Venezuela (3)
Mais um português assassinado na Venezuela (2)
Mais um português assassinado na Venezuela

O PNR está com Jair Bolsonaro!


     Mais uma vez se comprova que o único partido nacionalista português, o Partido Nacional Renovador (PNR), é liderado por pessoas com a cabeça no lugar e que, ao contrário de outros nacionalistas da nossa praça, têm a noção de que é preciso tomar uma posição em relação a tudo aquilo que possa vir a afectar Portugal, como é o caso das próximas eleições presidenciais brasileiras. Porque só os inconsequentes é que abraçam a lógica imbecil do "perdido por cem, perdido por mil"! Bem-hajam, cavalheiros! Tenho cada vez mais orgulho do PNR!
«O PNR apoia a candidatura de Bolsonaro e deseja vivamente que seja eleito Presidente do Brasil, país onde a população já começou a despertar e a rejeitar veementemente a Esquerda que, por onde quer que passe, deixa um rasto de destruição social, política e económica, acompanhado de uma mordaça à liberdade de pensamento, expressão e acção.

Quem é perseguido por todo o sistema, acaba por merecer a atenção de quem sofre também a mesma perseguição: as camadas sociais que se pautam pelo bom senso! Aconteceu com Trump, aconteceu com Salvini, acontece com todos aqueles que ousam levantar a voz contra o poder instalado e que remam contra as correntes do mundialismo e do totalitarismo, dominadas pela Esquerda e toleradas pela “direitinha” cobarde, submissa ao marxismo-cultural.

Bolsonaro incomoda, o nacionalismo incomoda, o patriotismo incomoda, a família incomoda, os valores intemporais incomodam. Se Bolsonaro incomoda, o apoio explícito de todos os nacionalistas incomoda muito mais. Vamos continuar a incomodar o sistema. Vamos fazer tremer o sistema. Vamos derrubar o sistema. Por um mundo livre!»

____________
Ver também:

Três vídeos que vale a pena ver (65): "O Bolsonaro é terceiro-mundista, pá"!
Três vídeos que vale a pena ver (63): o fenómeno Jair Bolsonaro
Femiporcas "tugas" protestam contra Jair Bolsonaro
Mais uma razão para os brasileiros votarem em Jair Bolsonaro

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Sobre uma campanha "anti-sexista" em França que mete nojo aos cães, às pulgas e aos vermes dentro das pulgas...


     O governo do estafermo narcisista, globalista arrogante, negrófilo compulsivo e gerontófilo irascível Nelinho Macron (ou Hollande II, se preferirem), lançou uma nova campanha destinada a prevenir o "assédio", o "sexismo" e a "violência sexual" em França. Soube desta campanha asquerosa graças ao Filho da Truta (FdT), que nos trouxe aqui os dois primeiros vídeos desta posta (muito obrigado, caro FdT!). Nem vou dizer mais nada para já, que é para não estragar a surpresa... só vos peço que vejam mesmo os vídeos, que andam todos na casa dos 30 segundos, para terem uma ideia exacta do NOJO em que se transformou o racismo-anti branco institucionalizado no Ocidente:


1. Violências sexistas e sexuais no meio escolar - Reagir para mudar tudo




2. Violências sexistas e sexuais nos transportes - Reagir para mudar tudo




Repararam nos padrões, caros leitores? O agressor é sempre um branco. A agredida é sempre uma alógena, ainda por cima magrebina, como se algum branco que não fosse suicida se metesse com essa gente! Mas há mais: a agredida é sempre socorrida por um casal misto do tipo alógeno + nativa!

Isto, caros leitores, é do mais descarada e mais revoltantemente antibranco que se pode encontrar! E reparem, o vídeo incentiva as outras pessoas a "reagir", ao bom estilo da ex-URSS, que incentivava aos seus cidadãos a policiarem-se uns aos outros para assim tentar detectar indícios de subversão e não-conformidade para com o regime! Isto, caros leitores, é pura e simplesmente obsceno e totalitário, é do pior que a humanidade já produziu em toda a sua história!

Por curiosidade, fui ver se haveria mais vídeos desta campanha e encontrei mais dois. Não são tão revoltantes como os dois vídeos acima, mas andam lá perto:


3. Violências sexistas e sexuais na esfera profissional - Reagir para mudar tudo




4. Violências sexistas e sexuais na esfera privada - Reagir para mudar tudo




Reparem, caros leitores, todos os agressores em todos os quatro vídeos são homens brancos! Há vários alógenos nos vídeos, mas são sempre defensores das mulheres ou neutros, nunca agressores! No caso do terceiro vídeo, podemos argumentar que o homem que "socorre" a mulher assediada também passa por alógeno, uma vez que tem uma compleição mestiça. Ou seja, o que esta publicidade acaba por fazer é inculcar nas pessoas que a vêem a ideia de que os brancos são predadores sexuais, enquanto os alógenos são os salvadores das mulheres!

Mas atenção, o feminismo é uma coisa boa e não tem nada a ver com o ódio aos homens brancos! Claro que não, pá! Isso é paranóia patética de gajos malformados, retrógrados e machistas como eu, hããã! É preciso evoluir e acolher as feministas no seio nacionalista, pá! Porque elas estão do nosso lado! Só não vê quem não quer!!!




Em Berlim (Alemanha): feministas em marcha Anti-Trump cantam "Allahu Akbar"
«O feminismo não tem nada a ver com a esquerda ou com a direita, pá!»
«Criticar o feminismo não interessa ao combate nacionalista, pá!»
"Primeiro governo feminista do mundo" 😍 Islão!!! 
Lauren Southern: «Feminismo ou Islão?»
Rameiras porcas da FEMEN voltam a protestar contra Marine Le Pen 
O Estrangeiro Zangado: «O governo feminista que odeia as mulheres»
Paul Joseph Watson e Geert Wilders falam sobre feminismo, islamização e nacionalismo
Em Espanha: uma porca feminista foi igual a si própria!
Ainda sobre as alegadas disparidades entre os salários dos homens e das mulheres
Bruxa Hilária: a feminista que defende violadores!
A questão do papel das mulheres no futuro das nações
Paul Jospeh Watson: «Publicidade com boazonas banida para agradar às feministas GORDAS»
Paul Joseph Watson: «As feministas estão a celebrar as doenças sexualmente transmissíveis!»
Pat Condell: «Pegas feministas pelo Islão»
Pat Condell: «A traição da Europa às mulheres»
Traição feminista: um vídeo que todas as mulheres (e alguns homens) ocidentais deviam ver
A hipocrisia das feministas dos nossos tempos (7)
A hipocrisia das feministas dos nossos tempos (6)
 «Eu sou um islamista e tu és uma feminista... temos tanto em comum!»
Insanidade feminista: «Ponham os homens em campos de concentração e erradiquem a heterossexualidade»
Feministas radicais "tugas" querem "inverter o ónus da prova"

Mais provas de que o Marcelo é apenas mais um lacaio da superclasse mundialista


"O Bolsonaro é terceiro-mundista" e o Presidente "Trump é um analfabruto sexista e incompetente"! Já isto que se segue é "elevação", "moderação", "civilização"... e, receio bem, a nossa extinção:
«O Presidente da República considerou hoje que a política de imigrações "é a grande escolha dos chamados grandes deste mundo, uma escolha ética", num discurso em que voltou a condenar o unilateralismo, os preconceitos e a intolerância.


Marcelo Rebelo de Sousa falava na sessão de encerramento da conferência "A importância das Imigrações para a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável", na Universidade Autónoma de Lisboa.
"Essa é a grande escolha dos chamados grandes deste mundo, uma escolha ética: Querem mesmo ser grandes, com o risco de serem pequenos aos olhos de muitos dos seus seguidores de cada momento? Ou querem ser pequenos, convictos de que a efémera popularidade do momento que os diz grandes conta mais do que o juízo implacável da história, sempre mais fiável do que a sua consciência?", declarou.»

O "juízo implacável da história" não é, nem de perto nem de longe, "mais fiável do que a consciência"! A História é escrita pelos vencedores, pelo que aquilo que perdura no tempo é a narrativa de quem eliminou os seus inimigos. Mas este registo de Marcelo é muito interessante porque revela a sua visão do futuro, um futuro em que a miscigenação será a regra e aqueles que resistem ou resistiram à miscigenação serão os vilões da História. Ora, o que me importa a mim que os mestiços do futuro achem que eu fui um malvado? Eu quero é que não haja mestiços, não quero que os bastardos que ainda estão por nascer pensem bem de mim quando eu já estiver morto!

«Numa intervenção de cerca de dez minutos, Marcelo Rebelo de Sousa referiu-se às imigrações como "um desafio que não pode ser nem negado, nem ignorado, nem menorizado, nem adiado" e em relação ao qual já houve "um tempo perdido que em parte não pode mais ser recuperado".
Segundo o Presidente da República, este desafio "está longe de entusiasmar responsáveis que têm ciclos de poder cada vez mais curtos" e que "aderem agora à moda do unilateralismo", que qualificou de "um passo dramático".»

Pura demagogia por parte de Marcelo!  O "unilateralismo" tem sido a norma ao longo da História que ele promete vir a ser "implacável" para nós, identitários. O globalismo é um fenómeno recente, pelo menos à escala actual e com os parâmetros antidemocráticos actuais. E o globalismo é uma aberração em todos os sentidos, histórico, moral, ético, democrático, humano. Ou seja, é precisamente o contrário daquilo que o Marcelo diz.

«O chefe de Estado rejeitou o unilateralismo, os preconceitos, o fechamento, a intolerância, e condenou quem opta por "exacerbar ódios, barreiras, egoísmos, a pensar em ganhar eleições, ou cultivar poderes pessoais". »

Porque quem importa milhões de alógenos do terceiro mundo não está a pensar no poder pessoal, pois não, Marcelo? É claro que não! É tudo uma questão de humanidade! A mão-de-obra barata e os votos nas urnas dos imigrantes são apenas efeitos colaterais de sermos humanos, não são um objectivo em  si mesmo! É claro que não!...
«Ao mesmo tempo, criticou "promessas irrealistas ilimitadas de aberturas sem enquadramento realista". Marcelo Rebelo de Sousa considerou que as imigrações são, "antes de mais, um desafio ético".
"Agora, cabe-nos a todos nós tudo fazer tudo fazer para que os chamados grandes deste mundo não sejam dramaticamente pequenos quando confrontados com o que não tem sondagens, não tem marketing nem porventura expressão eleitoral, mas que é o mais importante da vida e o mais importante da política: a ética a conduzir o governo dos povos", acrescentou.»
Este último parágrafo é uma total inversão da realidade! Se alguém tem todo o marketing e as sondagens do seu lado, esse alguém são os globalistas! Por exemplo, o Presidente Trump estava atrás em quase todas as sondagens, a pérfida bruxa Hilária liderava-as. O Brexit estava a atrás do Bremain em quase todas as sondagens, mas no fim foi o Brexit que venceu o referendo. E como eu mostrei aqui há alguns dias, 88,6% dos portugueses apoiam a vinda de mais imigrantes dos PALOP, pelo que é mentira, pura e simplesmente MENTIRA que a defesa da imigração seja um tema difícil para os políticos. A defesa das fronteiras é que é difícil, muito e cada vez mais difícil, que o digam o Vitkor Orbán e os húngaros, cada vez mais diabolizados e acossados pela pela UE e pela intelligentzia me(r)diática "ocidental"!

Resumindo e concluindo: mais um vez fica bem patente que este Marcelo é um verdadeiro traste, um canalha do pior que existe. Não é "ingénuo", nem apenas xenófilo, ele é mesmo um lacaio globalista convicto, que muito provelmente será recompensado (se é que não o foi já) pela sua contribuição activa para a destruição de Portugal e dos portugueses, tal como já foram Barroso, Guterres e Vitorino, entre outros.

___________________
O Marcelo mete nojo:

É claro que não aplaudiu, como bom globalista e bilderberguer, estava impedido! 
Marcelo e Trump (e os "tugas" que votaram no primeiro)
Marcelo Rebelo de Sousa: a direitinha traidora e descaradamente islamófila que os portugueses merecem!
Marcelo foi à Grécia fazer o impossível: meter ainda mais nojo do que o monhé Costa!
Um homem da "direitinha", pois claro!
Marcelo Rebelo de Sousa, um palhaço que conseguiu chegar a Presidente (O Ovo da Serpente)
Os cães actuam em matilha (Algol Mínima)
Marcelo "saúda calorosamente" os muçulmanos em Portugal!
Marcelo volta à mesquita de Lisboa...
Dá cá um abraço, ó David!
Confirma-se: Marcelo apoia Costa na intenção de escancarar Portugal a todo o mundo lusófono
Marcelo visita Cuba e poderá até encontrar-se com Fidel!
Mais uma intervenção surreal do Marcelinho da "direitinha"
O Marcelinho da "direitinha" foi usado pelo ISIS como exemplo de um "infiel"!
Mais provas de que o Marcelinho da "direitinha" é apenas mais um lacaio da superclasse mundialista
O Marcelinho da "direitinha" dá uma de Justin Trudeau!
As novas da "direitinha" cá do burgo
Reflexões sobre as Presidenciais de 2016
O Marcelinho da "direitinha" volta a mostrar que a "direitinha" é uma verdadeira inutilidade...

terça-feira, 2 de outubro de 2018

As novas dos mé(r)dia anglófonos que determinam a moda em todo o Mundo Ocidental


O al-Guardian nunca desilude...



Ouviram, caros leitores, vocês não podem bloquear as "jovens" que vos seguem no Tinder, pá! E, pelo visto, também não se podem vangloriar da vossa boa forma física:



Já a Vox, esse grande bastião do esquerdalho nos EUA, está muito preocupada com o facto de haver empregadores que exigem que os seus funcionários se barbeiem... porquê? Porque os homens das "minorias" tendem a ter mais pêlos encravados, pelo que exigir que eles façam a barba é raciiiiiiiiiiiiismoooooooo!!!


Três vídeos que vale a pena ver (65):
"O Bolsonaro é terceiro-mundista, pá"!


     Um muito obrigado! ao Eduardo e ao Paulo Bolsonaro por nos terem trazido aqui os vídeos desta posta. Um dos chavões mais repetidos -e mais imbecis- que tenho ouvido aqui na Tugalândia nas últimas semanas é que "o Bolsonaro é terceiro-mundista, pá"! Acho imensa piada a este tipo de comentário, desde logo porque denota um género de afectação pedante e elitista que desconsidera o contexto óbvio: o Brasil tem problemas sociais gravíssimos e uma população pouco instruída, pelo que é evidente que um candidato que queira ter sucesso no Impávido Colosso não pode adoptar o mesmo discuros pomposo, inócuo e vazio que caracteriza os líderes europeus.

Por outro lado, o Presidente Trump foi -e continua a ser- acusado exactamente do mesmo, de ser um pacóvio provinciano, um bronco malformado e muitas mais coisas que, claramente, estão muito longe de serem verdade. Mas foi precisamente por ser assim que ele ganhou as eleições, o povo norte-americano reviu-se na sua atitude e discurso! E o mesmo pode ser dito em relação ao Nigel Farage: o Sr. Farage foi acusado várias vezes de sr um ingorante da Economia, um burguês desconhecedor da realidade política, um cretino isolacionista saudoso do império colonial britânico. Mas, tal como Trump, Farage conseguiu levar a água ao seu moinho, pelo menos até mais ver.

Mas há mais: tal como no caso de Trump, a popularidade de Bolsonaro é também uma consequência directa da atitude do esquerdalho em relação ao povo. O direitinha Rui Ramos escreveu este excelente artigo sobre isso (infelizmente é "Premium") no Observador: a forma como o esquerdalho tem diabolizado o eleitorado de Direita tende a precipitar o apoio popular a figuras políticas cada vez mais radicais, porque os "moderados" da direitinha não se impõem ao abuso esquerdalhista com a mesma convicção e a mesma coragem evidenciada pelos "radicais malformados". Não perceber isto é não perceber o povo cujos votos se pretende ganhar. Pior do que isso, é nem sequer ter empatia pelo povo de todo!

Ora, aquilo que tem mais piada nisto tudo é que eu tenho reparado que, regra geral, as pessoas que criticam o "terceiro-mundismo" do Bolsonaro não têm uma única palavra a dizer em relação à oposição, ao PT de Haddad, o mesmo partido execrável que deu ao Brasil e ao mundo o presidiário Lula ou a terrorista Dilma. E esta é, quanto a mim, a faceta mais desconcertante dos críticos de Bolsonaro, ignorar as intenções totalitárias e criminosas dos candidatos do PT.


1. Fernando Haddad admite limitar a liberdade de expressão: ou seja, criar uma ditadura de facto. O vídeo em baixo está programado para começar no momento exacto das declarações do candidato: 
"Nós não podemos passar para a sociedade qualquer dúvida sobre o nosso desejo de fortalecer as instituições de controle. Está no nosso plano de governo, nós vamos fortalecer, não tem recuo";
"A gente tem que levar, para o âmbito das [empresas] estatais, os controles que nós criamos".
"A primeira coisa que temos de fazer é buscar justiça para o Lula. Porque senão, todo o debate sobre ele vai ficar interditado."
...Mas isto não é terceiro-mundista, pois não?




2. Brasileiro de origem japonesa denuncia o plano de Haddad & C.ª: aquilo que se viu no vídeo acima não é nada comparado ao que o jovem do vídeo abaixo denuncia a seguir. Recorrendo ao programa político do PT, ele começa por apontar algumas contradições no discurso dos apoiantes de Haddad, mas pouco depois vem a parte sinistra (isto vem mesmo no programa político do PT!):
  • Regulação da comunicação social electrónica [eufemismo para censura das redes sociais]
  • Ceder a concessão de rádios e televisões a sindicatos e "movimentos sociais"
  • Refundar e aprofundar a democracia no Brasil na contramão do conservadorismo no cenário internacional [ou seja, impor o ideal esquerdalhista aos brasileiros, perseguindo os conservadores]
  • Criação de conselhos populares que tomem decisões independentemente do poder judicial.
  • Facilitar o ingresso e a ascensão nas carreiras do sistema de justiça a todos os segmentos da população, em particular àqueles que são vítimas históricas de desigualdades e opressões [ou seja, mais medidas de acção afirmativa]
  • Serão implementadas medidas e impulsionadas acções afirmativas [agora sim, explicitamente] nos serviços públicos para corrigir as desigualdades sociais ainda fortemente presentes
  • Implantação do quesito "cor" em todas as áreas no atendimento à saúde [sim, tudo indica que o PT do Haddad quer criar programas ou pelo menos critérios de atendimento na saúde em função da cor do utente!]
  • Criação de uma "assembleia nacional constituinte" que seja leita nos moldes da reforma política preconizada pelo PT [i.e. concentrar todo o poder executivo numa assembleia de deputados fiéis ao Presidente, um pouco à semelhança daquilo que Maduro fez na Venezuela]
E isto, caros leitores, corresponde a apenas metade do vídeo! A outra metade tem outro tanto!...




3. Manuela D'Ávila em 40 segundos: esta hipócrita feminista (passe a redundância) é a "vice" de Haddad, a número dois da lista do PT. O vídeo é bem curtinho, mas diz tudo o que é preciso saber acerca desta desprezível criatura...


____________
Ver também:

Três vídeos que vale a pena ver (63): o fenómeno Jair Bolsonaro
Femiporcas "tugas" protestam contra Jair Bolsonaro
Mais uma razão para os brasileiros votarem em Jair Bolsonaro